Logística/Movimentação de materiais/Equipamento/Equipamento de identificação e comunicação automática

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Etapas de desenvolvimento - 9 fases
Início: 0de8.svg Básico: 1de8.svg Criação: 2de8.svg Desenvolvimento: 3de8.svg Maturação: 4de8.svg Revisão: 5de8.svg Desenvolvido: 6de8.svg Finalização: 7de8.svg Abrangente: 8de8.svg

A identificação automática e captura de dados, automatic identification and data capture (AIDC), engloba um grupo diversificado de sistemas e tecnologias que permitem a captura e transmissão automática de dados, relacionados com um determinado item (Automatic, [2008]).

A utilização destes sistemas de identificação automática e captura de dados permite a recolha de toda informação referente ao material, em tempo-real; informações como a localização, quantidade, origem, destino e programação (Frazelle et al., 1994, p. 593). A captura de dados pode ser efectuada através de sistemas de tratamento de imagens, sons ou vídeos, conforme a sua aplicação (Fernando, 2010, p. 593). A identificação e comunicação automática permite que as entidades da cadeia logística acompanhem e comuniquem os pormenores das movimentações dos materiais, com reduzida probabilidade de erro e perda de tempo (Bowersox et al., 2006, p. 188).

São exemplos de tecnologias de identificação automática (Frazelle et al., 1994, p. 593):

  • Sistemas de visão que fazem a leitura de etiquetas (por exemplo, códigos de barras), para obter informações sobre o material e as suas movimentações no sistema;
  • Scanners que transmitem por rádio frequência os níveis de existências de um armazém, para um computador;
  • Sistemas de reconhecimento de voz que identificam os materiais recebidos, no cais de recepção;
  • Etiquetas de identificação por radiofrequência, usadas para identificar o material;
  • Cartões com banda magnética que se movimentam juntamente com as unidades de carga, de modo a identificar o material, nos diversos canais de distribuição.

Os sistemas de identificação automática permitem que os equipamentos identifiquem e recolham dados referentes ao estado do material. Já os sistemas de comunicação automática permitem a comunicação, sem papel, dos dados do material. É deste modo que Tompkins et al. (2003, p. 278) estabelecem a diferença entre:

  1. 7de8.svg Identificação e reconhecimento automático
  2. 7de8.svg Comunicação automática, sem papel