Introdução à arqueologia/Especialidades

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Especialidades[editar | editar código-fonte]

Como já vimos no tópico anterior, embora explorássemos o túnel do tempo, definimos algumas das especialidades da arqueologia.

Para completar e ainda com certeza, deixando falhas, podemos listar as explorações feitas no fundo dos oceanos, lagos, rios e até dos pântanos (ver link para as múmias dos pântanos).

Nessa parte que pode ser chamada de arqueologia marítima, se incluem os naufrágios de onde não só se resgatam tesouros que nos permitem conhecer melhor a época, como também, aprender de que modo se construíam e operavam os barcos.

Shivta, Israel, cidade dos nabateus

Existem muitas ruínas a serem pesquisadas sob os mares, cidades, portos que submergiram, seja pelo aumento do nível dos oceanos, seja por causa de terremotos ou tsunamis.

A arqueologia também se ramifica em numerosas especialidades que estudam a economia, a indústria, a bioarqueologia.

Também há que se mencionar a arqueologia que cuida dos recursos culturais (Cultural Resource Management) em inglês conhecida como “CRM”, seu objetivo é preservar e proteger os sítios arqueológicos de acordo com as leis federais e estaduais.