Línguas do Mundo/Latim

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


locais onde se usa o alfabeto latino hoje em dia


Qual é o sistema de escrita usado nessa língua?[editar | editar código-fonte]

Latim usa o que é chamado hoje de Alfabeto Latino. Esse alfabeto, como muitos historiadores acreditam, foi uma versão modificada do antigo alfabeto grego, que, por sua vez é uma variação da antiga escrita fenícia.

O alfabeto latino é a base da maioria das línguas européias e de muitas outras através do mundo, é por isso que é familiar para você se está lendo isso em português. Uma diferença importante é que no latim clássico não se usa, em geral, letras minúsculas. Outra diferença é que os romanos não usavam as letras J, U e W. Essas letras surgiram depois, como variações do I e V. Por isso, o nome de Júlio César era escrito assim: IVLIVS CAESAR.

Quantas pessoas falam essa língua?[editar | editar código-fonte]

O latim é considerado uma língua morta.

Nesse caso o significado de "língua morta" não é muito claro, mas em geral significa que não há mais ninguém que fale latim como sua língua mãe.

Assim mesmo, é tecnicamente possivel que alguém que aprendeu latim possa falar a língua, mas se considera uma coisa estranha, e normalmente duas pessoas apenas usariam o latim para se comunicar no caso de não terem outra língua em comum.

A língua latina é muitas vezes usada por lingüistas e cientistas. E, na verdade ainda é a língua oficial de um único país: O Vaticano, embora a forma com que a língua é falada seja muito diferente da forma antiga.

Cidade do Vaticano

Algumas pessoas também usam o latim para traduzir escritos romanos ou objetos antigos. Também acontecem Conventiculum (convenções), onde as pessoas podem conversar em latim.

Os linguistas precisam saber latim, porque é uma das raízes de quase todas as modernas línguas européias. Os cientistas usam o latim e o grego para nomear novas espécies ou substâncias químicas.


Onde essa língua é falada?[editar | editar código-fonte]

O latim é a língua oficial do Vaticano, embora seja uma língua considerada extinta. Há 2 000 anos atrás, o latim era falado por todo Império Romano, que, no seu auge ia de Portugal ao Iraque e da Bretanha ao Norte da África. Durante a Idade Média e no início da era moderna, o latim era a língua predominante da Igreja Católica Romana e das universidades da Europa ocidental. Essa ainda é a língua da Igreja Católica Romana.

Muitas palavras latinas e frases ainda são usadas nos campos da ciência, da lei e da medicina. Por exemplo, et cetera vem do latim e significa, "e outras coisas".

Qual é a história dessa língua?[editar | editar código-fonte]

A língua latina é membro da família das línguas itálicas, e seu alfabeto, o alfabeto latino, é baseado no alfabeto Antigo Itálico, que por sua vez é derivado do alfabeto grego.

O alfabeto inglês e português, são ambos baseados no alfabeto latino.

O latim chegou à península itálica no século 9 ou talvez no século 8 AC. trazido pelos migrantes do norte, que se estabeleceram na região do Latium, especificamente na região em volta do Rio Tibre, onde a civilização romana começou a se desenvolver. O latim sofreu influência dos dialetos celtas e da língua não-indo-européia etrusca no norte da Itália e do grego no sul da Itália.

Embora tenha sobrevivido, a literatura latina consiste quase inteiramente do latim clássico, uma língua do século 1 AC, essa língua se transformou no latim vulgar, que é muito diferente do latim clássico na gramática, vocabulário e eventualmente na pronúncia.

Errar é humano

Muito embora o latim tenha permanecido a língua escrita principal do Império Romano, o grego se tornou a língua falada pela elite bem educada, uma vez que a maior parte da literatura estudada pelos romanos era escrita em grego. Na metade oriental do Império Romano, que era o Império Bizantino, o grego eventualmente suplantava o latim, tanto na língua escrita quanto na falada. Na metade ocidental, o latim era a língua principal.


