Esperanto/Leciono 3

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Wikibooks-logo-pt.svg Este livro ou módulo precisa ser formatado segundo o modelo wiki e/ou organizado conforme as convenções do Wikilivros. (discuta)
Por favor ajude a formatar este módulo de acordo com as diretrizes estabelecidas no livro de estilo.
Editor: considere colocar o mês e o ano da marcação.

Lição 3 - Nomes Próprios, Feminino, Títulos, Possessivos, Antônimos


Nomes Próprios

Nomes próprios em Esperanto são também escritos com a primeira letra maiúscula, como no português.

-> Adamo, Brazilo, Jakob, Marta, Zamenhof, Johano

Por já definirem bem a situação que denominam, não se pode usar o artigo definido "la". Portanto, "a Argentina" em Esperanto seria somente "Argentino". Mas usamos o artigo caso se empregue uma qualificação antes do nome, por exemplo:

-> La rivero Nilo (O rio Nilo)

-> La granda San-Paŭlo (A grande São Paulo)

-> La reĝo Salomono (O rei Salomão).

Há uma tendência de formação regular dos nomes de países, mas discutiremos isso mais a frente.


Nomes Próprios Femininos

Em Esperanto, não há regras fixas para os nomes próprios, mas alguns já são esperantizados.

O uso dos nomes próprios é que fixa a sua grafia. Não se incomode ao ver alguns nomes femininos terminados em "-o", pois isto é comum: Sofio, Margareto, etc. Aliás nomes próprios são substantivos e substantivos terminam em "-o". Mas, esta regra, muito usual no início do Esperanto, de se esperantizar nomes femininos, vem perdendo força entre os esperantistas, devido ao costume internacional de se ter nomes femininos terminados em "-a".


O Feminino

O sufixo "-ino" em Esperanto é indicativo do feminino. Aplica-se, sem exceção, a todos os substantivos:

-> viro (homem) - virino (mulher);

-> Bovo (boi) - bovino (vaca);

-> brazilano (brasileiro) - brazilanino (brasileira);

-> amiko (amigo) - amikino (amiga);

-> edzo (marido) - edzino (esposa);

-> hundo (cão) - hundino (cadela);

-> frato (irmão) - fratino (irmã);

-> tigro (tigre) - tigrino (tigreza);

É interessante que quando se quer enfatizar o sexo masculino, utiliza-se a raiz " vir' " como prefixo:

-> ĉevalo (cavalo) - virĉevalo (garanhão);

-> bovo (boi) - virbovo (touro);

-> leono (leão) - virleono (leão macho);


Nomes de Gentileza ou Títulos


As formas de tratamento em Esperanto, mais comuns são:

->Sinjoro (Senhor) abreviado para "S-ro"

->Sinjorino (Senhora) abreviado para "S-ino"

->Fraŭlino (Senhorita) abreviado para "F-ino"

->Doktoro (Doutor) abreviado para "D-ro"

Doktorino (Doutora) abreviado para "D-ino"

->Profesoro(-ino) - professor(a)

universitário(a) -"Prof."

->Sankta (Santo ou santa) abrev. para "S-kta"

lembre-se que "sankta" é adjetivo, portanto

não precisa da desinência do feminino.

->Samideano(-ino)-"S-ano(-ino)" Tratamento entre

esperantistas. Quer dizer "coidealista".

S-ro Petro, S-ino Katarina, F-ino Tereza, D-ro Zamenhof, Sankta Jozefo, Sankta Marta, S-ano Antono, S-anino Margareto.



Gênero


Em Esperanto, não temos os genêros gramaticais das palavras, que é um dos pontos mais difíceis em todos os idiomas. Apenas na terceira pessoa do singular, faz-se distinção de gênero :"li"(ele), "ŝi" (ela) e ĝi (ele ou ela).

Este último pronome pode, às vezes, ser usado quando se referindo a criança recém-nascida. Mas, mesmo isso não é também muito usual.

-> Kio estas al la infano, ke ĝi ploras? O que há com a criança, que ela está chorando?

