Introdução à programação/Expressões em pseudo-código

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Introdução[editar | editar código-fonte]

Aqui serão descritas as funções e comandos usados no pseudocódigo.


Comandos iniciais[editar | editar código-fonte]

Esses comandos sempre estarão no pseudocódigo para fins de organização e não possuem nenhuma execução atribuída, ficam na seguinte ordem estrutural:

algoritmo "nome do algoritmo" {onde o que há em "" é uma variável literal}
var
{Seção de declaração de variáveis}
inicio
{Seção de início de comandos}
fimalgoritmo {Indicação fim do algoritmo}

Comando algoritmo[editar | editar código-fonte]

Só serve para indicar o nome do algoritmo, onde o nome deve vir entre aspas por ser uma variável literal, é obrigatório. Ex.:

algoritmo "teste"

Comando var[editar | editar código-fonte]

Indica onde as variáveis serão declaradas, é opcional, pois alguns algoritmos apenas imprimem instruções. Ex.:

var
n1, n2    : inteiro 
n3, n4    : real
nome, cep : literal

Comando inicio[editar | editar código-fonte]

Indica onde começarão as instruções, é obrigatório. Ex.:

inicio
Escreva("Isto é um algoritmo")

Comando fimalgoritmo[editar | editar código-fonte]

Serve apenas para indicar que o algoritmo está terminado, é obrigatório.