Novas mensagens

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Primeira página
Primeira página
Página anterior
Página anterior
Última página
Última página

Tópico completo

De Utilizador Discussão:Cyber poeta silas/LQT Archive 1

OS VINTE LIVROS DO LITERATO SILAS CORREA LEITE

Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h25min de 17 de agosto de 2016

Todos os 20 Livros do Cyber Poeta Silas Corrêa Leite

-01)-“Raízes e Iluminuras”, Poemas Escolhidos Para a Antologia de Concurso do Prêmio Eduardo Dias Coelho, Elos Clube, Comunidade Lusíada Internacional, Ano 1995. -02)-“Trilhas e Iluminuras”, libreto, Poemas, Coleção Prata Nova, Editora Grafite, Ano 1998, Editor Ademir Antonio Bacca, RS. -03)-“Porta-Lapsos”, Poemas, Editora All-Print, Ano 2005. SP. -04)-“Os Picaretas do Brasil Real”, Poema Social, Série Cantigas de Escárnio e Maldizer, Editora Thesaurus, Brasília-DF, Ano 2006. -05)-“Campo de Trigo Com Corvos”, Contos, Editora Design, Santa Catarina, Ano 2008, obra escolhida para finalista do Prêmio Telecom/Ficções, Portugal. -06)-ASSIM ESCREVEM OS ITARAREENSES, Primeira Antologia de Prosa de Itararé, Editora All-Print, São Paulo, Idealizador, Editor e Organizador Silas Correa Leite -07)-“Ele Está No Meio de Nós”, Romance virtual, E-book disponível no site de cultura www.recantodasletras.com.br -08)-“O Rinoceronte de Clarice”, ebook de sucesso, primeiro Livro Interativo da Rede Mundial de Computadores, único no gênero e de vanguarda, com contos fantásticos, cada conto com três finais, um final feliz, um final de tragédia e um terceiro final politicamente incorreto, Editora Hotbook, Rio de Janeiro. Foi destaque na mídia (Estadão, Jornal da Tarde, Diário Popular, Revista Época, JBonline, Poetry Magazine (EUA), Revista Kalunga, Revista da Web, Revista Ao Mestre Com Carinho, Minha Revista (RJ), CBN RJ, Programa Momento Cultural/Jornal da Noite, TV Bandeirantes, Márcia Peltier, Programa de TV “Na Berlinda”, Canal 21, Programa Metrópolis, TV Cultura de SP e Programa Provocações (Antonio Abujamra), TV Cultura de SP. E-book recomendando como leitura obrigatória na matéria Linguagem Virtual, no Mestrado de Ciências da Linguagem, na UNICSUL, Santa Catarina, tese de Mestrado na Universidade de Brasília e Tese de Doutorado em Semiótica na UFAL-Universidade Federal de Alagoas, com o Tema: “O Livro depois do livro: a Experiência Literária Hipertextual”. Obra disponível no site: www.biblioteca.universia.net/ - A Tese de Doutorado do ebook (livro virtual) “O RINOCERONTE DE CLARICE”, contos surrealistas e fantásticos, está disponível atualmente no link do site: http://bdtd.ufal.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=197 -10)-“O Homem Que Virou Cerveja”, Crônicas Hilárias de Um Poeta Boêmio, Editora Giz/Primus, SP, Prêmio “Valdeck Almeida de Jesus” (Salvador, Bahia), Ano 2009 -11)-“DESJARDIM, Muito Além do Farol do Fim do Mundo”, Romance, a ser lançado -12)-“CAVALOS SELVAGENS”, Catálogo LetraSelvagem Editora, aprovado para edição, Série Gente Pobre, Editor Nicodemos Sena, a ser lançado

-13)-GUTE-GUTE, Barriga Experimental de Repertório, aprovado pela Editora Chiado, Portugal, e disponível como e-book de literatura infantojuvenil disponível no site WWW.camaleo.com/books/0016106757767c03d1375

-14)-BULBOS POETICOS, Poemas, e-book disponível no site WWW.bookess.com/read/15796-bulbos-transversos-poemas-e- desconcertezas/

15)-ESTADOS DA ALMA, Acordes Dissonantes de Mins, pelo site de Portugal WWW.carmovasconcelos-fenix.org/Escritor/silas-correa-leite-02.htm -16)-TROIOS PERIGRINTANTES, Naniquidades de Quinquilharias Perversas, Mais de Cem Contos em Tom de Cinza, Clube dos Autores, à venda como ebook e impresso no site: http://www.agbook.com.br/book/148073--TROIOS_PERIGRITANTES -17)-DESVAIRADOS INUTENSILIOS, Poemas, 2013 – Editora Multifoco, Rio de Janeiro Livro de Alta Ajuda em Alto Nível -18)-NÃO DEIXE QUE TE TIREM A PRIMAVERA

“Somos Todos Sementes. Quantos de Nós, Serão Flores & Frutos, e Recriarão Para Sempre, a Eterna PRIMAVERA?

