Utilizador:Rita C Silva/Logística/Manutenção de instalações/Manutenção industrial/Introdução

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A integração da manutenção na produção industrial, é uma proposta que hoje em dia, desperta o interesse de muitas organizações. Com a crescente aposta na manutenção industrial, o conceito é valorizado.


Dentro das funções administrativas e operacionais de uma empresa, as mais relevantes são a produção e manutenção, já que ambas têm a missão de manter o funcionamento e a melhoria da infra-estrutura produtiva da organização. Em conjunto, têm que entregar os produtos ou serviços no tempo estabelecido, com a qualidade solicitada e a quantidade planeada. Em outras palavras, fala-se de confiabilidade do sistema produtivo, disponibilidade dos equipamentos, elevada manutenção e segurança do pessoal e ambiente. (Fuentes, 2006, p. 18)

Para manter os níveis de produção óptimizados e eficientes, a manutenção industrial tem que assumir uma particular relevância nas empresas pois, desta depende, a qualidade operacional dos equipamentos, e a eliminação de um grande número máximo de defeitos durante a produção.



Quanto à estrutura da manutenção, esta pode ser, por exemplo, centralizada ou descentralizada. Na manutenção centralizada as operações são planeadas e dirigidas por um único departamento, deseignado Departamento de manutenção. Internamente são organizadas equipas ou sectores, consoante a dimensão e o tipo de produção da fábrica. Na manutenção descentralizada, ocorre a formação de equipas de manutenção especializadas em diferentes áreas (eléctrica, electrónica, mecânica, hidráulica, pneumática, instrumentação,etc) que ficam sob os cuidados dos sectores produtivos correspondentes. Neste tipo de estrutura descentralizada, a fábrica não apresenta um gerente de manutenção, mas vários gerentes responsáveis por cada área.


Fontes desta secção:

  • FUENTES, Fernando Félix - Metodologia para inovação da gestão de manutenção industrial. Florianópolis, 2006. Tese apresentada à Univ. Federal de Santa Catarina.Disponível em http://www.tede.ufsc.br/teses/PEMC0934.pdf [consultado em 04.03.10]