História do Brasil/O movimento Tenentista

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
< História do Brasil
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O Tenentismo foi o movimento político-militar e a série de rebeliões de jovens oficiais de média e baixa patente do Exército Brasileiro, os tenentes no início da década de 1920 descontentes com a situação política do Brasil. Exigiam a instituição do voto secreto, o fim do voto de cabresto e reforma na educação pública, entre outras reformas na estrutura do poder do país. As revoltas do movimento foram: a Revolta dos 18 do Forte de Copacabana, em 1922, a Revolta Paulista de 1924, a Comuna de Manaus no mesmo ano e a Coluna Prestes.

O movimento deflagrou-se com a Revolta dos 18 do Forte. Nenhuma das revoltas tiveram sucesso, mas manteve viva a revolta contra o poder das oligarquias representadas pela política do café com leite. O tenentismo preparou o caminho para a Revolução de 1930. Houve movimento tenentista em quartéis espalhados por todo o Brasil.