Algumas pessoas famosas que falavam essa língua[editar | editar código-fonte]

  • Julius Caesar — o general famoso, que mais tarde se tornou o primeiro imperador de Roma. Ele escreveu os acontecimentos de todas as suas batalhas em As Guerras da Gália.
  • Suetonius — um historiador que é provavelmente mais famoso por suas biografias, Os Doze Césares, sobre os doze primeiros governantes do Império Romano.
  • Vergilius — um poeta que escreveu A Eneida, um livro sobre a fundação da cidade de Roma (baseado em parte numa lenda).
  • Cicero — provavelmente o maior orador romano, conhecido por seus trabalhos na política e nas leis.
  • Livio — autor de Ab Urbe Condita (desde a fundação da Cidade em tradução literal), uma história de Roma como cidade.
  • Catullus — um poeta que escreveu sobre e para seus amigos, sobre sua namorada, para insultar outras pessoas, ou para desejar condolências.
Virgílio

Quais são as palavras básicas dessa língua que eu posso aprender?[editar | editar código-fonte]

  • Salvē/salvete — Oi [se você está falando oi para mais de uma pessoa você diz salvete]
  • bonum diem – bom dia
  • bonam vesperum – boa tarde
  • bonam noctem – boa noite
  • valē/valete — tchau [se você está falando tchau para mais de uma pessoa você diz valete]
  • ut vales ? – como vai você ?
  • bene valeo – eu vou bem, obrigado
  • optime - ótimo
  • satis bene – muito bem
  • non ita bene – não muito bem
  • pessime - péssimo
  • quod nomen tibi est ? qual é o seu nome ?
  • mihi nomen est – meu nome é [escreva seu nome]
  • quod est nomen amicae meae? – qual é o nome do meu amigo?
  • nomen meum – meu nome
  • nomen tuum – seu nome
  • nomen eius – o nome dele/dela
  • nomina eorum – os nomes deles
  • amicus meus est – ele é meu amigo
  • amica mea – minha amiga
  • carpe diem – aproveite o dia
  • quis? - quem?
  • hic puer – esse menino
  • haec puella – essa menina
  • et tibi? – e você?
  • quis est hic/haec – quem é esse (menino/menina)?
  • quod ... est? – o que é ... ?
  • quae ... sunt? – o que são ...?
  • ita est ! – então é isso/sim
  • non - não
  • sed - mas
  • sunt - (eles) são
  • unde venis? – de onde você vem ?
  • ubi habitas? – onde você mora?
  • habito(in) – eu moro em
  • loquor – eu falo
  • scio – eu sei (como)
  • scisne loqui ... ? – você pode falar ...?
  • paulum – um pouco
inscrição na porta da Igreja Saint-Benoît – Istambul
  • Veni, vidi, vici — vim, vi e venci
  • Per Ardua, ad Astra — através do trabalho duro, rumo às estrelas
  • Exempli Gratia — graças ao exemplo, um exemplo
  • Id Est — é isso
  • Nota Bene — note bem
  • Et — e
  • Tu — você
  • Quid tibi nomen est? — qual é o seu nome?
  • Mihi nomen est Paulum. — meu nome é Paulo.
  • Unde venis? — de onde você vem?
  • E Britannia venio. — eu venho da Bretanha.
  • Gratias (tibi) ago. — obrigado
  • Et cetera (em português escrevemos "etc.") — e outras coisas
  • Purgamentum — lixo
  • Cave Canem — cuidado com o cão
  • Vox Populi — a voz do povo

Qual é uma pequena música/poema/história que eu posso aprender nessa língua ?[editar | editar código-fonte]

O poeta Ovídio foi banido de Roma em 8 AD por Augustus, sobrinho neto de Julius Caesar. Abaixo temos as duas primeiras linhas do poema Tristia (significa "Tristezas"), que Ovídio escreveu para expressar sua tristeza pelo seu banimento.

Em latim:

Parue — nec inuideo — sine me, liber, ibis in urbem:
ei mihi, quod domino non licet ire tuo!

Em português:

Você irá, meu livrinho, sem mim para a cidade, mas eu não o invejo.
Vá — vá para a cidade proibida para mim — proibida para seu mestre.

Essa canção foi escrita por um poeta desconhecido do século 16 e era popular entre os estudantes há algum tempo atrás, quando todo mundo tinha que aprender latim na escola:


Em latim:

Flevit lepus parvulus
clamans altis vocibus:
Quid feci hominibus,
quod me sequuntur canibus?
Neque in horto fui
neque holus comedi.


Em português:

O coelhinho chora,
gritando bem alto:
O que eu fiz aos humanos,
que eles me caçam com cachorros?
Eu não estava no jardim,
e eu não comi os vegetais.