Este livro veio sendo escrito ao longo de trinta anos, e os textos já serviram de conforto e incentivo de alta ajuda, em momentos preciosos em que o autor foi tocado a ajudar e se vez valer de suas palavras e narrativas, trabalhos publicados em sites, jornais, revistas, fanzines, blogs, alguns até traduzidos para publicações no exterior, em outras línguas, inclusive. Os textos assim vão nominados como A Força Que Noz Alerta, Voe de Volta Pra mim, Salmo Para Uma Amiga Poeta (escrito as pressas para uma amiga que pensava em se matar) e outros. O livro NÃO DEIXE QUE TE TIREM A PRIMAVERA como ebook ou mesmo impresso, está disponível no site www.clubedeautores.com.br/book/151028--Nao_Deixe_Que_Te_Tirem_a_Primavera -19)O TAO DA POESIA - Indo para o seu décimo nono livro, o Cyber Poeta Silas Correa Leite, tachado pelo site Capitu de O Rei da Web lança agora O TAO DA POESIA, Poemas, pela Editora Clube dos Autores. TAO significa o ABSOLUTO. É a totalidade incluindo o visível e o invisível, é o ser e o não-ser juntos, apresentando três sentidos, ao mesmo tempo como “caminho”, “caminhante” e a ação de caminhar. O Tao é o caminho perfeito, palavra, projeção, logos, razão. O Tal da Poesia é o peregrino buscador que semeia o que escreve. O livro é isso. Poemas feito em cima dos ditames de TAO e sua iluminação. Os poemas do TAO DA POESIA também tem iluminura toda própria, e o autor novamente surpreende com seus poemas-iluminuras em solo e luz de TAO. Veja o livro no linK https://clubedeautores.com.br/book/151229--O_TAO -20)GOTO, Romance – A Lenda do Mundo do Barqueiro Noturno do Rio Itararé Um “romance mágico” é o mínimo que se pode dizer de “GOTO”, uma espécie de “Lenda do Barqueiro Noturno” em seu reino, uma estranha margem do Rio Itararé, obra do premiado escritor Silas Correa Leite, poeta e aqui mais ficcionista e contador de histórias do que nunca. O que um menino deficiente físico, ilhado numa telúrica margem de um rio encantado pode fazer aos seus pais, a si mesmo, à orquestra da natureza no entorno, com sua mente atiçada e suas criações como fuga de um tempo, de um lugar, de uma realidade limitada, além de uma fantástica dimensão paralela? O exterior é o interior elevado ao estado de mistério. Um livro é uma viagem? Depois de estar nessa leitura como leção, certamente o leitor nunca mais voltará ao ponto de partida de si mesmo, jamais sendo o mesmo que embarcou com o GOTO na canoa Faísca de Aladim. Cada um de nós é um barco em si mesmo, carregado de genes navegando pela vida, como disse Jostein Gaardes. O rio, seu espírito de margem, uma descoberta de presença na existência. Triste é sonhar um mundo de estátuas e cofres? GOTO trabalha o personagem dependente de seu meio, que tem a consciência de seu aleijamento, a alma em arrebentação se transformando pela angústia. O que é realidade e o que é visão? Narciso tem medo de morrer afogado. Ari, o Goto, transita melhor em suas estranhas contações do que na sua simplória existência ribeirinha? Contar é uma forma de expressão do inconsciente. Contar as suas histórias numa outra margem do rio Itararé, era uma maneira de transcender, tentar transcender, uma maneira de existir além de si, além dali, além do rio? Ou, para o Goto, contar o não vivível era, no seu desmundo – ou como no mito da caverna, o mundo-sombra – de alguma maneira simplesmente não colocar o rabo entre as pernas? Resenha critica do livro: http://brasil.indymedia.org/pt/blue/2013/09/524832.shtml GOTO Romance, Editora Clube dos Autores, Compre pela Web, é Seguro O livro GOTO de Silas Correa Leite pode ser adquirido pelo site: www.clubedeautores.com.br/book/151687--GOTO__Romance

Entrevista com o autor: http://fm.fafit.com.br/podcast/entrevista-com-silas-correa-leite/

Silas Correa Leite, Professor, Especialista e Teórico da Educação, Escritor Membro da UBE, Jornalista Comunitário, Prêmio Lygia Fagundes Telles Para Professor Escritor, Prêmio Instituto Piaget, Lisboa, Cancioneiro Infanto-Juvenil, etc. E-mail: poesilas@terra.com.br

177.32.103.4402h27min de 20 de outubro de 2013

Tópico completo

De Wikilivros Discussão:Portal comunitário/LQT Archive 1

Ativar Article feedback Version 5

Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h17min de 17 de agosto de 2016

Que acham de ativar a mw:Article feedback/Version 5?

Exemplo em inglês

Ela fica no mesmo lugar da nossa Article Feedback atual (aquelas estrelinhas embaixo das páginas, pra os leitores marcarem).

Só que ela substitui as estrelas por uma pergunta simples que tem se mostrado mais eficiente nas pesquisa, a pergunta é: "Você encontrou o que procurava?" e caso a resposta seja "não" o leitor pode nos dizer o que está faltando, para que possamos melhorar. Caso seja "sim", pode também sugerir outras melhorias alternativas.

Por favor digam-me o que pensam sobre isso!

