Logística/Sistemas de informação/Indicadores de desempenho

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Etapas de desenvolvimento - 9 fases
Início: 0de8.svg Básico: 1de8.svg Criação: 2de8.svg Desenvolvimento: 3de8.svg Maturação: 4de8.svg Revisão: 5de8.svg Desenvolvido: 6de8.svg Finalização: 7de8.svg Abrangente: 8de8.svg

Certa vez um esperançoso vendedor perguntou a um comprador de uma fábrica metalúrgica, «Que tipo de brocas é que precisa na sua empresa?», ao que o comprador respondeu: «Eu não preciso de broca nenhumas, o que eu preciso é de buracos!»

Do mesmo modo, engenheiros e gestores ao considerarem a aquisição de equipamentos e sistemas de movimentação de material devem perceber que o que devem realmente comprar é maior produtividade. A natureza de um sistema de movimentação de material – quer se trate de camiões, transportadores, guindastes ou outros tipos de equipamentos – é a de um meio para um fim, e esse fim é melhor produtividade. Assim, qualquer avaliação de planos alternativos de movimentação de material deve de considerar como cada alternativa irá afectar a produtividade da instalação ou operação a que se destina.

A necessidade de melhorar a produtividade tornou-se uma questão importante na indústria e promete ser uma preocupação constante. À medida que os recursos disponíveis e localizações desejáveis são cada vez mais limitados, a necessidade de «obter o máximo com o que se tem» torna-se uma necessidade. Qualquer sistema dentro de uma fábrica deve de trabalhar de forma eficiente de modo a reduzir o custo de produção e ser competitivo.

Alguns indicadores de desempenho relacionados com a configuração das instalações e actividades de movimentação de material são usados como medidas de desenvolvimento de um sistema. Estes indicadores podem ser calculados para diversos tipos de configurações apresentados em tabelas para ajudar a determinar qual a melhor configuração, e sugere, quais os desempenhos que devem de ser monitorizados nas operações de movimentação de material. Esses indicadores não constituem uma lista exaustiva e uma organização pode desenvolver outros indicadores que identifiquem mais claramente os factores com que se preocupa e que mais adequados às situações específicas de uma fábrica ou indústria.

Há poucos valores padrão e aceitáveis para esses indicadores, ao nível da indústria, que possam ser comparados com os obtidos numa empresa em particular, ainda que esteja a ser efectuado trabalho por algumas sociedades e associações profissionais para desenvolver padrões de produtividade. Esses indicadores podem ser mais úteis para estabelecer tendências e identificar a necessidade de medidas correctivas, uma vez que podem fornecer informações úteis de forma contínua sobre o desempenho do sistema. As comparações também podem ser feitas com outras fábricas da mesma indústria, ou em instalações onde são efectuadas operações semelhantes de movimentação de material.

É necessário ter o cuidado de assegurar que os indicadores de desempenho utilizados são razoáveis e reflectem um desempenho positivo. Alguns indicadores de desempenho são realizados com uma estratégia de curto prazo, o que é desvantajoso para uma organização cujo seu ponto de vista seja de longo prazo. As decisões importantes a ser realizadas numa empresa devem de ter em conta os indicadores de desempenho.

Os dados necessários para calcular os indicadores de desempenho devem estar prontamente disponíveis, como tal inicialmente a recolha de informação pode dar alguns problemas. A cooperação interdepartamental é essencial na formação e recolha de dados para que sejam superadas as dificuldades iniciais de identificar e quantificar as informações necessárias para o cálculo dos indicadores de desempenho. O processo de recolha de dados é um contributo para os profissionais movimentação de material de maneira que os auxilia a identificar problemas associados às operações e instalações numa área de produção.

A monitorização periódica dos indicadores de desempenho é efectuada para confirmar se valores estão dentro do aceitável. Qualquer grande flutuação de período para período é um sinal claro de que o sistema está a funcionar com problemas e que precisa de uma investigação e controlo. O desempenho de um sistema depois de instalado e posto a funcionar é verificado analisando as tendências, ou mudanças dos indicadores de desempenho. Se os aumentos de desempenho são alcançados, o sistema é considerado como cumprindo os objectivos. Caso contrário, a limpeza ou modificação do sistema é necessário para atingir os níveis desejados de desempenho.

A movimentação de material não pode ter soluções «tapa buracos», têm de ser medidas que tenham a capacidade de resolver um problema imediato através da instalação de um equipamento. De modo contrário, devem ser assentes numa abordagem sistemática e utilizar um sistema sólido de pensamentos.


  1. 7de8.svg Valor Económico Acrescentado (EVA)
  2. 7de8.svg Indicadores AECOC
  3. 7de8.svg Taxa de rotação dos stocks
  4. 7de8.svg Indicadores de utilização de recursos: pessoas
    1. 7de8.svg Mão de obra na movimentação de materiais
    2. 7de8.svg Mão de obra directa na movimentação de materiais
    3. 7de8.svg Perda de mão de obra directa em movimentações
  5. 3de8.svg Indicadores de utilização de recursos: equipamentos
    1. 2de8.svg Utilização de equipamento
    2. 3de8.svg Percentagem de ocupação
    3. 2de8.svg Disponibilidade
    4. 2de8.svg Flexibilidade da linha de produção
    5. 2de8.svg Flexibilidade do posto de trabalho
  6. 2de8.svg Indicadores de controlo de gestão: movimento
    1. 2de8.svg Movimento por operação
    2. Distância média por movimento