Iniciação à Pesquisa Científica em Saúde /REPOSITÓRIO DE EXERCÍCIOS RESOLVIDOS/ Exercício 28: Incontinência urinária III

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Questão 28: Incontinência urinária III[editar | editar código-fonte]

Urinary system.svg

Um estudo científico acompanhou uma coorte de 30 mulheres com queixa de perda involuntária de urina. As características clínicas e epidemiológicas destas mulheres foram registradas em um sistema eletrônico de informação. Parte da base de dados extraída para análise foi apresentada a seguir (Nome: iniciais / Prontuário hospitalar / idade (anos) / Duração_sintoma (meses) / IMC (indice de massa corporal, m/kg2) / Urodinâmica (1- Incontinência de esforço leve / 2- Incontinência de esforço grave). Analise-a e responda às questões.

Nome Prontuário Idade Duração_sintoma IMC Urodinâmica
AVP 915075 58 19 26,6 1
MMS 814470 77 150 24,5 2
MJSM 815475 39 6 37,0 2
MSD 715555 43 12 31,0 2
PDT 835470 50 12 32,0 2
MMFT 809475 68 72 29,9 2
ZJD 825375 49 60 22,6 1
MS 825377 56 120 30,1 2
NNO 925005 45 6 31,6 2
ACV 825366 48 60 27 2
SDE 810839 61 48 40 2
WES 810075 49 48 28,5 2
IJN 822325 56 48 27,6 2
FGT 825333 49 12 29,2 2
SDE 775375 53 72 26,8 2
DCC 805075 49 12 25,7 1
FEDR 815371 72 120 18,9 1
SWE 825676 67 120 29,1 2
SDD 835374 78 24 30,4 2
SACV 835335 67 9 27,4 2
IJLO 828379 69 24 25,7 1
FVC 825071 47 36 29,1 2
SDE 824355 49 72 20,9 2
AMN 829365 56 9 30,5 2
HBG 805079 45 60 22,4 2
DFR 825473 67 120 36,5 2
FFR 819476 54 12 23,6 1
CDE 811470 53 12 32 2
RTF 813476 79 48 26,3 2
MJ 815474 79 60 31,1 2

a) Organize os dados idade e duração do sintoma em ordem crescente (isto pode ser feito na própria tabela acima)

b) Determine o valor máximo, mínimo, do 1o. quartil, mediano (2o. quartil) e do 3o quartil, para ambas as variáveis, a partir desta ordenação

c) Utilize um software estatístico e construa um gráfico de caixas para estas variáveis e determine o percentil 5 e 95 para mulheres com Incontinência de esforço leve (1) e Incontinência de esforço grave (2). Compare-os.

Sugestão de apoio:

Dicas SPSS.com

Manual SPSS 20 em portugues

Resposta da questão:[editar | editar código-fonte]

a)

b)

Idade

1º quartil

valor mínimo: 39 anos

valor máximo: 49 anos

Q1 = 1/4*(N+1) = 31/4 = 7,75

Q1 = 49 + 0,75*(49-49) = 49

2º quartil

valor mediano: 55 anos

Q2 = Mediana = (54+56)/2 = 55

3º quartil

valor mínimo: 56 anos

valor máximo: 67 anos

Q3 = 3/4*(N+1) = 3/4*31 = 23,25

Q3 = 67 + 0,25*(68-67) = 67,25

Duração do sintoma

1º quartil

valor mínimo: 6 meses

valor máximo: 12 meses

Q1 = 1/4*(N+1) = 31/4 = 7,75

Q1 = 12 + 0,75*(12-12) = 12

2º quartil

valor mediano: 48 meses

Q2 = Mediana = (48+48)/2 = 48

3º quartil

valor mínimo: 48 meses

valor máximo: 72 meses

Q3 = 3/4*(N+1) = 3/4*31 = 23,25

Q3 = 72 + 0,25*(72-72) = 72

c)

A maior duração dos sintomas está relacionada a um maior grau de gravidade da incontinência urinária, como se pode ver no gráfico Box plot que representa as variávies Duração do Sintoma (numérica contínua) x Urodinâmica (categórica). Parece também haver uma tendência para aumento da gravidade do quadro com o avançar da idade, como é visto no gráfico Box plot Idade x Duração do Sintoma. No entanto, tal correlação associação só poderá ser verificada se utilizarmos um teste de hipóteses.

O percentil 5% para urodinâmica relacionada à idade é igual a 1 (incontinência urinária de esforço leve) e 41,20 anos. Já o percentil 95% é igual a 2 (incontinência urinária de esforço grave) e 79,00 anos.

O percentil 5% para urodinâmica relacionada à duração do sintoma é igual à 1 (incontinência urinária de esforço leve) e 6 meses. Já o percentil 95% é igual a 2 (incontinência urinária de esforço grave) e 133,50 meses.

Bibliografia

http://www2.anhembi.br/html/ead01/estatistica_aplicada/lu06/lo2/index.htm

http://wikiciencias.casadasciencias.org/wiki/index.php/Quartis

http://www.pgcsiamspe.org/aula3-bio-200308.pdf

Indexadores do tema deste exercício[editar | editar código-fonte]

Estatística descritiva

Síntese numérica de um conjunto de dados sobre saúde

Medidas de tendência central

Medidas de variabilidade

Bioestatística computacional

Bibliografia utilizada[editar | editar código-fonte]

VOLTAR À PAGINA PRINCIPAL[editar | editar código-fonte]