Raylton P. Sousa qualquer coisa estou aqui! =D20h21min de 23 de maio de 2013
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h17min de 17 de agosto de 2016

Ative, não é fofo, mas se for mais eficiente, pode ser interessante. Temos que ver se isso não incentiva a não "autoautoria" e cria um pool de reclamações, alias, se elas forem para o otrs, lhe mato, pois fizeram um treco deste no mobile, e virou um samba do crioulo doido e tive que arrumar vários artigos da WP ou delegar.

Rodrigo Tetsuo Argenton (Discussão)20h50min de 23 de maio de 2013
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h17min de 17 de agosto de 2016

Ele tem um botão pra editar logo depois que o usuários manda a opinião, então acho que vai incentivar!

Raylton P. Sousa qualquer coisa estou aqui! =D21h46min de 23 de maio de 2013
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h17min de 17 de agosto de 2016

então instala, só tinha medo de lotar o otrs

Rodrigo Tetsuo Argenton (Discussão)22h09min de 23 de maio de 2013
 
 
Editado por 2 outros utilizadores.
Última edição: 08h17min de 17 de agosto de 2016

Sim!! Já tinha pensado nisso desde antes desse comentário aqui! Acho que pode ser muito bom. No mínimo vai movimentar um pouco as coisas por aqui, trazer mais interação, mostrar que afinal alguém lê o que é escrito aqui! E claro, vai ajudar a melhorar os conteúdos.

O único ponto negativo que vejo é a perda das estrelinhas que dão uma medida de qualidade também. Se bem que essa medida delas é bastante dúbia. Os leitores me parecem muito condescendentes com a qualidade do conteúdo, pelo menos na minha opinião (só ver as "notas" dos verbetes na Wikipédia. Por elas, parece que está tudo muito bem, com qualidade). Aqui ainda se tem o problema de serem poucas as revisões (exceções são as páginas do livro de Português, não é?). O ideal seria ter os dois, mas o feedback com comentários me parece mais prático.

Jota (Discussão)22h51min de 23 de maio de 2013
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h17min de 17 de agosto de 2016

Também gosto das estrelinhas. Mas acho que segundo a pesquisa do pessoal que desenvolveu, essa avaliação é mais precisa e dá pra conseguirmos um pouco mais de feedback.

O ruim das estrelas é que não podemos saber o motivo pelo qual alguém marca poucas estrelas por exemplo.

Raylton P. Sousa qualquer coisa estou aqui! =D23h16min de 23 de maio de 2013
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h17min de 17 de agosto de 2016

Sim, pode sempre se tratar só de testes, por exemplo. E não há também nenhuma garantia de que o usuário saiba (1) que estava fazendo uma avaliação e (2) o que estava avaliando exatamente. Aliás, a avaliação é dúbia, como tinha dito, e às vezes nem se aplica como o da Imparcialidade em páginas de ajuda, por exemplo.

Jota (Discussão)23h24min de 23 de maio de 2013
 
 
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h17min de 17 de agosto de 2016

Concordo com a instalação da ferramenta.

Acredito que a possibilidade de receber comentários será mais útil do que essas estrelinhas...

Helder00h35min de 24 de maio de 2013
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h17min de 17 de agosto de 2016

Fiz o pedido aqui

Raylton P. Sousa qualquer coisa estou aqui! =D14h23min de 24 de maio de 2013
Editado por 2 outros utilizadores.
Última edição: 08h21min de 17 de agosto de 2016

Estou terminando de traduzir a interface no translatewiki.net e é provável que termine logo entretanto outra pessoa vai precisar revisar o trabalho por lá. Abs,

OTAVIO1981 (Discussão)10h55min de 11 de junho de 2013
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h21min de 17 de agosto de 2016

Brigadão Otávio. Depois passo para revisar!

Raylton P. Sousa qualquer coisa estou aqui! =D18h20min de 11 de junho de 2013
 
 
 
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h23min de 17 de agosto de 2016

Preciso que confiram se está faltando alguma coisa na proposta de configuração que submeti no gerrit:

  • wmgUseArticleFeedbackv5: true
  • wmgArticleFeedbackv5Namespaces: array( NS_MAIN, NS_HELP, NS_PROJECT )
  • wmgArticleFeedbackv5LotteryOdds: 100
  • wmgArticleFeedbackv5BlacklistCategories: array( 'Páginas que não podem ser avaliadas pelos leitores' )
  • wmgArticleFeedbackv5AbuseFiltering: true

Além do que aparece no link anterior, fiquei em dúvida se queremos/precisamos definir alguma das seguintes variáveis:

  • wmgArticleFeedbackv5Categories
  • wmgArticleFeedbackv5OversightEmails
  • wmgArticleFeedbackv5OversightEmailHelp
  • wmgArticleFeedbackv5AutoHelp
  • wmgArticleFeedbackv5LearnToEdit
  • wmgArticleFeedbackv5CTABuckets
  • wmgArticleFeedbackv5Permissions

Algumas delas estão documentadas na mw:Extension:ArticleFeedbackv5 (ignorem o prefixo "wmg"), mas outras só no código-fonte da ArticleFeedbackv5.php

Helder21h13min de 1 de julho de 2013
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h23min de 17 de agosto de 2016

Acho que seria interessante a wmgArticleFeedback5LEarnToEdit apontar para Ajuda:Conteúdos. As outras para o momento não me parecem necessárias.

