Introdução à comunicação entre computadores e tecnologias de rede/A comunicação sem fio

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Esta parte do livro falará agora sobre como é a Camada Física quando nós escolhemos passar os dados pelo ar, e não por meio de fios e cabos. Falaremos sobre transmissão de rádio, infravermelho e transmissões por meio da luz.

Transmissão por Rádio[editar | editar código-fonte]

Transmissão de rádio é qualquer uma que utiliza como meio ondas eletromagnéticas em uma frequência entre 3 Hz até 300 GHz. Existem vários tipos de ondas de rádio classificadas de acordo com a sua frequência. Você pode vê-las na tabela abaixo:

Nome Símbolo Alcance Comprimento de onda Aplicações
Frequência Extremamente Baixa ELF 3 a 30 Hz 10,000 km a 100,000 km Usado na comunicação com submarinos.
Frequência Super Baixa SLF 30 a 300 Hz 1,000 km a 10,000 km -
Frequência Ultra Baixa ULF 300 Hz a 3 kHz 100 a 1000 km Usado na comunicação com minas.
Frequência Muito Baixa VLF 3 to 30 kHz 10 a 100 km -
Frequência Baixa LF 30 a 300 kHz 1 a 10 km Usado em transmissões de dados internacionais, torres de rádio de auxílio de navegação e rádio em alguns países.
Frequência Média MF 300 a 3000 kHz 100 m a 1 km Usado por torres de auxílio de navegação, rádios AM e comunicações marítimas e aéreas.
Frequência Alta HF 3 a 30 MHz 10 a 100 m Usada por rádios HM
Frequência Muito Alta VHF 30 a 300 MHz 1 a 10 m Usada por rádios FM, aviação e televisão.
Frequência Ultra Alta UHF 300 a 3000 MHz 10 a 100 cm Usada por televisão aberta, aparelhos celulares e redes sem fio
Frequência Super Alta SHF 3 a 30 GHz 1 a 10 cm Usada por redes sem fio e satélites.
Frequência Extremamente Alta EHF 30 a 300 GHz 1 a 10 mm Usada por comunicação por microondas presente em celulares, redes de computadores sem fio, radares, radio-astronomia e sistemas de armas avançadas.

As frequências Super Altas e Extremamente Altas que ficam entre 1 e 170 GHz são chamadas de microondas. O uso destas frequências costuma ser controlado pelo governo. Uma das características deste tipo dee onda é que ela viaja em linha reta. Por esse motivo, o transmissor e o receptor precisam estar apontados um para o outro. Não pode haver interferência entre um e outro. Até mesmo umidade muito alta pode comprometer o sinal. Elas são transmitidas a até 45 Km de distância. Graças à curvatura da terra, quanto maior a torre, mais longe ela transmite.

Dispositivos que possuem Frequência Muito Alta, tipicamente entre 902 e 828 MHz são aqueles que normalmente utilizam uma técnica de segurança chamada Espectro Espelhado. Essa técnica consiste em enviar o sinal sempre variando a frequência formando um ruído proposital. Desta forma, é possível enviar uma maior quantidade de dados graças á largura de banda maior e ainda torna extremamente difícil interceptar o sinal. Esta técnica foi desenvolvida durante a Segunda Guerra Mundial com o objetivo de camuflar sinais secretos.

Ondas de rádio em redes de computadores normalmente são usadas para melhorar redes já existentes que funcionam por cabos, e não para substituí-las. A desvantagem delas é que nas frequências que podem ser usadas por redes de computadores, elas não conseguem atravessar paredes ou estruturas muito densas, a menos que a frequência seja ampliada. Entretanto, isso reduz o alcance do sinal.

Transmissão por Infravermelho[editar | editar código-fonte]

A transmissão por infravermelho é uma transmissão por ondas eletromagnéticas que tem uma frequência mais alta que as Frequências Extremamente Altas da comunicação por rádio, mas não altas o bastante para tornarem-se luz. Este tipo de onda é utilizado por vários equipamentos diferentes e até mesmo o calor do corpo humano emite ondas infravermelhas. Os controles remotos de vários aparelhos também usam infravermelho.

Uma característica interessante do infravermelho é que ele pode ser transmitido de forma direta (em linha reta como um laser) ou difusa (como a luz de uma lâmpada).

Transmissão por Luz[editar | editar código-fonte]

A imagem acima é um exemplo de transmissão por meio da luz vermelha visível. Um alcance de até 1,4 Km pode ser obtido.

Também é possível utilizar a própria luz para transmitir mensagens. Aliás, se pararmos para pensar, esta é a forma mais antiga de comunicação à distância, pois as mensagens transmitidas por sinais de fumaça usavam na verdade a luz que enviava informação sobre os padrões da fumaça.

Mas falando sobre transmissões modernas por meio da luz, esta forma de comunicação é bastante usada entre satélites, por exemplo. No vácuo do espaço, a eficiência deste tipo de comunicação é idêntica à da fibra óptica. Redes de computador aqui na terra também podem usar este tipo de transmissão, embora com menor desempenho.

A desvantagem deste tipo de comunicação é que muitos fatores como a luz do sol, neblina, chuva e neve podem atrapalhar a transmissão. A vantagem é que a velocidade é maior que a de microondas, a taxa de erros de transmissão é baixa e a dispersão também é relativamente baixa.

Assim como a transmissão por infravermelho, ela também pode ocorrer de forma difusa ou direta.