Marcas nas fotografias de Werner Haberkorn/Vista panorâmica do centro da cidade. São Paulo-SP 2

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
< Marcas nas fotografias de Werner Haberkorn
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Vista panorâmica do centro da cidade. São Paulo-SP 2 (metadados).

Lista de marcas identificadas[editar | editar código-fonte]

  • Vermouth
  • Pirelli
  • Martini
  • Goodyear

Pesquisa sobre marcas[editar | editar código-fonte]

Vermouth[editar | editar código-fonte]

O clássico Vermouth é um vinho que tem origem no Reino Unido, aromatizado com inúmeras especiarias como raízes, cascas, flores, sementes e ervas. As versões modernas da bebida foram produzidas pela primeira vez em meados do século XVIII em Turim, na Itália. Enquanto o vermouth era tradicionalmente usado para fins medicinais, sua verdadeira fama era como um aperitivo, com cafés em Turim servindo aos hóspedes o tempo todo. No entanto, no final do século 19, tornou-se popular entre os bartenders como um ingrediente-chave em muitos coquetéis clássicos que sobreviveram até hoje, como o Martini, o Manhattan, o Rob Roy e o Negroni. Além de ser consumido como aperitivo ou ingrediente de coquetel, o vermouth às vezes é usado como um vinho branco alternativo na culinária. Historicamente, existem dois tipos principais de vermouth: doce e seco. Respondendo à demanda e à concorrência, os fabricantes criaram outros estilos, incluindo branco extra-seco, branco doce, vermelho, âmbar (ambre ou rosso) e rosé. O vermouth é produzido começando com uma base de um vinho de uva neutro ou mosto de vinho não fermentado. Cada fabricante adiciona álcool e uma mistura de ingredientes secos, consistindo em especiarias ao vinho base, que podem ser redestilados antes de serem adicionados ao vinho. Depois que o vinho é aromatizado e fortificado, o vermouth é adoçado com cana de açucar ou açúcar caramelizado, dependendo do estilo.Empresas italianas e francesas produzem a maior parte do vermouth consumido em todo o mundo, embora a Espanha, os Estados Unidos e o Reino Unido também sejam produtores.

Referências

http://bebidadestilada.blogspot.com/2012/06/vermute-bebida-mais-presente-nos.html

https://vinepair.com/wine-blog/youre-probably-drinking-storing-and-making-cocktails-with-your-vermouth-wrong/

https://vinepair.com/spirits-101/intro-vermouth-guide/

https://www.thekitchn.com/what-is-vermouth-and-why-is-it-in-my-drink-video-240297

Pirelli[editar | editar código-fonte]

A empresa foi fundada com o nome de G.B. PIRELLI & C. no dia 28 de janeiro de 1872 na cidade de Milão por Giovanni Battista Pirelli, um jovem engenheiro, então com apenas 24 anos, iniciando já no ano seguinte uma produção limitada de itens de borracha proveniente da Índia, como por exemplo, placas, correias e mangueiras em uma pequena fábrica de 1.000 m², que abrigava 40 operários e 5 empregados. Em poucos anos a PIRELLI iniciou a produção de todos os tipos de produtos derivados de borracha para os setores técnicos, industriais e científicos. Em 1879 teve início a produção de cabos para aplicações elétricas. O pneu PIRELLI, que tornaria a empresa e a marca tão conhecidas no mundo inteiro, nasceu em 1890 quando o departamento de borracha desenvolveu os primeiros pneus para bicicletas, conhecidos como MILANO. Em 1894, patenteou um novo método de produção que resolveu o nada simples problema que então existia de efetivamente manter o pneu preso na roda e ao mesmo tempo tornar mais fácil instalá-lo. Originalmente projetado para bicicletas, logo seria utilizado em carros e motocicletas.

Referências

https://www.pirelli.com/tyre/br/pt/news/2009/07/02/pirelli-completa-80-anos-de-atuacao-industrial-e-um-seculo-de-historia-no-brasil/

https://pt.wikipedia.org/wiki/Pirelli

https://www.pirelli.com/global/pt-br/road/pirelli-uma-historia-de-inovacao

http://mundodasmarcas.blogspot.com/2006/06/pirelli-fora-no-nada-sem-controle.html

Martini[editar | editar código-fonte]

Com mercado em grande parte do mundo e sendo vendidas desde 1867 com início cidade de Nova York, nos Estados Unidos, o vermute MARTINI foi fabricado em Gênova e atingiu um grande número de vendas, sendo considerada a marca de maior exportador da região do Piedemonte.É vendida até os dias atuais e recentemente, em 2013, comemorou seu 150° aniversário e lançou em comemoração um vermute que ficou em edição limitada apenas para mostrar o lado italiano da marca, com a composição visando o lado histórico da marca, desde a sua fundação até os tempos iniciais de venda, com dois extratos botânicos únicos e espelhando-se em uma receita de sucesso em 1904.Com o grande sucesso da empresa ao longo de toda sua história, as receitas secretas continuam muito bem guardas e com o acesso limitadíssimo apenas a 3 dos misturadores da bebida, contendo mais de incríveis 40 espécies botânicas na produção. Esse fator explica bem como a marca foca em seu lado saboroso, charmoso e sofisticado.O marketing e divulgações da marca se deram principalmente através dos carros de corrida e esportes de velocidade, adquirida por meio da "Martini Racing", onde a primeira parceria se deu em uma corrida esportiva de ciclismo, denominado "Gran Coppa" no ano de 1925 e realizado em Turim, na Itália.

Referências

http://mundodasmarcas.blogspot.com/2006/06/martini-taste-world-of-martini.html

Goodyear[editar | editar código-fonte]

Fundada em 1898 pelo empresário Frank Augustus Seiberling, na pequena cidade de Akron, estado Americano de Ohio. Em sua origem a empresa fabricava pneus para bicicletas, carruagens, revestimento para ferraduras, mangueiras e fichas para jogo de pôquer, ao passar do tempo, junto a sociedade, as produções também foram se evoluindo e a marca ganhando tanto destaque que hoje é uma das principais marcas e líder em inovação tecnologia na indústria, atualmente a empresa fabrica pneus não apenas para meios de transportes como de automóveis e bicicletas, mas também de caminhões comerciais, carros de corrido, avições, SUV’s e equipamentos usados em agrícolas.

Referências

https://www.goodyear.com.br/

Comentários sobre a fotografia[editar | editar código-fonte]

A foto tirada por Werner que foi fotografo, empresário e engenheiro retrata o período de 1940 e 1950, mostrando o centro de São Paulo, no período que tivemos a expansão industrial na capital, elevando-a a um patamar de metrópole. Podemos observar tal situação na quantidade de letreiros de propaganda de diversas marcas, e a crescente expansão de prédios ao redor de importantes avenidas.

Assim como no livro “como pensam as imagens” de Etienne Samain a imagem explora o desenvolvimento e grandiosidade da metrópole que a cada dia ganhava um peso econômico e forte influencia.