OTAVIO1981 (Discussão)11h51min de 2 de julho de 2013
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h23min de 17 de agosto de 2016

Concordo com o Otávio. E se precisarmos de mais configurações podemos abrir outro bug.

Raylton P. Sousa qualquer coisa estou aqui! =D15h10min de 4 de julho de 2013
 
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h23min de 17 de agosto de 2016

Só pra constar: atualizei a configuração.

A última notícia que tive dos responsáveis foi um comentário em outro bug... Vamos aguardar.

Helder23h10min de 6 de julho de 2013
 
 
 

Tópico completo

De Utilizador Discussão:Gustavo.brandao/Arquivo LQT 1

Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h16min de 17 de agosto de 2016

Que bom que se juntou a nós!! Se por acaso precisar de alguma ajuda, é só dizer... Estou a disposição. Teeth.png

Raylton P. Sousa qualquer coisa estou aqui! =D05h26min de 22 de maio de 2013
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h16min de 17 de agosto de 2016

Obrigado Raylton, faço de suas palavras minhas também. :D

177.207.129.15311h15min de 22 de maio de 2013
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h16min de 17 de agosto de 2016

Combinado. Disponha!

Raylton P. Sousa qualquer coisa estou aqui! =D15h27min de 22 de maio de 2013
 
 

Tópico completo

De Utilizador Discussão:Fabiozimer/Arquivo LQT 1

Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h16min de 17 de agosto de 2016

Que bom que se juntou a nós!! Se por acaso precisar de alguma ajuda, é só dizer... Estou a disposição. Teeth.png

Raylton P. Sousa qualquer coisa estou aqui! =D05h26min de 22 de maio de 2013
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h17min de 17 de agosto de 2016

Ok muito obrigado!

177.132.112.17713h47min de 23 de maio de 2013
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h17min de 17 de agosto de 2016

Disponha :)

Raylton P. Sousa qualquer coisa estou aqui! =D15h14min de 23 de maio de 2013
 
 

Tópico completo

De Utilizador Discussão:Jaraneda2013/Arquivo LQT 1

Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h15min de 17 de agosto de 2016

Que bom que se juntou a nós!! Se por acaso precisar de alguma ajuda, é só dizer... Estou a disposição. Teeth.png

Raylton P. Sousa qualquer coisa estou aqui! =D21h38min de 21 de maio de 2013
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h16min de 17 de agosto de 2016

Oi Raylton,

Preciso ajuda sim. Tentei publicar um artigo explicativo sobre a saga www.celestialromance.com mas fui rejeitado no wikipedia e no wikilivros. Um autor não pode fazer autopropaganda de sua obra?

189.54.16.8302h21min de 22 de maio de 2013
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h16min de 17 de agosto de 2016

Infelizmente não, talvez seja melhor sucedido fazendo sua divulgação aqui: http://www.skoob.com.br/

Espero ter ajudado!

Raylton P. Sousa qualquer coisa estou aqui! =D03h21min de 22 de maio de 2013
 
 

Tópico completo

De Utilizador Discussão:D linux/Arquivo LQT 1

Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h15min de 17 de agosto de 2016

Que bom que se juntou a nós!! Se por acaso precisar de alguma ajuda, é só dizer... Estou a disposição. Teeth.png

Raylton P. Sousa qualquer coisa estou aqui! =D21h37min de 21 de maio de 2013
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h16min de 17 de agosto de 2016

Obrigada pelas boas vindas se precisar não exitarei empedir ajuda :)

189.55.88.8604h26min de 22 de maio de 2013
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h16min de 17 de agosto de 2016

Ok, sinta-se em casa!

Raylton P. Sousa qualquer coisa estou aqui! =D04h34min de 22 de maio de 2013
 
 

Tópico completo

De Discussão:Logística/Arquivo LQT 1

Módulos desconectados

Editado por 2 outros utilizadores.
Última edição: 08h15min de 17 de agosto de 2016
Crystal Clear app kaddressbook.png tem a seguinte tarefa pendente: Recolocar as páginas de volta no livro.

No livro de Logística, as seguinte páginas estão desconectadas do índice, ou seja, não há links no livro que levem a elas e por isso elas se encontram perdidas:

As páginas relacionadas a essas que estão faltando foram apagadas, e parece que foi a pedido do autor. Isso fez com que as páginas listadas acima ficassem isoladas do índice. Ou elas deveriam ser apagadas também ou o conteúdo delas foi dispersado em outras palavras nos outros módulos do livro.

O índice velho está aqui.

Encontrei também páginas que faziam parte do livro e foram movidas para páginas de usuário sem algum motivo. Elas poderiam ser movidas de volta ao livro.

Abacaxi (Discussão)17h24min de 25 de abril de 2013
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h17min de 17 de agosto de 2016

Infelizmente, há muita gente interessada em que não colabore mais aqui ou em qualquer outro projecto da Fundação Wikimédia. Não o aconselho a confrontar essas pessoas numa tentativa de obter quaisquer esclarecimentos.

http://human-rights-in-cyberspace.wikia.com/wiki/Lockout

Atenciosamente,

Virgílio A. P. Machado

193.136.124.20000h36min de 25 de maio de 2013
Editado por 2 outros utilizadores.
Última edição: 08h17min de 17 de agosto de 2016

Conversei com o Vígilio esses dias e ele disse que manda abraço a todos e que foi muito bom trabalhar conosco!

