Critérios

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h08min de 17 de agosto de 2016

Só para incrementar: Citação: Marcos, neste tópico escreveu: «O que acontece muito freqüentemente é que as pessoas se deparam com o wikilivros e pensam que é o local ideal para escreverem seu Romance, ou sua Poesia, etc... Ou seja, os textos fictícios que abrigamos aqui devem ser "recortes" de obras fictícias, mas que devem ser usadas como material de apoio ao conteúdo didático do livro onde está escrito. A obra de ficção não pode ser o tema principal do livro e sim apenas um material para ilustrações, exercícios, etc... » (negritos meus)

Helder11h34min de 9 de novembro de 2010
Editado por 2 outros utilizadores.
Última edição: 08h08min de 17 de agosto de 2016

E isso referente a quê? Às biografias ou a ficção seria um outro critério? Acho que entendi. Mas acho que esse era um ponto que já tínhamos em acordo, não? Que o Wikilivros não é para obras de ficção.

Claro que há casos limites difíceis de determinar (como o citado Rodolfo e as lagartixas da Alustriel), mas em geral não, porque o que sempre aparece são livros de ficção, tipo cenário medieval, ou poesia.

Jota (Discussão)20h29min de 10 de novembro de 2010
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h08min de 17 de agosto de 2016

Coloquei o trecho anterior principalmente para ressaltar a ideia de que algumas coisas "não pode[m] ser o tema principal do livro e sim apenas um material para ilustrações, exercícios, etc". Isso é o caso não só de "coisas ficcionais" (exemplificado com o das lagartixas), mas também de "exemplos" (exemplificados pelas inúmeras páginas do "construção coletiva"), "listas" (como a de agências do banco do Brasil, sugerida pelo Nevinho), e talvez ainda as "biografias" (ver comentário acima).

Além disso, nem tudo que ensina alguma coisa é didático. Por exemplo, uma lista de presidentes "ensinaria" os nomes dos presidentes, mas seria didática (e portanto aceitável no projeto)?

Helder02h02min de 11 de novembro de 2010
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h08min de 17 de agosto de 2016

Na verdade tudo que ensina alguma é didático mas nem tudo que é didático está dentro do escopo do projeto, por exemplo um livro que fala exatamente sobre um assunto que a Wikipédia já fala com bastante amplitude... ou um livro que divulga uma determinada empresa pode ser considerado fora do escopo (isso não se aplicaria totalmente ao caso da disney pois nesse caso entra o conceito histórico e cultural da industria cinematográfica), enfim...

Raylton P. Sousa qualquer coisa estou aqui! =D23h08min de 16 de novembro de 2010
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h12min de 17 de agosto de 2016

Discordo que tudo que ensina algo seja didático.

Já me deparei com vários livros não didáticos que ensinam algo.

Helder14h31min de 16 de dezembro de 2011