Introdução à Biologia/Biodiversidade/Reino Animalia/Phylum Chordata/Ciclostomados

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Boca circular da lampreia, uma característica comum dos ciclóstomos.

A classe Cyclostomata ou ciclóstomos é formada por animais com boca circular e desprovidos de mandíbulas, constituindo o grupo de vertebrados mias simples. Cyclostomata em grego (cyclos + stoma) significa "boca circular". Suas bocas não podem fechar devido à falta de uma mandíbula, então eles têm que constantemente mover a água através da boca. No entanto, são os grupos mais basais a apresentar ossos. Os representantes desse grupo são as feiticeiras (Myxinoidea) e as lampreias (Petromyzontoidea).

É preciso ter em mente que Cyclostomata é um grupo parafilético, ou artificial, pois as lampreias são mais próximas filogeneticamente dos animais superiores (como por exemplo os Gnathostomata ou os jacarés) do que das feiticeiras.

Crânio e vértebras[editar | editar código-fonte]

As feiticeiras (Myxinoidea) são peixes cilíndricos sem mandíbula, mas que possuem um crânio primitivo que envolve sua cabeça. Porém, por não possuírem vértebras, muitos autores as colocam fora do grupo dos Vertebrata. Assim, o primeiro Vertebrata verdadeiro seria um animal parecido com as lampreias atuais (Petromyzontoidea), pois possuem vértebras diminutas ao longo da extensão do seu corpo.