Logística/Gestão de armazéns/Configuração de áreas de armazenagem contínuas/Múltiplos produtos/Armazém com cinco portas

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Figura 1: Aproximação contínua para 4 regiões de armazenagem

‎ Considera-se um armazém com cinco portas e quatro produtos. A recepção dos produtos é feita pelas portas de entrada/saída 4 e 5, cada porta de recepção tem igual probabilidade de ser utilizada. Os produtos são comercializados através das portas 1, 2 e 3, sendo a porta 2 a mais provável de ser utilizada. Uma vez que as cargas são consideradas unidades completas para serem recebidas e enviadas, o número de cargas recebidas é igual ao número de cargas enviadas. Assim, 50% da actividade de armazenagem/reposição é dividida igualmente pelas portas 4 e 5. Os restantes 50% do movimento são divididos pelas portas 1, 2 e 3 (Francis et al., 1992, p. 274-275).

O produto de mais alto nível, D, requer um espaço de para armazenagem e deve ser colocado em primeiro lugar no armazém, prosseguindo-se para armazenagem o produto B. A área de armazenagem total destes dois produtos vai ser de . De seguida, coloca-se para armazenagem o produto C, a sua área de armazenagem juntamente com os produtos B e D representa uma área total de . Os restantes são destinados ao produto A (Francis et al., 1992, p. 301). As curvas de nível das respectivas áreas de armazenagem estão representadas na figura 1.