Logística/Planeamento e projecto de instalações/Computerized Relationship Layout Planning (CORELAP)/Funcionamento/Regras de seleção

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Regras de Selecção[editar | editar código-fonte]

Sendo um dos primeiros algoritmos de construção, o CORELAP, usa taxas de proximidade, tamanhos das actividades e a taxa de proximidade total (TPT), na altura de seleccionar as actividades. A TPT, é apenas uma soma dos pesos das relações entre actividades, podendo assim, se facilmente calculada a partir da tabela REL (Francis et al., 1992, p. 158).

Lee e Moore, os criadores do programa, adoptaram a seguinte terminologia insólita:


Victor: O departamento que tem o privilégio de ser o próximo a colocar no layout;

Winner: Um Victor que já foi colocado no layout.


Cada uma das taxas de proximidade usada na tabela de relações, i.e. A.E.I.O.U., X são assinaladas com um valor numérico, A=6, E=5, I=4, O=3, U=2, X=1 e a taxa de proximidade total para cada departamento é calculada adicionando adicionando o valor para as relações desse departamento a todos os outros. Seja V[rij] os valores que representam as taxas dde proximidade dos departamentos i e j. Se existirem n departamentos então a taxa de proximidade total será:

Onde V[rji] é igual a zero. Os departamentos são listados por ordem decrescente de TPT, o departamento com o TPT mais alto é colocado no layout, i.e. torna-se o primeiro Winner. Este departamento é colocado no meio do layout e o programa, então, pergunta: «Qual o próximo departamento a colocar?» e «Onde deve o Victor ser colocado no layout?» e procede a procura por uma relação com o primeiro Winner. No caso de haver um departamento com uma relação do tipo A, então o que tiver maior valor de TPT torna-se o primeiro Victor e é colocado no layout o mais perto possível do Winner. Outros departamentos que partilhem relações do tipo A com o Winner entram para o layout, os que têm um valor de TPT mais alto são colocados primeiro. São colocados o mais perto possível do Winner e dos restantes departamentos já colocados com os quais tenham ligações. Quando todos os departamentos com relações A com o primeiro Winner são colocados, o primeiro Victor torna-se o segundo Winner e o processo repete-se até que todos os departamentos com relações A estejam colocados, repetindo mais uma vez o processo para as ligações E, I, O e finalmente U (Hiregoudar et. al., 2007, p. 96-98).