Como montar um computador/Overclocking

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Como visto na seção de montagem, overclocking nada mais é do que aumentar o desempenho de um componente além do limite padrão ajustado pelo seu fabricante. É uma maneira dos entusiastas aumentarem o desempenho do seu computador, sem gastar dinheiro com novas peças (pelo menos, não as que eles fazem o overclock). Porém, há riscos: danificação de peças, perda da garantia. Cobriremos brevemente o assunto, ligações externas servirão de material para aprofundamento no assunto. E para as referências que não encontrar aqui, procure nas outras seções.

O utilizador pode, em muitos casos possuir um equipamento lento. Com overclock ele poderá melhorar o desempenho de seu equipamento aproximando até de um equipamento topo de linha. Conseguirá maior desempenho em jogos, codificação, edição de vídeos e um adicional ganho em velocidade nas tarefas, apenas gastando mais energia do que anteriormente. Isso pode fazer com que o utilizador aide um upgrade nos seus componentes.

Uma das maiores desvantagens é a possibilidade de dano ao equipamento. Mas mesmo não havendo dano, o overclock não parece ser muito viável, pois não é aplicada em processamento de larga escala em cálculos científicos (por apresentar instabilidade e muitas falhas). Além disso o aumento da temperatura não ocorrerá somente no processador, mas em todos os componentes internos no gabinete.

Bulbgraph.svg Tenha cuidado, e pense duas vezes antes de fazer overclock.

Preparação[editar | editar código-fonte]

Embora pareça que as peças que compramos vá suprir as necessidades aqui expostas, veja os tópicos abaixo.

Informação[editar | editar código-fonte]

Procure websites especializados no assunto, pessoas experientes sabem instruir melhor. Na seção ligações externas poderá ser apresentado alguns links à comunidades que efetuam overclock.

Ambox important.svg
  • Apesar das comunidades serem mais bem instruídas, ao fazer o overclock o risco é todo seu.
  • Ao fazer o overclock, a maioria dos fabricantes especifica que a garantia do produto não será mais válida.

Consumo de energia[editar | editar código-fonte]

Ao fazer overclock você deve ter ideia de que o consumo de energia irá aumentar. É necessário trabalhar com componentes que possam suprir mais energia do que estava previsto pelo fabricante.

Bulbgraph.svg Muito provavelmente, precisará de uma nova fonte de alimentação.

Dissipação de calor[editar | editar código-fonte]

Com o aumento da energia, provavelmente aumentará a geração de energia em forma de calor.

Bulbgraph.svg Muito provavelmente, precisará também de um dissipador de calor muito eficiente.

Componentes[editar | editar código-fonte]

CPU[editar | editar código-fonte]

Existem dois componentes básicos bem comuns no overclock de uma CPU: FSB (Front Side Bus) e o multiplicador. Ajustando estes dois mecanismos por exemplo, pela BIOS, geralmente é a maneira mais simples das pessoas fazem overclock na CPU. Porém existem CPUs que não permitem que tais ajustes mudem, pois são CPUs bloqueadas (em inglês, locked).

Overclock em um Athlon XP pela BIOS. A freqüência de clock foi alterada de 133MHz para 148MHz, e o fator de multiplicação de x13.5 para x16.5

Placa de vídeo[editar | editar código-fonte]

Também podemos fazer overclock em placas de vídeo, a maneira mais usual também é através de um software, no caso, um bem específico como por exemplo: EVGA's Precision, RivaTuner, ATI Overdrive, MSI Afterburner, Zotac Firestorm, PEG Link Mode, etc.

Referências[editar | editar código-fonte]