Na maioria das vezes, o ĝi é usado somente se referindo a coisas e animais, que não os de estimação:

-> La hirundo flugas en la aero, ĝi estas birdo bela.

A andorinha voa no ar, ela é um pássaro bonito.


"Homo" e "Oni"


HOMO em Esperanto significa o homem na acepção de "ser humano":

-> La homo estas mortema (O Homem é mortal).

Portanto, esta palavra pode e deve sempre se referir a homens e mulheres. Da mesma forma que HOMO temos a palavra PERSONO (pessoa), INFANO e ainda as de conotação espiritual: anĝelo(anjo), diablo (diabo), spirito (espírito), Dio (Deus). Tais palavras por razões óbvias normalmente não levam o sufixo do feminino "-ino".

O pronome pessoal ONI traduz-se pelo pronome "se" ou ainda por "a gente", por exemplo:

-> Oni diras: "a gente diz" ou "diz-se"

-> Oni rakontas, ke li alvenis hieraŭ.

Conta-se que ele chegou ontem. ou ainda: Contam que ele chegou ontem.

Pronomes Possessivos


Pronomes possessivos, são todos os pronomes pessoais acrescidos da terminação adjetiva "-a", e comportam-se como qualquer adjetivo:

mi -> "mia" (meu, minha) no plural "miaj"

vi -> "via" (teu, tua, vosso, vossa, seu, sua) - no plural "viaj"

li -> "lia" (seu, sua, "dele") - no plural "liaj"

ŝi-> "ŝia" (seu, sua, "dela")- no plural "ŝiaj"

ĝi-> "ĝia" (seu, sua, "dele/dela"p/coisas e animais) - no plural: "ĝiaj"

ni -> "nia" (nosso, nossa) - no plural "niaj"

ili -> "ilia" (seu, sua, "deles, delas") - no plural: "iliaj"

si -> "sia" (possessivo reflexivo da 3a.pessoa) - no plural: "siaj"


Exemplos dos Possessivos


> Mia libro. Miaj libroj. Niaj filoj. Iliaj infanoj.

(Meu livro. Meus livros. Nossos filhos. As crianças deles).

> Maria estas nia najbarino, ŝia domo estas tre bela.

(Maria é nossa vizinha, a sua (dela) casa é muito bonita).

>Esperanto estas facila; ĝia gramatiko estas facila.

(O Esperanto é fácil; sua gramática é fácil).

>Jen belaj floroj: Ilia odoro estas agrabla.

(Eis belas flores: o seu(=delas) odor é agradável).

>Li estas en sia ĉambro, ne en la ŝia.

(Ele está no seu (próprio) quarto, não no dela.)


Antônimo


O antônimo em Esperanto é sempre feito com o prefixo "mal-"

> nova (novo) -> malnova (velho)

> bona (bom) -> malbona (ruim)

> fermi (fechar) -> malfermi (abrir)

> sukceso (sucesso) -> malsukceso (insucesso)

> multaj (muitos) -> malmultaj (poucos)

> antaŭ (na frente)-> malantaŭ (atrás)

> riĉa (rico) -> malriĉa (pobre)

Muito cuidado para NãO confundir o significado do prefixo "mal-" com o sentido de "mau" ou "ruim" em português, ele só serve para expressar a idéia de contrário. Portanto, > "hela" (claro) -> "malhela" é "escuro" e não pouco claro

> "avara" (avarento) -> "malavara" é "generoso" e não um avarento ruim.


Resumo da Terceira Lição


Você aprendeu nessa lição:

>O uso de Nomes Próprios em Esperanto;

>O Feminino "-in";

>As formas de tratamento:"S-ro","D-ro","S-ano", etc...

>O Gênero e o uso do "ĝi"

>O Emprego de "Homo" e "Oni"

>Os pronomes possessivos:"mia","via","lia","ŝia","ĝia","nia","ilia"

>O Antônimo "mal-"


Faça agora o Exercício 3. Procure sempre recordar os exercícios anteriores.

Fale as frases sempre em voz alta,para poder sentir a língua. ĝis la proksima leciono!


^Esperanto^ | Ekzercoj 2 | Leciono 3 | Ekzercoj 3