Além de me apontar para um bonito comentário sobre nós:

http://www.mail-archive.com/foundation-l@lists.wikimedia.org/msg17881.html

Enfim... Cumprimentos :)

Sobre seu bloqueio: ver isso

Raylton P. Sousa qualquer coisa estou aqui! =D14h31min de 27 de maio de 2013
 
 

Tópico completo

De Utilizador Discussão:Jonas AGX/Arquivo LQT 1

Bem-vindo de volta

Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h14min de 17 de agosto de 2016

Bom te ver por aqui novamente, qualquer coisa basta chamar :)

Raylton P. Sousa qualquer coisa estou aqui! =D15h23min de 12 de março de 2013
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h14min de 17 de agosto de 2016

Obrigado Raylton!

Adoro o WikiLivros, é mais calmo que a Wiki e cheio de material de qualidade! Pode deixar que eu chamo!

PS: Esses plugins estão melhorando muito a comuninação entre os editores, adorei!

200.133.17.116h31min de 12 de março de 2013
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h14min de 17 de agosto de 2016

Aos poucos estamos tentado melhorar :) Que bom que gostou! Sinta-se em casa! ;)

Raylton P. Sousa qualquer coisa estou aqui! =D17h44min de 12 de março de 2013
 
 

Tópico completo

De Wikilivros Discussão:Portal comunitário/LQT Archive 1

Conceito de "autoria reivindicada"

Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h14min de 17 de agosto de 2016

Olá. Vi que o wikibooks não serve para publicar textos com "autoria reivindicada". Desejo esclarecer o conceito disso. Se, por acaso, possuo uma obra registrada, ou seja, possui um ISBN, e desejo abri-la para edição em formato crowdsourcing, isso será recriminado pela comunidade? As pessoas experientes nessa comunidade poderiam mencionar especificamente uma série de condutas que seriam proibidas pelo conceito de autoria reivindicada?

177.133.200.4311h19min de 18 de fevereiro de 2013
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h14min de 17 de agosto de 2016

Caso você queira publicar um livro ou manual protegido por copyright, você deve enviar uma autorização para a OTRS. A autorização é necessária, pois sem ela, a publicação no projeto é considerada plágio.

Mário Júnior (Discussão)16h39min de 18 de fevereiro de 2013
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h14min de 17 de agosto de 2016

Mais especificamente, precisará concordar em liberar o material nos termos da licença Atribuição-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada (CC BY-SA 3.0)

Helder18h56min de 18 de fevereiro de 2013
 
 

Tópico completo

De Utilizador Discussão:MGFE Júnior/Arquivo LQT 1

Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h14min de 17 de agosto de 2016

O Rayton tinha falado para você e eu passarmos no IRC o que acha?

189.60.23.19919h41min de 11 de janeiro de 2013
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h14min de 17 de agosto de 2016

Posso, sim.

Mário Júnior (Discussão)23h40min de 11 de janeiro de 2013
 

Tópico completo

De Wikilivros Discussão:Portal comunitário/LQT Archive 1

Opções de compartilhamento em redes sociais

Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h13min de 17 de agosto de 2016

O texto seguinte foi movido de: Tópico:Wikilivros:Diálogos comunitários/Mas e o sistema de avaliação e premiação?/resposta (4)

(...)

Aproveitando a mesma discussão: se repararem, muitos sites que abordam conteúdo didático tem um espaço destinado aos comentários via redes sociais (principalmente facebook) e um link "curtir". Talvez isso incomode os mais conservadores das wikis, mas vocês não acham que esta é uma ótima maneira de atrair pessoas? Vejam só, um leitor acessa uma de nossas páginas, gosta do que lê, e publica na rede social que acessa, através dos comentários. Seus amigos da rede verão o comentário, e talvez alguns destes acabem acessando e comentando, e assim sucessivamente (sem falar que é uma boa maneira de termos críticas e melhorar o projeto). Proporcionalmente, aumentaria o número de editores. É claro que aqui existem as páginas de discussão, mas não trazem os mesmos benefícios. Lembrem que precisamos urgentemente de novos editores, o projeto está longíssimo do ritmo de alguns anos atrás. Enfim, é possível trazer esta ferramenta para cá? O que acham dela?

Mário Júnior (Discussão) 16h02min de 5 de janeiro de 201312h56min de 10 de janeiro de 2013
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h13min de 17 de agosto de 2016

O texto seguinte foi movido de: Tópico:Wikilivros:Diálogos comunitários/Mas e o sistema de avaliação e premiação?/resposta (5)

(...)

Sobre as redes sociais achei a ideia excelente além de atrair novos membros resolve a questão da solução de exercício. Hoje se alguém tiver dificuldades mandamos-o para yahoo resposta, ou seja, afastamos os leitores do site e isso é a pior coisa que podemos fazer. Para mim ao acessar o wikilivros você só deveria ser levado a outra wiki.

Sobre a implantação desse sistema alguém pode comentar?

Analfabeta 10h43min de 6 de janeiro de 201312h59min de 10 de janeiro de 2013
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h13min de 17 de agosto de 2016

Fazendo uma rápida pesquisa no google, encontra-se o seguinte site que dá informações sobre isto: [1]. Agora nos resta saber se é possível.

