Português/Termos acessórios/Adjunto adnominal

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
O Adjunto adnominal se define como um termo sintático de valor de adjetivo na classe gramatical. É um termo que caracteriza o nome sem intermediação de um verbo, uma expressão que acompanha um ou mais nomes ou pronomes conferindo-lhe um atributo.

Podem ser adjunto adnominais os adjetivos, a locução adjetiva, os pronomes adjetivos (possessivos, demonstrativos, indefinidos, interrogativos e o relativo cujo, exceto os demais relativos e os de tratamento), os numerais adjetivos e os artigos (função adjetiva). Eles podem ser colocados antes os depois do nome ou pronome (exceto o artigo, só pode ser colocado antes do substantivo e não pode ser colocado com pronomes), nestes casos sendo um hipérbato. Exemplo:

Aquela moça alta comprou um carro novo.
Aquela alta moça comprou um novo carro.

Aquela é um pronome adjetivo, por caracterizar a moça (não é um moça qualquer, é aquela moça), e por tanto, é um adjunto adnominal, assim como alta. O mesmo ocorre com as palavras um (artigo) e novo (adjetivo), referentes a carro.

Observação[editar | editar código-fonte]

Os pronomes pessoais retos e oblíquos têm valor de substantivo e exercem funções de sujeito ou complemento verbal, portanto não podem ser adjuntos adnominais.