Logística/Gestão de armazéns/Modelos de armazenagem

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Etapas de desenvolvimento - 9 fases
Início: 0de8.svg Básico: 1de8.svg Criação: 2de8.svg Desenvolvimento: 3de8.svg Maturação: 4de8.svg Revisão: 5de8.svg Desenvolvido: 6de8.svg Finalização: 7de8.svg Abrangente: 8de8.svg

Nesta secção vão ser analisados quatro modelos de armazenagem: por empilhamento, em profundidade e armazenagem em estantes com profundidade dupla e simples. É usada a seguinte notação (Tompkins et al., 2003, p. 556-558):

= quantidade média de área no chão necessária durante a permanência de um lote no armazém;

= quantidade média de área no chão necessária, com empilhamento e sem stock de segurança;

= tamanho do lote a armazenar, em unidades de carga;

= largura de uma unidade de carga;

= comprimento ou profundidade de uma unidade de carga;

= afastamento lateral entre unidades de carga ou entre uma unidade de carga e uma estante vertical;

= largura da prumada das estantes;

= largura do corredor de armazenagem;

= profundidade do espaço de ventilação entre as traseiras das estantes de armazenagem;

= profundidade de uma fila de armazenagem, em unidades de carga;

= altura da pilha ou níveis de armazenagem, em unidades de carga;

= número de filas de armazenagem necessárias para conterem unidades de carga com empilhamento ou menor inteiro, maior ou igual a ;

= número de filas de armazenagem em profundidade necessárias para unidades de carga ou menor inteiro, maior ou igual a ;

= número médio de filas de armazenagem necessárias durante a permanência de um lote no armazém, com empilhamento;

= número médio de filas de armazenagem em profundidade necessárias durante a permanência de um lote no armazém.


  1. 2de8.svg Armazenagem por empilhamento
  2. 2de8.svg Armazenagem em profundidade
  3. 2de8.svg Estantes para paletes