Saltar para o conteúdo

Sueco/Gramática/Conjugação de verbos

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.

A conjugação de verbos regulares em Sueco segue regras muito simples. Existem no entanto diversos verbos irregulares de uso comum.

Os verbos dividem-se geralmente em quatro grupos. Os grupos 1, 2 e 3 são verbos regulares (regelbundna verb) cuja terminação difere de grupo para grupo. O grupo 4 contém verbos chamados "fortes" (starka verb) e irregulares (oregelbundna verb).

Quase todos os verbos acabam em -a no infinitivo. As exceções são alguns verbos do grupo 4.

Os modos verbais mais importantes a aprender são: infinitivo (infinitiv), imperativo (imperativ), presente (presens), pretérito (preteritum), supino (supinum), particípio perfeito (perfekt particip) e particípio presente (presens particip). Existe uma extensa lista de verbos para consulta, mas a aprendizagem das regras base de formação de cada modo ajuda a memorizar a maioria dos verbos.

Não existem diferenças na pessoa, ou seja, utiliza-se a mesma forma para qualquer pessoa (eu, tu, ele/ela, nós, vós, eles/elas).

Modos verbais[editar | editar código-fonte]

O infinitivo é utilizado de forma semelhante ao Português, para falar de uma ação em geral. Para designar um verbo no infinitivo, usa-se a partícula att antes do verbo: att Áudio prata ("falar"), att Áudio dricka ("beber"). Numa frase, pode utilizar-se ou não a partícula att; esta não se utiliza, contudo, quando o infinitivo é utilizado em conjunto com um verbo auxiliar. Por exemplo: Du vill prata med doktorn. ("Você quer falar com o médico.")

O imperativo, que denota uma ordem ou solicitação, também é utilizado de forma semelhante ao Português. Quando se forma a negação, a palavra Áudio inte ("não") é colocada após o verbo: prata inte ("não fales"), ät inte ("não comas"). É formado apenas pela raiz do verbo.

O presente utiliza-se para ações que decorrem no presente momento, seja uma ação isolada ou habitual, repetida: jag gör [det] ("eu faço [isso]"), hon sover dåligt [varje natt] ("ela dorme mal [todas as noites]"). É geralmente formado acrescentando -r ou -er à raiz do verbo, com algumas exceções (alguns verbos irregulares).

O pretérito utiliza-se para algo que aconteceu no passado, para alguma ação que foi completada: han gråt ("ele chorou"), vi vaknade ("nós acordámos"). A terminação depende do grupo a que pertence o verbo.

O supino é quase sempre acompanhado do verbo auxiliar Áudio ha ("haver") para denotar noção de continuidade, repetição, ou seja, de uma ação prolongada, não isolada, que pode ou não ter sido terminada: hon hade fått nyheterna när brevet kom. ("Ela havia recebido as notícias, quando chegou a carta."). Em determinados casos pode não se utilizar o verbo auxiliar. A terminação depende também do grupo a que pertence o verbo.

O particípio perfeito pode ser utilizado como:

  • adjetivo: De blev helt förvirrade. ("Eles ficaram totalmente confusos [confundidos]".)
  • advérbio: Hon pratade Áudio förtvivlad om döden. ("Ela falava [de forma] desesperada sobre a morte.")
  • substantivo: De skadade har transporterats till sjukhuset. ("Os feridos foram transportados para o hospital.")
  • preposição: Jag ska resa utomlands oavsett vädret. (Viajarei para o estrangeiro independentemente do tempo [que fizer].")

A terminação do verbo depende do grupo a que este pertence.

O particípio presente, que é similar ao gerúndio em Português nalguns casos, também pode ser utilizado como:

  • adjetivo: Det gråtande barnet ("a criança chorosa")
  • advérbio: Hon tittar frågande på honom. ("Ela olha-o [de forma] interrogativa.")
  • substantivo: Påståendet var överraskande." ("A declaração foi surpreendente". Note-se que överraskande também é um particípio presente (do verbo Áudio överraska, "surpreender") aqui utilizado como adjetivo.)
  • preposição: Ringde du mig Áudio angående annonsen om huset? ("Você telefonou-me por causa do anúncio da casa?" Neste caso, é uma forma do verbo Áudio  ("ir", "andar"), pelo que a tradução literal para Português não funciona.)

É formado acrescentando -ande à raiz de todos os verbos que terminam em -a no infinitivo ou acrescentando -ende à raiz de todos os verbos cujo infinitivo não termina em -a.

