Lessoto/Cultura

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O Lesoto possui duas línguas oficiais: o inglês e o SeSotho do sul. A religião predominante é o Cristianismo (católico e protestante), incorporando, porém, práticas tradicionais africanas como o culto aos antepassados. Existe até hoje a figura do ngaka, feiticeiro tradicional que acredita-se capaz de curar doenças através de ritos mágicos de expulsão de maus espíritos[1].

Cartaz escrito em SeSotho do sul defendendo os direitos das mulheres no país
Altar católico

Devido ao relevo acidentado do país, o principal meio de transporte ainda é o cavalo. Os cavaleiros costumam usar manta de lã às costas, com as pontas unidas à frente com um alfinete e segurar um cajado enfeitado, o m'lamu.

Típico cavaleiro lesotense
Mho Ntunya, escritora lesotense, com o chapéu típico do país
Casa em Maseru, a capital do país, com o formato do chapéu típico lesotense

A moeda do país é o loti (no plural, maloti).

Cédula de dez maloti, com o desenho do rei Moshoeshoe na frente e o desenho de um típico cavaleiro lesotense portando um chapéu típico à frente de um milharal no verso

As cabanas tradicionais lesotenses são circulares, com as paredes de barro e pedra e os telhados de folhas de gramíneas[2].

Tradicional cabana lesotense
Estação de esqui lesotense

A cultura lesotense possui padrões geométricos típicos, os litema, que são usados para decoração de paredes e tecidos.

Litema
Menino lesotense com típica manta
Lesotenses com mantas típicas
Inspeção das forças armadas lesotenses

Referências