Mário Júnior (Discussão)20h53min de 7 de janeiro de 2013
Editado por 2 outros utilizadores.
Última edição: 08h13min de 17 de agosto de 2016

Tinha pensado em like e comentários, além de integração com google+(acho que deveria existir espaço para os dois, já que são as principais redes sociais)

Enfim alguém discorda?

Aproveitando eu vi que a algum tempo eu havia falado sobre a criação de uma tutoria para podermos manter um maior número de usuários novos ativos.

Analfabeta02h16min de 8 de janeiro de 2013
 
 
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h13min de 17 de agosto de 2016

Como já disse em uma proposta similar feita recentemente na Wikipédia:

Helder13h05min de 10 de janeiro de 2013
Editado por 2 outros utilizadores.
Última edição: 08h13min de 17 de agosto de 2016

Parece que na Wikipedia portuguesa não gostaram muito da proposta. Talvez porque achem que já têm editores suficientes (o que não justifica), e assim, não é necessário. Como eu disse antes, tal ferramenta é bastante diferente e poderia perturbar os mais conservadores - e digo que, com o passar do tempo, tudo muda e devemos nos adaptar. Dou ênfase ainda, que talvez "diferentes" da wikipedia, nos precisamos de editores, e por isso, eu apoio totalmente a ideia.

Além disso, havendo iniciativa em um projeto, nos demais projetos pensarão também nesta questão, sem dúvida.

Mário Júnior (Discussão)14h58min de 10 de janeiro de 2013
Editado por 2 outros utilizadores.
Última edição: 08h13min de 17 de agosto de 2016

Fiz um apanhado geral das principais críticas e desenvolvi meu racíocionio sobre elas

1. Privacidade

Em primeiro ponto entendo o que diz sobre privacidade, entretanto acredito que a maioria aqui já teve sua conta no orkut e hoje tem no facebook (uns raros no google+). Todos sabem do problemas de privacidade em relação as publicidades e o gmail, mas não migramos para outras empresas, ou seja, aceitamos da forma que está.

Por isso digo se é opção do usuário abrir mão de sua privacidade quem somos nós para dizer que não se se exporá aqui ou em outro site não haverá tanta diferença. Me preocupa muito mais uma imagem ou um video postado que se abre mão dos direitos autorais a empresa do que um comentário aqui.

Por fim ninguém(talvez esteja exagerando 99% seria melhor) criará uma conta somente para postar aqui. Mesmo que a pessoa criou e passou a usar

Contudo realmente é uma questão importante e que possa ser ignorada de todos os pontos que vejo para se opor esse foi o que me fez refletir mais quando o Helder levantou a questão. Por falar nisso Helder você não se posicionou nem aqui nem na wikipédia .

2. Wikipédia é livre

Bem não sou a melhor para falar para muitos aqui provavelmente que não contam com mesma opnião de ser livre. Mas não vejo nehum problema em nos associarmos com uma empresa com fins lucrativos o w:Ubuntu é a maior prova disso w:Canonical Ltd.. Além disso cito Heads up: Wikipedia on Facebook(em inglês)

Pontos que me oponho e que vi na discussão

  • Medir a qualidade por like(não foi bem proposto só já adiataram que eram contra...)
  • Wikipédia em iglês(repito não critico a opnião dos autores)

3. Wikipédia não é uma rede social, tem objectivos fundamentalmente diferentes

Usando o mesmo argumento da anglofonica The New York Times não é rede social, mas tem esse recurso.

4. Ligação da conta das wikis ao facebook

Bem essa para mim tem haver com privacidade. Eu mesma não utilizarei desse serviço e não utilizo em outros sites por achar que "expõe" demais a pessoa. Entretanto se a pessoa quiser não vejo problema, se o usuário que adotar seu nome real e se identificar é uma opção dele, mas isso varia de cada de toda forma uma aviso deve ser dado a pessoa junto com a privacidade.

5. (meu inglês não é muito bom isso foi o que entendi) Aumento de vandalismo e VDAs

Sinceramente alguém teria que me explicar por que não entendi a relação e estou com dificuldades para entender o que ele escreveu.

6. Estética

7. Distração para editores

Depois eu termino...

Acho que o beneficio de possivelmente atrair mais editores supera esse problemas.

Helder só teria por meio de gadget (isso bloqueia IPs) aproveitando Ips na opnião de vocês deveria ter acesso (volto a dizer a privacidade me preocupa mais). Entretanto acho que eles seriam os que mais usariam o serviço (discordam?) Obs: Mais uma vez trazem a ideia do like como avaliação que me oponho.

Problemas se abrirmos comentários-há como controlar(apagar)- mas quando deveriamos intervir?


Também gostaria de saber o número de acesso teria que ser uma rede social com 25 30 % de todos os usuários de rede social do globo...(Isso para não terem que mecher muito se isso vier a virá uma política- seria atualizável mais fácil com esse mecanismo)

Acho que a discussão derveria girar agora em torno de seria opcional ter ou não ter.

