Iniciação à Pesquisa Científica em Saúde /REPOSITÓRIO DE EXERCÍCIOS RESOLVIDOS/ Exercício 4: Hipertensão e tabagismo

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Questão 4: Hipertensão e tabagismo I[editar | editar código-fonte]

Um artigo científico evidenciou resultados de uma pesquisa que buscou associar risco coronariano e fatores de exposição, em hipertensos de uma Unidade de Saúde da Família (Adaptado de: Rev. enferm. UERJ;20(4):439-444, out.-dez. 2012).  Esta análise observacional transversal com 330 hipertensos verifica a ocorrência da exposição ao tabagismo e sexo em relação ao risco de infarto, classificado como risco baixo, risco médio e risco alto. Responda, a respeito deste estudo.

Cigarro.JPG

Sobre o desenho deste estudo, observacional e transversal, é CORRETO afirmar:

a) Que o estudo fez uma intervenção no curso natural da doença coronariana e verificou o impacto desta na ocorrência de infarto.

b) Que os fatores de exposição podem ser associados à ocorrência de infarto,  mas a conclusão demandará alguns anos de acompanhamento dos hipertensos selecionados.

c) Que a possível associação entre os fatores de exposição e o desfecho infarto foi verificada uma única observação simultânea entre o hábito de fumar e o risco de infarto.

d) Que os resultados deste estudo poderão ser aplicados à população geral de adultos desta cidade.

Resposta da questão:[editar | editar código-fonte]

Tente resolver antes de ver a resposta
Emojione 1F4A1

Para se fazer uma pesquisa, é necessário definir o seu delineamento ou desenho de estudo, que é a base para definir o método a ser utilizado durante a sua realização. O delineamento é dividido em tipos, que estão descritos na tabela ao lado:

Tabela de tipos de delineamento de estudo

A diferença entre estudos experimentais e observacionais é que, no primeiro, se faz uma intervenção na pesquisa, que pode ser, por exemplo, a administração de uma substância em um grupo para avaliar seus efeitos; e no segundo, não se interfere no objeto de estudo, apenas observa-se determinado aspecto já existente.

A pesquisa também possui um preditor ou variável de exposição (o que pré determina uma ocorrência ou situação) e um desfecho ou variável resposta (a ocorrência ou situação decorrente do preditor). Eles contêm o objetivo do estudo, que é verificar a relação entre uma possível causa e uma ocorrência.

No caso relatado na questão, foi feito um estudo observacional e tranversal. Como foi descrito na tabela acima, o estudo transversal observa em um mesmo momento o preditor e o desfecho, na tentativa de avaliar se fatores pré existentes estão relacionados. Sendo observacional, não há interferência do pesquisador.


Analisando as afirmativas, podemos observar que:

a) Não houve intervenção, este é um estudo observacional.

b) Um estudo transversal não analisa um grupo ao longo do tempo; o preditor e o desfecho são observados em um único momento.

c) O fator de exposição ou preditor e o desfecho foram realmente observados simultaneamente para verificar a sua associação.

d) A amostra utilizada se restringiu a pessoas com determinada condição, portanto, não pode ser aplicada à população geral desta cidade.

A resposta é a LETRA C

.

Indexadores do tema deste exercício[editar | editar código-fonte]

Desenhos de estudo cientifico em saúde

Escolha dos controles

Definição dos desfechos

Bibliografia utilizada[editar | editar código-fonte]

HULLEY, Stephen B.; CUMMINGS, Steven R.; BROWNER, Warren S.; GRADY, Deborah G.; NEWMAN, Thomas B. Delineando a Pesquisa Clínica: Uma Abordagem Epidemiológica. 3.ed. Porto Alegre: Artmed, 2008.

VOLTAR À PAGINA PRINCIPAL[editar | editar código-fonte]