Iniciação à Pesquisa Científica em Saúde / CapítulosAnálise de artigos científicos

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A leitura de artigos científicos tem inúmeros propósitos para um profissional de saúde. Muitas vezes esta atividade é uma prática que busca mante-lo atualizado sobre um determinado tópico. Mas inúmeras são as demandas que envolvem tomada de decisão clínica a respeito de um determinado paciente e neste caso, mais do que nunca, a leitura deve ser crítica, pois os resultados do estudo irão ajudá-lo a fazer escolhas relativas ao cuidado a ser prestado.

É preciso exercitar este tipo de leitura e avaliação, desde o período de formação acadêmica, pois a literatura médica é vasta, tem se tornado cada vez mais interdisciplinar e os artigos não são igualmente bem elaborados metodologicamente. Isso impacta na qualidade da evidência científica que ele produz e no quão importante são suas conclusões para apoiar a tomada de decisão do profissional.

Há muitos roteiros que apoiam esta leitura crítica. Entre eles:

Como ler um artigo científico: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-74912001000200001

Neste capítulo, você poderá encontrar exemplos de leituras críticas de artigos, realizadas pelos alunos da Disciplina IPC II - Medicina-UFMG. Os melhores trabalhos forma postados aqui, com permissão dos alunos, mas anonimizados. Foram organizados por Turma / Ano. São apenas sugestões de interpretação. Voce deve fazer a sua própria, dentro de seu contexto e recursos disponíveis.

Exercícios resolvidos[editar | editar código-fonte]

Roteiro para leitura crítica do artigo científico[editar | editar código-fonte]

Objetivo da atividade: avaliar a habilidade do aluno em interpretar artigos científicos, com base nos conhecimentos adquiridos na disciplina:

  • Noções básicas de bioestatística
  • Noções de delineamento de estudos científicos
  • Interpretação de resultados de pesquisa científica: texto científicos,  tabelas, gráficos, testes estatísticos

Atividade: escolher um artigo cientifico que você julga compreender o tema básico e que contenha um dos temas abordados na disciplina IPCII. Para facilitar Chaves de busca para o Pubmed ou Scielo ou Google acadêmico:

1. Identificar os elementos norteadores do estudo:[editar | editar código-fonte]
  • População ou problema de interesse
  • Intervenção ou fator de risco ou exposição
  • Desfecho(s) de interesse
  • Testes estatísticos empregados.  
 2. Busque identificar, analisar e registrar com um marcador de texto os seguintes tópicos:[editar | editar código-fonte]
  • O objetivo principal do estudo. Refere-se não só ao que explicitado no artigo, mas também à clareza da pergunta da pesquisa a ser respondida e a(s) hipótese(s) testada(s)
  • A população ou amostra estudada. No caso de amostra como foi obtida. Se foi uma amostra, como foi o processo de obtenção, aleatório ou por conveniência? Se foi por elegibilidade, quais foram os critérios de inclusão e exclusão
  • O desenho de estudo utilizado pelo pesquisador. Tenha em conta sempre qual será o impacto do delineamento do estudo no nível de evidência científica e no grau de recomendação. Quadro de apoio - Níveis de Evidência Científica segundo a Classificação de Oxford Centre for Evidence-Based Medicine: http://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2014/janeiro/28/tabela-nivel-evidencia.pdf
  • Quais foram as variáveis escolhidas para representar a realidade e como foram obtidas. Identificar a natureza das variáveis e como foram descritas no estudo. Variáveis de exposição e desfechos. Tenha como elemento crítico o erro sistemático (viés) que pode advir da maneira como as variáveis foram obtidas. O documento de apoio neste caso varia com o desenho de estudo utilizado, fica aqui como sugestão os acesso;
  1. o Strobe Statment para estudos observacionais: https://www.strobe-statement.org/fileadmin/Strobe/uploads/translations/STROBE_translation_portuguese_Commentary_Malta_RevSaudePublica_2010_checklist.pdf
  2. CONSORT para ensaios clínicos: http://www.consort-statement.org/Media/Default/Downloads/Translations/Portuguese_pt/Portuguese%20CONSORT%20Checklist.pdf
  • Analise dos métodos estatísticos. Interpretar as tabelas, gráficos ou figuras do estudo, de acordo com a hipótese nula e pressupostos de cada teste. Verifique se há intervalo de confiança e interprete-o. Como exercício de IPCII, analise dos métodos de estatística inferencial utilizados: Verifique o teste de hipóteses empregado. Avalie e explique porque ele foi escolhido. Interprete o intervalo de confiança e p-valor, se presentes. Utilizar referenciais teóricos (livros de bioestatística por exemplo) para justificar sua interpretação.
  • Conclusões. Avalie se as conclusões são fundamentadas na metodologia descrita ou se elas ultrapassam o que foi analisado. para isso, faça uma análise critica dos resultados do artigo: quanto a qualidade do estudo, problemas encontrados pelo pesquisador e suas impressões.
3. Auto-avaliação: Faça uma analise critica de sua capacidade de interpretação do artigo cientifico, baseada na sua aprendizagem na disciplina IPC II e aponte suas dificuldades e o que irá fazer para se aprimorar.[editar | editar código-fonte]

Sugestão / veja também[editar | editar código-fonte]

Equator Network


Iniciação à Pesquisa Científica em Saúde/ Introdução à informática médica: Bioestatística computacional