Grupp 1[editar | editar código-fonte]

Verbos do grupo 1 possuem uma raiz que termina em -a. Assim, todos os modos terminam em -a + terminação específica do modo. Cerca de 75% de todos os verbos pertencem a este grupo. Exemplificando com o verbo att Áudio måla ("pintar"):

Modo Conjugação Exemplo numa frase
Infinitiv måla Det är lätt att måla med vattenfärger. ("É fácil pintar com aquarelas.")
Imperativ måla! Måla sovrummet med en ljus färg. ("Pinta o quarto com uma cor clara.")
Presens målar Hon målar mycket bra. ("Ela pinta muito bem.")
Preteritum målade De målade huset för två år sen. ("Eles pintaram a casa há dois anos atrás.")
Supinum målat Lars har målat många tavlor i sitt liv. ("O Lars pintou vários quadros na sua vida.")
Perf. partic. målad/målat/målade Väggarna är målade av olika färger. ("As paredes estão pintadas de diferentes cores.")
Pres. partic. målande Det finns flera målande tekniker. ("Existem diversas técnicas de pintura.")

Grupp 2[editar | editar código-fonte]

Verbos do grupo 2 possuem uma raiz que termina em consoante. O presente é formado acrescentando -er à raiz. O grupo 2 pode ainda subdividir-se em dois subgrupos, 2a e 2b. A formação do pretérito do grupo 2b difere do grupo 2a e do grupo 1, acrescentando-se -te em vez de -de à raiz do verbo. O grupo 2b consiste de verbos cuja raiz termina em p, t, k, s, x e alguns terminando em n. Podem existir ainda algumas outras pequenas modificações nalguns tempos verbais.

Exemplificam-se aqui os dois subgrupos com os verbos att drömma ("sonhar") e att Áudio löpa ("correr"):

Grupp 2a
Modo Conjugação Exemplo numa frase
Infinitiv drömma Det är helt normalt att drömma. ("É perfeitamente normal sonhar.")
Imperativ dröm! Dröm om en bättre liv! ("Sonha com uma vida melhor!")
Presens drömmer Jag drömmer varje natt. ("Eu sonho todas as noites.")
Preteritum drömde Hon drömde att hon var läkare. ("Ela sonhou que era médica.")
Supinum drömt Partiet hade drömt om en stort seger. ("O partido havia sonhado com uma grande vitória.")
Perf. partic. drömd Den drömd bröllopsresan blev en mardröm. ("A sonhada lua-de-mel tornou-se um pesadelo.")
Pres. partic. drömmande Henrik är en drömmande pojke. ("O Henrik é um rapaz sonhador.")
Grupp 2b
Modo Conjugação Exemplo numa frase
Infinitiv löpa Det är hälsosamt att löpa. ("É saudável correr.")
Imperativ löp! Löp inte så fort! ("Não corras tão depressa!")
Presens löper Hanna löper 100m i bara 13 sekunder. ("A Hanna corre 100m em apenas 13 segundos.")
Preteritum löpte Men igår löpte hon 100m i 15 sekunder. ("Mas ontem ela correu 100m em 15 segundos.")
Supinum löpt Hanna har löpt 100m i flera år. ("A Hanna corre [tem corrido] 100m há vários anos.")
Perf. partic. löpt Distansen var löpt sedan 1943. "A distância é corrida desde 1943.")
Pres. partic. löpande Niklas pratade löpande om sin flickvän. ("O Niklas falava rapidamente [correndo] sobre a sua namorada.")

Grupp 3[editar | editar código-fonte]

O grupo 3 contém verbos que possuem uma vogal longa na raiz, mas que se torna numa vogal curta no pretérito, supino e particípio perfeito. Para esta transformação ocorrer, acrescenta-se -dde, -dd, -tt em vez de -de, -d, -t. São de resto semelhantes aos verbos do grupo 2. Exemplificando com o verbo att blöta ("molhar"):

Modo Conjugação Exemplo numa frase
Infinitiv blöta Du kan blöta tyget utan problem. ("Podes molhar o tecido sem problema.")
Imperativ blöt! Blöt jorden två gånger om veckan. ("Molha a terra duas vezes por semana.")
Presens blöter Tårarna blöter hennes ansikte. ("As lágrimas molham a sua face [dela].")
Preteritum blötte Regnet blötte vägarna. ("A chuva molhou as estradas.")
Supinum blött Britta hade blött växterna, när de började regna. ("A Britta havia molhado as plantas, quando começou a chover.")
Perf. partic. blött Marken blev lite blött efter regnet. ("O chão ficou ligeiramente molhado após a chuva.")
Pres. partic. blötande Dimman var blötande. ("O nevoeiro era úmido [molhando].")

Grupp 4[editar | editar código-fonte]

Os verbos do grupo 4 incluem os chamados starka verb ("verbos fortes") e os verdadeiros verbos irregulares. Encontram-se dentro dos starka verb alguns padrões de mudança de escrita e pronúncia entre tempos verbais. Já os verdadeiros verbos irregulares não seguem alguma regra. Encontram-se alguns destes verbos na lista de verbos deste livro.