Português/Acentuação e sinais auxiliares da escrita/Acento trema

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, que passou a vigorar em 2009 aboliu o uso do trema, porém, continua existindo em nomes estrangeiros e palavras deles derivadas, tal como em Müller e mülleriano.

De acordo com a regra anterior, o trema só se empregava no u. Isso acontecia quando tal letra:

  • vem depois de g ou q e antes de e ou i.
  • é pronunciada.
  • não é a vogal tónica.

Exemplo: tranqüilo.

Nota: No Brasil o trema foi extinto pela reforma ortográfica (Decreto 6583/2008). Em Portugal e no Brasil, o trema se aplica excepcionalmente aos derivados de nomes estrangeiros, como mülleriano.