Diferenças entre edições de "Civilização Egípcia/Antigo império/Dinastias do Antigo Império 3 e 4"

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
m
sem resumo de edição
m
Sneferu deve ter sido filho de Huni, seu antecessor embora haja controvérsias, sua mãe deve ter sido Meresankh I, uma esposa menor ou concubina.
 
[[File:01 meidum distance.jpg|thumb|180px150px|rightleft|pirâmide de Meidum ]]
Ele quase certamente casou-se com Hetepheres I para legitimar o poder, já que sua mãe não era de sangue real, e Hetepheres I foi a mãe de seu filho e sucessor ''Khufu'' (Queóps).
 
Heródoto, que escreveu histórias e comentários sobre o Egito, por volta de 450 a.C. séculos após o reinado de Queóps, diz que o faraó, arrastou o país a todo tipo de sofrimento, fechou os templos, obrigou a todos a trabalharem para si. Diz que os egípcios nem gostavam de mencionar o nome do faraó, tão grande era seu ódio por ele. No papiro Westcar ele também é mencionado como cruel. .
 
[[Image:Khufu.JPG|thumb|160px|leftright|Queóps]]
Escritos contemporãneos rotulam Queóps como um rei mau. Escritos mais tardios citam-no como alguém que ignorava os deuses, o que é uma acusação muito séria de acordo com os padrões egípcios, afinal o faraó era a divina presença do deus na terra. .
 
Pode ter sido por isso que todas as representações do rei foram destruídas, ele foi deliberadamente apagado para a posteridade após a sua morte. .
 
É curioso observar, que apesar da magnífica pirâmide que construiu e das maravilhosas mobílias fúnebres descobertas, pertencentes à mãe do faraó, rainha Hetepheres, a única figura que temos de Queóps é uma pequenina estatueta esculpida em marfim. .
*Mâneton o chama Ratoises
*Lista de reis – Djedefre
[[File:Louvre 032007 19.jpg|thumb|180px|rightleft|cabeça de Djedefre, Abu Rawash]]
Ele foi o terceiro faraó da quarta dinastia e é considerado filho de Queóps com uma esposa menor, vinda da Líbia.
 
*Ele se tornou conhecido entre nós como Quefrén, seu nome grego
 
[[Image:Khafra - Quefrén.jpg|thumb|100px|leftright|estátua de alabastro de Quefrén]]
Não se sabe porque Quefrén subiu ao trono ao invés de algum dos filhos do faraó anterior, Djedefre. Talvez eles não tivessem sobrevivido ao pai, que também reinou por pouco tempo e era meio irmão de Quefrén. Há suspeitas de assassinatos e tomada de poder mas, isso tudo não passa de especulação, não há provas.
 
*Lista de reis - Mankaure
*Ele se tornou conhecido entre nós como Miquerinos
[[File:Menkaura.jpg|thumb|150px130px|rightleft|tríade com Miquerinos]]
Miquerinos era filho de Quefrén com sua rainha Khamernebi I e casou-se com Khamernebi II, sua irmã para confirmar sua ascensão ao trono, com ela teve o filho Khunre, que morreu ainda jovem e foi sepultado numa tumba de pedras ao sul da pirâmide do pai.
 
 
Heródoto confirma a lenda que diz que o reinado de Miquerinos foi benevolente e próspero. Ele diz que, de todos os reis do Egito foi Miquerinos quem teve a reputação de ser mais justo, e que os egípcios erguiam mais preces a ele do que a qualquer outro rei.
[[File:Kopf des Prinzen Schepseskaf.png|thumb|100px130px|leftright|cabeça de Shepseskaf]]
 
*'''Shepseskaf (Hórus cujo corpo é nobre)'''
 
*Mâneton o chama Sebercheres , Severkeris
*Lista de reis – Shepseskaf
 
[[File:Kopf des Prinzen Schepseskaf.png|thumb|100px|left|cabeça de Shepseskaf]]
Conta a história que ele era o filho mais velho de Miquerinos (Menkaure) que sobreviveu. Sua esposa Bunefer foi a mãe de sua filha Khamaat que casou-se com o alto sacerdote menfita Ptah-shepses.
 
O faraó Shepseskaf teve muitos problemas durante seu reinado. Províncias declarando independência, sacerdotes e nobres em conflito. Embora não chegasse a enfrentar uma rebelião, o rei teve trabalho para restaurar a ordem. Isso demonstra que o tempo do poder centralizado que marcou os faraós anteriores havia terminado.
 
[[File:Mastaba-faraoun-3.jpg|thumb|150px|rightleft|Mastaba Faraoun, Gizé]]
Shepseskaf não construiu uma pirâmide, e sim um enorme sarcófago em formato de mastaba, em Saqqara. É uma mastaba totalmente diferente de qualquer outra no Egito – é conhecida como ''Mastaba el-Faroun''. Alguns dos blocos de pedra usados para construí-la são até maiores do que os usados nas pirâmides, o primeiro piso (ou degrau) é de granito vermelho e o resto feito em pedra calcária branca. A mastaba foi restaurada na 20ª dinastia pelo príncipe Khamewere.
 
2 908

edições

Menu de navegação