  • Ips teriam acesso?
    • Teria que criar uma conta para me livrar disso?
  • Contas registradas veriam a opção automaticamente (link ao lado para desativar)?
  • Contas teriam que habilitar manualmente?
Analfabeta21h42min de 10 de janeiro de 2013
Editado por 2 outros utilizadores.
Última edição: 08h13min de 17 de agosto de 2016

Creio que, se for para valer somente a utilizadores registrados, nem devemos nos dar o trabalho de fazê-lo. Não são muitas pessoas que têm conta, e a maioria dos que têm, nem as usa. A maior parte dos leitores daqui não tem registro.

Quanto o uso de likes para avaliação, não acho muito interessante, pois o que mais seria levado em conta é a quantidade de acessos (uma página com mais visualizações teria mais likes, independentemente de sua qualidade).

Também acho bom que os utilizadores registrados possam ter o poder de apagar um comentário indesejável, afinal, fazer uma crítica é diferente de ser desrespeituoso. Não gostei da ligação das contas daqui com as das redes sociais. Quem quer fazê-la, faça-a!

Só para constatar, vocês não acham desagradável certos links que aparecem em certas palavras (como dinheiro, trabalho, conta, salário, e semelhantes)? Em quase todas as vezes que escrevo a palavra trabalho - no wikilivro de física - a propaganda aparece. Por que isto está aparecendo? É possível retirar?

Mário Júnior (Discussão)03h57min de 11 de janeiro de 2013
Editado por 2 outros utilizadores.
Última edição: 08h13min de 17 de agosto de 2016

Pode ser alguma extensão do navegador. Eu tive um problema semelhante a algum tempo, ele pode aparecer quando você instala um programa e ele vem junto. Enfim é uma praga para tirar normalmente, para ser mais rápido só troca o navegador que pode ser que pare(solução pale-ativa)

Agora o Ip continuo refletindo acho que tem de haver um aviso de privacidade e uma forma de ocultar caso se tenha uma conta.

Helder isso é possível?

Sobre o like também não sou a favor. Basicamente seria uma estrutura para divulgar(comentário e like) e abrir espaço para comentários que não envolvam a edição do módulo na nossa própia página(comentário).

Analfabeta11h41min de 11 de janeiro de 2013
 
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h14min de 17 de agosto de 2016

O recurso não pode ser ativado por padrão (nem para IPs nem para registrados) pois isso viola a política de privacidade da WMF (ver detalhes). Eu sou indiferente a criação do gadget com o código do TheDJ, caso haja interessados em utilizá-lo (mas eu não vou testar), desde que a descrição explicite que isso invalidará a parte da política de privacidade que diz respeito a isso (ou seja, concordo com o que Anomie disse na enwiki.

Quanto aos comentários deixados por meio desse sistema, pelo que sei eles ficariam no Facebook, não nas wikis, logo os usuários (administradores, etc...) da wiki não teria qualquer controle sobre os mesmos (mesmo que quisessem apagar/bloquear/etc...)

Helder12h31min de 15 de janeiro de 2013
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h14min de 17 de agosto de 2016

Da uma olhada em: http://www.melhorweb.com.br/artigo/334-Como-moderar-o-plugin-de-comentarios-do-Facebook.htm

Não entendi a edição no meu comentário, como assim link não seguro(era o da en.wiki?).

Como eu já havia dito é preocupante a questão da privacidade, poderíamos deixar pelo menos os comentários visíveis a todos ou adicionar uma nota avisando de sua disponibilidade?

Analfabeta20h17min de 15 de janeiro de 2013
 
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h14min de 17 de agosto de 2016

Helder, e quanto aos comentários, é possível serem ativados por padrão?

Mário Júnior (Discussão)14h37min de 18 de janeiro de 2013
Editado por 2 outros utilizadores.
Última edição: 08h14min de 17 de agosto de 2016

Citação: Mas para ter certeza só perguntando para os desenvolvedores do MediaWiki... (ou no mínimo na Wikipédia inglesa, em que há outras pessoas bem informadas a respeito disso). escreveu: «Helder»

189.60.19.8720h19min de 19 de janeiro de 2013
 
 
 
 
 
 

Tópico completo

De Utilizador Discussão:Analfabeta/Arquivo LQT 1

RE: Tradução de livro

Editado por 2 outros utilizadores.
Última edição: 08h13min de 17 de agosto de 2016

Desculpe responder a discussão alheia, mas acho que não pode pôr esse livro aqui diretamente no Introdução à física por uma questão de insuficiência matemática. Esse livro em questão é baseado em Cálculo infinitesimal e a introdução não pode(na minha opinião) conter tais elementos.

Outra coisa, se quiser algo para se basear na hora de criar o índice de mecânica, pode usar esse cpa que eu fiz... E tem esse resumo também.

Estão meio incompletos ainda, mas talvez possam ajudar.

Assim que puder comento lá no tópico do fair use...

Com os melhores cumprimentos.

Raylton P. Sousa qualquer coisa estou aqui! =D12h30min de 20 de dezembro de 2012
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h13min de 17 de agosto de 2016

Eu tinha pensado em só trazer os textos que explicam conteúdo sem o uso de cálculo e fazer uma seleção nos exercícios, mas agora pensando talvez seja melhor traduzir somente deixando cada macaco no seu galho...

