Mário Ferreira dos Santos/Visão geral das obras

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Mário tentou desenvolver seu próprio sistema, na contramão da filosofia profissionalizante de sua época. Segundo o autor, o espírito de colonizado dos brasileiros da época não os deixavam tentar desenvolver nada original.[1] Ao lado de Farias Brito, foi um dos únicos brasileiros que tentaram recuperar os grandes sistemas característicos do século XVII.[2]

Referências

  1. JORGE, JAIME, 2000 p. 342 vol III
  2. Cabrera, Julio. Diário de um filósofo no Brasil. Editora Unijuí, 2010. p.55