Logística/Técnicas de previsão/Previsão a longo prazo/Métodos de previsão subjectivos/Pesquisa de mercado/Pesquisa qualitativa

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A pesquisa qualitativa tem como objectivo identificar a percepção dos clientes sem quantificar os mesmos. Baseia-se em avaliações subjectivas, procurando identificar as percepções das pessoas sobre um produto ou serviço, de forma a antever comportamentos e tendências. Dentro da pesquisa qualitativa podemos diferenciar alguns métodos, entre eles o focus group, as entrevistas em profundidade, o consumidor oculto e o teste clínico.

No focus group, os clientes são convidados a participar num grupo de discussão, com moderador. Toda a reunião é gravada, imagem e som, que são posteriormente, analisadas por especialistas, com o intuito de visualizar os sentimentos e as reacções dos clientes, e chegar a conclusões. Esta técnica é usada para avaliar campanhas publicitárias, verificar tendências e simular cenários onde se têm de tomar decisões e avaliar reacções quanto a novos produtos, embalagens e marcas.

As entrevistas em profundidade ou as entrevistas pessoais são das metodologias mais utilizadas na pesquisa qualitativa. Ao contrário do focus group, esta metodologia é direccionada somente para uma pessoa, na qual o entrevistador deverá ser altamente qualificado, uma vez que será o mesmo a efectuar a entrevista e a analisar os resultados. A razão pelo qual se utiliza esta metodologia é o facto de permitir obter informações sobre as expectativas, angústias, incertezas e preocupações sobre um produto ou assunto.

O consumidor oculto é uma técnica no qual um profissional faz o levantamento de dados, testando os produtos ou serviços de uma empresa, passando-se por um cliente. Os principais aspectos a ser avaliados são a qualidade dos processos e serviços, a qualificação, a ética e a motivação de todas as funções ligadas à produção.

No teste clínico, os clientes são entrevistados após terem experimentado ou utilizado um produto ou serviço. Os testes podem ser efectuados em ambientes quotidianos ou em locais especialmente designados para a dita entrevista. Assim sendo, o principal objectivo deste teste é verificar os atributos dos produtos ou serviços, através da reacção imediata do cliente (Azevedo, 2004, p. 6-7).

A pesquisa qualitativa tem vindo a sofrer uma mudança tecnológica que influencia o seu carácter essencial. A partir de meados dos anos 80, os computadores começaram a ser usados nesta técnica, provocando uma mudança na forma como os dados eram analisados. Actualmente, encontra-se disponível uma vasta gama de software, como por exemplo o QDA (qualitative data analysis) ou o CAQDAS (computer-aided qualitative data analysis software) (Flick, 2002, p. 250). Estes factos estão associados a inúmeras vantagens (Flick, 2002, p. 252-253):

  • Maior rapidez na manipulação, gestão, pesquisa e apresentação de dados;
  • Maior qualidade nas pesquisas qualitativas;
  • Maior facilidade nas tomadas de decisões;
  • Maior facilidade na gestão de dados.