Discussão:Psicologia/Friso cronológico/Arquivo LQT 1

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Esta é uma página LiquidThreads que foi arquivada. Não edite o conteúdo desta página. Por favor direcione quaisquer comentários adicionais à página de discussão atual.


Enfoque do texto[editar código-fonte]

Psicologia uma ova amigos, convenhamos... o que aí está descrito é apenas psicanálise pura.— o usuário 200.214.14.2 (discussão • contrib.) esqueceu de assinar o comentário precedente.

Bem, não sou especialista em psicologia nem psicólogo, mas acho que não está tão tendente assim para a psicanálise. No mais, esteja a vontade para corrigir as incorreções que achar. - Jorge Morais 03h38min de 11 de Outubro de 2007 (UTC)
Comentário adaptado de uma discussão sobre páginas que foram eliminadas
Acho que podemos remover o aviso de parcialidade do módulo Psicologia/Friso cronológico, pois as críticas apresentadas são de que o texto tende a falar somente da Psicanálise. Neste caso, uma forma de deixar claro que se está sendo imparcial é criar uma seção (em branco) para cada uma das escolas da psicologia, e marcar a página como esboço. Sei lá, parece não mudar muito, mas acho menos grave uma página ser "acusada" de ser um esboço, do que de ser parcial: um esboço convida (ou não...) outros editores a contribuir, enquanto uma violação do principio da imparcialidade convida o autor original a rever o que escreveu (e isso raras vezes será feito, possivelmente por falta de tempo) e alguns leitores a dizer que não tem nada decente no projeto... Helder 22h19min de 27 de Outubro de 2008 (UTC)

E Jung?[editar código-fonte]

Realmente aqui só tem Psicanálise! Por acaso Jung não existiu ou o autor desse artigo ignora a existência e a importância dele na História da Psicologia?— o usuário 201.51.242.163 (discussão • contrib.) esqueceu de assinar o comentário precedente.

Critérios e Fontes[editar código-fonte]

Apesar da grande tendencia ser a dicotomia Psicanálise X Behaviorismo (comportamentalismo) há uma tendencia dos historiadores em dividir as escolas por área geográfica e/ou escolas classificadas a partir de seus princípios teóricos e/ou método. Cabral e Oliveira propõem a seguinte divisão:

  • Estruturalismo (Wundt, Titchener)
  • Funcionalismo (Angell, Carr, Mead, Cattell, Woodworth)
  • Reflexologia (Schenov, Pavlov, Bechterev)
  • Behaviorismo (Watson, Skiner)
  • Gestaltismo (Wertheimer, Koffka, Köhler)
  • Psicanálise (Freud, Jung, Adler, Reich, Klein)

Cabral, A.; Oliveira, E.P. Uma breve história da psicologia. RJ, Zahar, 1979

Proponho essa divisão (todos os representantes dessas escolas deveriam ser incluidos) além da difícil tarefa de escolher e citar apenas uma obra de cada autor. Por exemplo, Erik Erikson está citado duas vezes, o seu principal trabalho é o sobre Identidade juventude de onde se originou o consagrado termo crise de identidade.

No mais creio que a psicanálise já está contemplada (falta apenas Lacan e Reich)


--Costapppr (Discussão) 10h28min de 15 de Agosto de 2010 (UTC)

A ideia me parece bem razoável (apesar de ser leigo nesta área). Fique a vontade para fazer as melhorias que achar necessárias no texto. Helder 13h56min de 16 de Agosto de 2010 (UTC)