Piratas/Artigos Piratas

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Searchtool.svg Este módulo precisa ser revisado por alguém que conheça o assunto (discuta).

Artigos piratas
[editar | editar código-fonte]

Os artigos piratas eram o seu regulamento. Os capitães piratas tinham de seguir este regulamento à risca, pois a sua tripulação poderia revoltar-se contra o seu capitão, por exemplo, deixando-o numa ilha deserta, só com uma bala e pouco mais (tal como aconteceu no filme Piratas do Caríbe 1, em que Jack Sparrow foi deixado numa pequena ilha deserta).

Observações: Estes artigos foram escritos por Bartholomew Roberts. Os capitães piratas respeitavam este Código. Mas, você também poderá encontrar estes artigos noutras fontes, numa ordem diferente.

I[editar | editar código-fonte]

Todos os homens têm voto nos assuntos do momento e têm igual direito a provisões frescas ou a licores fortes, a qualquer momento desejado e podem usá-los a seu bel-prazer, a não ser que escassez torne necessário, para o bem de todos, votar o racionamento.

II[editar | editar código-fonte]

Todos os homens só têm de ser chamados no seu turno, seguindo a lista, pois eles podem, nos seus turnos, descansar e fazer algo livremente, mas se eles defraudarem a Companhia no valor de um dólar no prato, jóias ou dinheiro, têm o castigo de serem abandonados numa ilha deserta. Se o roubo ocorrer apenas para com qualquer outro marinheiro da tripulação, eles contentam-se cortando as orelhas e o nariz ao culpado, e deixando-o numa costa inabitada, não num sítio qualquer, mas num sítio onde navios o possam encontrar.

III[editar | editar código-fonte]

Nenhuma pessoa pode jogar às cartas ou aos dados por dinheiro.

IV[editar | editar código-fonte]

As luzes e as velas têm de ser apagadas às oito horas da noite. Se alguém da tripulação, depois dessa hora querer continuar a beber, terá de o fazer no convés.

V[editar | editar código-fonte]

Têm de manter as suas peças, pistolas, e restantes armas limpas e prontas para batalhar.

VI[editar | editar código-fonte]

Nenhum rapaz ou mulher é permitido(a) estar entre homens. Se algum homem for encontrado a seduzir ou a fazer sexo, e levá-la até ao mar, disfarçando, ele sofrerá ate morte.

VII[editar | editar código-fonte]

Quem abandonar o seu navio ou o posto de combate, deverá ser castigado com a morte ou ser abandonado numa ilha deserta.

VIII[editar | editar código-fonte]

A lei de parley so usa-se por capitães em situação de risco , as disputas de todos os homens devem ser terminadas em terra com os alfange.

IX[editar | editar código-fonte]

Nenhum homem pode falar em desistir da vida de pirata, sem antes ter partilhado 1.000 libras (£1.000 ou 1.000 libras, é o equivalente a cerca de 1.473€). Se para isso, algum homem tiver de perder um membro, ou tornar-se incapacitado para o seu serviço, ele teria de ter 800 dólares (cerca de 628,61€), fora do armazenamento público, e por ferimentos, proporcionalmente.

X[editar | editar código-fonte]

O capitão e o contramestre têm de receber dois quinhões do saque. O imediato, o mestre, o oficial e o homem de armas, um quinhão e meio, e outros oficiais, um quinhão e um quarto.

XI[editar | editar código-fonte]

Os músicos podem descansar no dia religioso de Sabbath (Sábado entre os judeus, Domingo entre os cristãos), apenas à noite, mas nos outros seis dias e noites, não poderão descansar sem um favor especial.