Introdução à Química/Chuva ácida

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A chuva ácida é caracterizada pelo seu pH abaixo de 4,5. Chuvas normais têm um pH de aproximadamente 5,6, que é levemente ácido.

A acidez natural é causada pela dissociação do dióxido de carbono em água, formando o ácido carbônico, segundo a reação:

A chuva ácida é causada pelo enxofre proveniente das impurezas da queima dos combustíveis fósseis e pelo nitrogênio do ar, que se combinam com o oxigênio para formar dióxido de enxofre e dióxido de nitrogênio. Estes se difundem pela atmosfera e reagem com a água para formar ácido sulfúrico e ácido nítrico, que são solúveis em água. Um pouco de ácido clorídrico também é formado.

Uma possível reação de formação da chuva ácida é a que se segue:

Evidências de um crescente aumento nos níveis de chuva ácida vêm da análise das camadas de gelos oriundos das gelerias. Elas mostram uma repentina diminuição do pH a partir da Revolução Industrial de 6 para 4,5 ou 4. Já chegou a ser registrado variações de pH abaixo de 2,4 em áreas industriais.

Efeitos[editar | editar código-fonte]

As chuvas ácidas danificam diretamente as raízes dos vegetais; retiram importantes minerais do solo, como cálcio ou magnésio, interferindo no crescimento das plantas; em rios e lagos, a acidificação da água leva à destruição de grande parte dos organismos; monumentos e estátuas antigos, principalmente os feitos em mármore, são aos poucos corroídos pela chuva ácida.

Wikipedia
A Wikipédia tem mais sobre este assunto:
Chuva ácida