Civilização romana

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Ir para: navegação, pesquisa
Fórum Romano, o epicentro do desenvolvimento de Roma.

A civilização antiga no seu conjunto, tanto grega como romana, assenta numa sociedade urbana. Em Atenas, no século V, os cidadãos reunidos em volta da Acrópole tem mais influência do que os camponeses disseminados pelos demos e se, em Roma, os proprietários camponeses obtiveram durante algum tempo a supremacia, depois da revolução de 509 a.e.c., esta aristocracia rural não tardou a ser absorvida pela cidade. No tempo das guerras púnicas, todos os Romanos que desempenhavam algum papel na vida política e na administração do Estado residiam em Roma. Tratava-se de uma necessidade imposta pela organização da cidade, onde a cidadania se exercia diretamente e não podia ser delegada. Assim, a Cidade (Urbs por excelência) identifica-se com o Estado: podem acrescentar-se ou retirar-se territórios ao Império (imperium Romanum) sem o comprometer; mas o solo da Cidade é intangível e sagrado. Uma tradição muitas vezes afirmada pretende que nunca nenhum invasor conseguiu ocupar a totalidade do solo urbano.Veja mais...

Índice[editar | editar código-fonte]

  1. Introdução
    1. A fundação de Roma
    2. A fundação mítica de Roma
  2. Geografia do Lácio
  3. Agricultura
    1. A quinta romana
    2. A agricultura romana no séc. I a.e.c.
  4. Cotidiano
    1. As virtudes romanas
    2. A educação romana
    3. Paterfamilias
    4. Moradias
  5. Esportes
    1. Jogos gladiatórios
    2. Corridas de quadrigas