A Secretária Moderna/A secretária actual

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
< A Secretária Moderna
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Conforme citado pelo autor Alonso (2002), o perfil actual do profissional de Secretariado exige uma postura aberta às inovações, sempre com a preocupação de obter novos conhecimentos, enriquecendo suas habilidades e, tendo em vista que o conhecimento é a palavra-chave no mundo moderno, este profissional vem ocupando cargos e galgando posições elevadas nas empresas em ritmo acelerado, despontando dentre as profissões que mais crescem no ranking mundial.   Há muito tempo atrás, a Secretária era considerada uma simples auxiliar de serviços para as empresas e empresários, porém, este conceito se transformou a partir do momento em que ela se tornou essencial para o desenvolvimento das entidades e empresas.

Com o avanço da tecnologia, o profissional de secretariado foi buscar conhecimentos necessários e fundamentais para tornar seu trabalho ágil, conseguindo assim, mais tempo para desenvolver outras actividades. Deixou de ser somente apoio, para introduzir novas metodologias e exercer funções criativas, atendendo assim, as necessidades das organizações.

As empresas começaram a reconhecer e a valorizar o papel do (a) profissional de Secretariado (a), quando este (a) passou a preparar materiais diversificados, criativo e específico para apresentações em reuniões internas e externas, onde o executivo apresenta o trabalho idealizado por ele, mas criado, realizado e administrado por pelo (a) profissional.

Por outro lado, de acordo com o autor Alonso (2002), a internet trouxe muitos avanços para a profissão, já que possibilitou a comunicação com todos os segmentos organizacionais, principalmente com profissionais de Secretariado de todas as partes do mundo, acarretando numa troca de experiências e aprendizagem que contribuiu muito para as relações interpessoais.

A profissão segue os princípios da Administração como tomar decisão, solucionar conflitos, trabalhar em equipa, separar factos de opiniões, pensamentos de sentimentos e aplicá-los. O (A) profissional de Secretariado também desenvolve habilidades de comunicação escrita e oral, fala e traduz textos em vários idiomas e em algumas eventualidades, substitui o executivo.

Na visão de Azevedo e Costa (2000), essas profissionais buscam ferramentas para administrar eficazmente o tempo, aplicam funções gerenciais, dão ênfase ao relacionamento com os clientes, têm habilidade para a comunicação e para trabalhar em equipe, resolvem problemas inerentes ao seu trabalho melhorando a qualidade e a produtividade dos serviços, tem visão geral e holística da empresa, cultivam as relações pessoais e habilidades com pessoas e tem capacidade de perceber a necessidade constante de aperfeiçoamento profissional, acompanhando a evolução científica e tecnológica. Enfim, tornou-se uma profissional com postura aberta às mudanças, atitude empreendedora, assessorando executivos ou dirigentes no desempenho de suas funções.

Hoje, o mercado de trabalho está cada vez mais exigente com relação à formação do profissional de secretariado e, a procura é por profissionais com postura de gerente, gestor e assessor. A beleza deixou de ser fundamental para as empresas que buscam assegurar seu espaço no mundo dos negócios, com competitividade, segurança e qualidade.