Retórica e argumentação/Figuras de estilo/Antimetábole

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Antimetábole consiste em repetir certos termos ou conceitos estipulando uma relação inversa da original. Frequentemente (mas não obrigatoriamente) uma das relações é negada.

Exemplo 1: "Não pergunte o que seu país pode fazer por você; pergunte o que você pode fazer pelo seu país". (John F. Kennedy, Discurso Inaugural)

Exemplo 2: " Quando se olha muito tempo para um abismo, o abismo olha para você". (Friedrich Nietzsche, Para Além do Bem e do Mal)

Exemplo 3: "Prefiro questões que não podem ser respondidas do que respostas que não podem ser questionadas". (Citação apócrifa frequentemente atribuída a Richard Feynman)

Exemplo 4: "Não há erro mais perigoso do que confundir a conseqüência e a causa... A fórmula geral que se encontra na base de toda moral e religião é: 'Faça isso e aquilo, não faça isso e aquilo — assim será feliz!' ... Em minha boca essa fórmula se converte no seu oposto... um ser que vingou, um “feliz”, tem de realizar certas ações e receia instintivamente outras... A Igreja e a moral dizem: 'o vício e o luxo levam uma estirpe ou um povo à ruína'. Minha razão restaurada diz: se um povo se arruína, degenera fisiologicamente, seguem-se daí o vício e o luxo... O leitor de jornais diz: esse partido se arruína cometendo tal erro. Minha política mais elevada diz: um partido que comete tais erros está no fim — já não tem sua segurança de instinto." (Friedrich Nietzsche, Crepúsculo dos Ídolos)

Exemplo 5: "Aquilo que não pode ser expresso pela fala, mas pelo qual a fala é expressa... aquilo que não pode ser não pode ser apreendido pela mente, mas pelo qual, dizem, a mente é apreendida... aquilo que não pode ser percebido pelos olhos, mas pelo qual os olhos são percebidos... aquilo que não pode ser ouvido pelo ouvido, mas pelo qual a audição é percebida; apenas isto é o Brahma e não esta coisa que as pessoas aqui idolatram." (Kena Upanishad)

Exemplo 6: "Podes rejeitar algum destes escrúpulos e protestar que há mais coisas no céu e na terra do que são sonhadas em minha filosofia. Eu estou preocupado, em contra partida, que não haja mais coisas sonhadas em minha filosofia do que há no céu e na terra" (Nelson Goodman, Fact, Fiction & Forecast)

Exemplo 7: "Na paz, filhos enterram pais; mas na guerra, pais enterram filhos." (Heródoto, Livro I)

Exemplo 8: "Alguém perguntou [a Arcesilaus] porque discípulos de outras escolas se transferiam para Epicuro, mas nunca epicuristas se convertiam para outras escolas. 'Porque homens podem se tornar eunucos, mas eunucos nunca se tornam homens' foi sua resposta". (Diogenes Laërtius, Vidas dos Filósofos Eminentes)

Uso na retórica: Antimetáboles são ferramentas interessantes para conferir a um discurso o teor poético e o incitamento intelectual que o torna memorável e o faz ser reproduzido. Ademais, a antimetábole funciona como uma espécie de paromologia: 'você estava correto em assumir que estas coisas estão relacionadas, mas errado em como elas se relacionam'. A antimetábole também serve para elaborar disanologias: 'aqui as coisas estão relacionadas assim, enquanto ali a relação é invertida'.