Logística/Movimentação de materiais/Classificação dos equipamentos de movimentação de material

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Nas empresas de fabrico, a utilização de diversos equipamentos de movimentação de materiais constituem um sistema de movimentação de material. Analogamente, se considerarmos o material como o sangue de uma empresa de fabrico, então os sistemas de movimentação de materiais são os vasos sanguíneos que transportam o sangue para as essenciais partes do corpo (Taylor, 2009, p. 7-9).

A utilização de equipamentos de movimentação de materiais tem como objectivo fornecer apoio na carga e descarga de materiais durante o seu processo de fabricação, armazenagem e expedição (Sople, 2007, p. 3).

A escolha de equipamentos especializados de movimentação de material encontra-se confrontada com diversos factores a serem considerados pela empresa, tais como: tamanho, volume das cargas, forma, peso, custos e velocidade (Taylor, 2009, p. 7-9).

A criação e desenvolvimento contínuo de novos equipamentos de movimentação de materiais, torna difícil a classificação e descrição dos diversos equipamentos existentes. Segundo Ray (Ray, 2008, p. 29) e Taylor (Taylor, 2009, p. 7-9), existem diversos tipos elementares de equipamentos de movimentação de materiais. São eles:

  • Contentores;
  • Equipamentos de transporte (Conveyors);
  • Equipamentos de elevação;
  • Equipamentos de materiais a granel;
  • Equipamentos de paletização (Palletizers);
  • Robots;
  • Veiculos industriais;
  • Veículos guiados automaticamente (AGVs);
  • Sistemas de Recuperação e Armazenamento Automatizados (AS/RS);
  • Equipamento auxiliares.

Contentores[editar | editar código-fonte]

Inclui todos os tipos de equipamentos secundários e auxiliares que são utilizados para a armazenagem, unitização de cargas e movimentação de materiais (Ray, 2008, p. 30).

Equipamentos de transporte[editar | editar código-fonte]

Os equipamentos de transporte (conveyors) são equipamentos imóveis e são usados para transportar material a granel, unidades de carga (Ray, 2008, p. 30), material de grandes dimensões ou que possuem tamanho e forma uniforme, de forma continua ou periódica (Taylor, 2009, p. 7-9).

Equipamentos de elevação[editar | editar código-fonte]

Estes equipamentos de movimentação de material utilizam o espaço aéreo da instalação. A movimentação do material no espaço aéreo não afectará os processos de produção da fábrica, nem os seus operadores (Taylor, 2009, p. 7-9), e são utilizados para levantar, movimentar e assentar unidades de carga, dependendo do alcance do equipamento, onde a principal função é a transferência de materiais (Ray, 2008, p. 30).

Equipamentos de movimentação de material a granel[editar | editar código-fonte]

Equipamentos utilizados em grandes processos industriais e projectos de construção. Geralmente, são equipamentos pesados e de elevadas proporções, e que são utilizados para a manipulação, movimentação e armazenagem de grande quantidade de material a granel.

Equipamentos de paletização[editar | editar código-fonte]

As Paletizadoras são utilizadas para paletizar itens, provenientes da linha de produção ou de montagem, e tem como função conceber unidades de carga, em conjunto com equipamentos de armazenagem de cargas (por exemplo: paletes). (Taylor, 2009, p. 7-11). As Paletizadores são tipicamente equipamentos automatizados de alta velocidade, que possuem uma interface de controlo acessível para que os operadores possam facilmente controlá-los.

Robots[editar | editar código-fonte]

Os robots são outro tipo de equipamento automatizados utilizado em muitas fases da movimentação de materiais. Os avanços na tecnologia robótica têm permitido a realização de diversas tarefas de produção, transporte e empacotamento (Olson, 1998, p. 325). Grande parte da utilização de equipamentos robóticos nos processos industriais deve-se ao facto de ser usados em processos repetitivos e monótonos, e em tarefas minuciosas que necessitem de precisão. Também podem ser utilizados em ambientes perigosos que não são adequados para operadores humanos (Sople, 2007, p. 4).

Veículos industriais[editar | editar código-fonte]

Podem ser equipamentos manuais ou motorizados de movimentação de unidades de carga, onde a função principal é manobra e transporte de materiais (Ray, 2008, p. 29). Estes equipamentos movem-se juntamente com a carga, de um ponto a um outro, através de uma via plana ou inclinada. Esta classificação exclui os veículos rodoviários e ferroviários, transportadoras marítimas e aeronaves.

Sistemas de Recuperação e Armazenamento Automatizados (AS/RS, em ingles)[editar | editar código-fonte]

Os sistemas de recuperação e armazenamento automatizados são usados para depositar e recuperar automaticamente cargas em localizações específicas. O nível de complexidade deste tipo de sistemas é amplo. (Sople, 2007, p. 3). Se o equipamento utilizado for altamente automatizado, então é designado como um sistema de recuperação e armazenamento automatizado (AS/RS) (Taylor, 2009, p. 7-12).

Veículos guiados automaticamente (AGVs)[editar | editar código-fonte]

Os veículos guiados automaticamente (AGV, em ingles) são equipamentos de movimentação de material automáticos que são usados para movimentar materiais entre postos de produção ou de armazenagem, sem a intervenção manual do operador (Olson, 1998, p. 322). Estes equipamentos são controlados por um computador central ou por um computador de bordo. A condução destes veículos pode ser realizada por cabos escondidos no chão, ou por um sistema óptico de condução (Sople, 2007, p. 4).

Equipamentos Auxiliares[editar | editar código-fonte]

Existe um grande número de equipamentos e acessórios que não se integram nos grupos acima referidos, mas que são frequentemente utilizados de forma independente ou em conjunto com outros equipamentos de movimentação de materiais (Ray, 2008, p. 30).