Logística/Embalagem/Vidro/Vantagens e desvantagens

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

No Reino Unido, 20% do peso das embalagens e 10% de todos os bens são embalados em vidro (Sikora, 2009, p.1075).

Segundo Sikora (2009, p.1206), garrafas, jarros e ampolas feitos em vidro são muito usados nas embalagens da indústria alimentar e farmacêutica.

As características das embalagens de vidro são as seguintes (Sikora, 2009, p.1206 e Mariano, 2008, p.3):

  1. As propriedades do vidro variam consoante a sua composição:
    • É um material com elevada resistência a forças de tracção;
    • A resistência à pressão interna é também uma medida importante do vidro, pois irão sofrer processos de esterilização na preparação da embalagem;
    • O choque térmico é uma medida da tendência do vidro a rachar ao ser aquecido, que deve ser considerada nas aplicações nas quais o recipiente deve ser aquecido pelo consumidor;
    • A capacidade do contentor de conter o material é função, não só da composição do vidro do qual é feito, mas também da espessura da parede, o que irá resultar num contentor mais pesado. Desta forma deve haver uma gestão cuidada, no sentido de equilibrar os custos, a performance e o peso da embalagem;
    • As dimensões de acabamento devem ser consistentes de forma a permitir que a tampa (ou rolha) sele correctamente a embalagem, e de forma que ofereça uma abertura fácil.
  2. O vidro oferece boas propriedades de barreira a vapores de água e gás.
  3. Quando pigmentado oferece protecção contra fontes luminosas.
  4. Pode ser reciclado indefinidamente.
  5. É um material frágil e quebradiço.
  6. É um material caro e pesado.