Sobre cpa sinto falta de conteúdos olímpicos, ime, ita...

Analfabeta12h44min de 20 de dezembro de 2012
 
Editado por 2 outros utilizadores.
Última edição: 08h13min de 17 de agosto de 2016

Também não querendo me intrometer, mas já me metendo, uma das coisas que sinti falta ao criar Introdução à física/Dinâmica/Decomposição de vetores foi uma explicação simplificada das arc-funções (que se utilizam para ângulos em evidência). A única página que as cita no projeto é Cálculo (Volume 1)/Análise de funções elementares (2), que abrange um conteúdo super avançado. Vocês acham que é muito ruim criar uma página no Introdução à física contendo algumas noções básicas de trigonometria?

Mário Júnior (Discussão)15h33min de 20 de dezembro de 2012
Editado por 2 outros utilizadores.
Última edição: 08h13min de 17 de agosto de 2016

Depende

O foco do livro é ensino médio, geralmente temos 2 linhas

3 anos:

  • 1 ano-Introdução a vetores e Cinemática(diferentemente do livro sem leis de newton nem nada) e termodinâmica(dependendo introdução a optica e/ou introdução a ondulatória(podendo chegar a metade do conteúdo)
  • 2 ano-Dinâmica, estática, hidrodinâmica e optica
  • 3 ano-Elétrica e revisão de mecânica, MHS e ondulatória

Há colégios que adiantam a matéria do 2 no 3. Trigonometria é matéria de 1 ano nos colégios que eu conheço fiz essa listagem basendo em 4 colégios do Rio e 1 paulista.

Entretanto o livro do Ramalho que é um dos mais difundidos(número de vendas) atualmente(apesar de meus dois ex-professores dizerem que era horrível era até adotado na minha escola) diz que mecânica deveria ser 1 ano termologia e optica 2 e elétrica 3. Entretanto não sei se alguma escola adota isso, por acelerar demais os conteúdos e deixar pouca mecânica no final...

Enfim se for para cinemática ou vetores sou contra...

Se se lembrarem da sua época de escola...

Geralmente existem 2 saídas ou a escola deixa matemática dar essa parte de vetores(meu professor comentou que trabalhava em 2 escolas assim) ou dar somente noções básicas(regra do paralelogramo e lei dos cossenos e deixar o resto para álgebra linear)

Analfabeta20h29min de 20 de dezembro de 2012
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h13min de 17 de agosto de 2016

Eu realmente acho que na maioria das escolas nem se estuda as arc-funções, e não sei vai muito profundo nas funções trigonométricas, e é com isto que me preocupo (e como eu disse, não há página alguma no projeto que explique tal conteúdo, por exceção da página no livro de cálculo).

Somente para fins comparativos, na minha escola é assim:

  • 1° ano - mecânica (exceto MHS, estática e mecânica dos fluídos);
  • 2° ano - estática, mecânica dos fluidos, termodinâmica e óptica;
  • 3° ano - o restante.
Mário Júnior (Discussão)22h00min de 20 de dezembro de 2012
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h13min de 17 de agosto de 2016

Se você estiver falando de funções arco cosseno, arco tangente... na minha houve um trabalho especial no 3 ano, geralmente se volta e dá uma profundidade maior no 3 ano quando é revisada a matéria toda...

Isso acaba por atrapalhar, mas conhecimentos básicos o aluno tem resolver lei dos cossenos, lei dos senos, equações simples trigonométricas é essencial.

Talvez depois poderíamos criar física para 9 e 8 mais simples, mas acho que deve ser dado do simples à forma complexa mesmo. Algo que deixe o aluno que entre no 1 ano e chegue para resolver a OBF, entende?

O ideal seria fazer seções dentro dos módulos aprofundando quando crescer demais como esse. Entretanto nesse caso específico não gostei do tamanho, pois esse assunto é mais matemática que física assim como derivada e integral é usada na física, mas nenhum professor física ensina derivada profundo no ensino médio(tive no máximo 3 ou 4 aulas sobre isso...). O que eu quero dizer você não tem ou deve tentar ensinar álgebra linear em um módulo deixe isso para a matemática(para se ter uma ideia recebi só desse assunto sem exercício umas 15 folhas de teoria) não há menor condição de passar toda teoria deve-se dar somente os instrumentos essenciais resumindo e voltar rapidamente para física. Entretanto isso não significa encolher demais e faltar ferramentas.

Depois eu dou uma olhada.

Analfabeta22h39min de 20 de dezembro de 2012
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h13min de 17 de agosto de 2016

Sim, concordo contigo que isto é assunto da matemática, e não da física, mas o problema é que é muito pouco abordado nas escolas (bem como você mencionou) e eu nem posso utilizar algum link para alguma página do projeto (simplismente porque a única página existente no projeto é de um wikilivro para universitários), então eu pensei em abordar o básico sobre as funções da trigonometria.

Mário Júnior (Discussão)23h40min de 20 de dezembro de 2012
 
 
 
 
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h13min de 17 de agosto de 2016

Aproveitando o diálogo, vocês dois poderiam opinar?

Mário Júnior (Discussão)06h07min de 31 de dezembro de 2012
 
Primeira página
Primeira página
Página anterior
Página anterior
Última página
Última página