Iniciação à Pesquisa Científica em Saúde /REPOSITÓRIO DE EXERCÍCIOS RESOLVIDOS/ Exercício 21: Estatura infantil I

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Questão 21: Estatura infantil I[editar | editar código-fonte]

Um estudante de medicina, aluno de Iniciação à Pesquisa Científica I da UFMG, resolveu fazer um levantamento sobre o crescimento e desenvolvimento de crianças, na área de abrangência de uma unidade básica de saúde (UBS). Para isto, selecionou uma amostra aleatória de prontuários e organizou uma base de dados com 125 valores de estatura de crianças com 10 anos de idade e sexo feminino. Obteve-se valor médio de 135cm e desvio padrão de 15cm. A este respeito, responda:

Posto de Saúde do Floresta, Coronel Fabriciano MG.JPG

a) Construa um histograma de frequência com os dados fornecidos, considerando as propriedades da distribuição normal

b) Uma menina de 10 anos comparece à consulta nesta UBS e sua altura é de 95 cm. Ela pode ser considerada com altura típica da população de crianças desta região (considerando intervalo onde se situa 95% dos valores)?

c) Calcule o Z-escore de uma menina de 10 anos, com altura de 155cm

c) Compare os valores desta amostra com os da curva de referência da OMS[1], fornecida a seguir:

Resposta da questão[editar | editar código-fonte]

Abordando o tema

O histograma é um gráfico que representa distribuição de frequências, ou seja, representa variáveis numéricas contínuas ou discretas com muitos valores. Em seu eixo horizontal ficam as classes de valores da variável e para cada classe um retângulo é atribuído com os valores correspondentes à frequência dessa classe. Como os valores do exercício em questão atendem às propriedades de distribuição normal de probabilidades  65% das crianças estarão entre + 1 e -1 desvios padrões e 95% das crianças estarão entre +2 e -2 desvios padrões; esse histograma terá formato simétrico ( como uma curva de Gauss).

Quando fazemos uma coleta de dados buscamos mecanismos para resumir os dados, tornando-os mais fáceis para serem analisados. Para isso lançamos mão de medidas de tendência central e medidas de dispersão. A medida de tendência central busca localizar o centro de uma distribuição, ou seja, o valor representativo em torno do qual os dados tendem a se agrupar;  a medida central utilizada nesse exercício foi a média, uma medida que representa o ''centro de gravidade'' de uma distribuição, o ponto de equilíbrio. A média é mais indicada quando a distribuição se apresenta aproximadamente simétrica em torno de um ponto, a medida central. Ela é calculada pela somatória de todos os dados  dividido pelo numero de dados. Já as medidas de dispersão visam mostrar o afastamento dos dados em relação a medida central. A medida de dispersão utilizada nesse exercício foi o desvio-padrão, calculada pela raiz quadrada do quadrado da média das variações, sendo variação o valor dos dados menos o valor da média. O desvio-padrão é uma das medidas mais famosas, mas é utilizada, sobretudo, quando os valores se aproximam da distribuição normal de probabilidades supracitada.

Tendo em vista o exposto acima:

_Questão 21_

a)  

histograma

b) Levando em consideração que a altura típica está entre o escore z +2 e -2, podemos notar pelo gráfico que essa menina com 95 cm de altura e 10 anos não possui altura típica desse grupo. Ela se encontra entre - 2 e -3 desvios padrões.

c) Pelo gráfico podemos inferir que a altura de 155 cm está entre +1 e +2 desvios padrões, ou seja, essa altura se encontra entre +1 e + 2 escores Z, haja vista que o escore z tem grande correspondência com o desvio padrão.

d) Podemos observar pela curva da OMS que, para a amostra utilizada para a pesquisa dessa organização, a média da altura de meninas de 10 anos é, aproximadamente, 138 cm( isso é representado pela curva verde no gráfico que corresponde a escore z igual a zero); esse valor é um pouco superior ao encontrado pela pesquisa exposta no exercício em questão (135 cm). Além disso, podemos observar pelo gráfico da OMS que o desvio padrão aproximado foi 7 cm (145-138) para meninas de 10 anos (isso é representado pelo valor correspondente ao escore z +1 menos o valor correspondente ao escore z=0, linha amarela superior à linha verde); esse valor é inferior ao desvio padrão encontrado na pesquisa relatada pelo exercício em questão, o que mostra uma maior homogeneidade da amostra da OMS.

Indexadores do tema deste exercício[editar | editar código-fonte]

Estatística descritiva

A distribuição normal(Gaussiana)

Síntese numérica de um conjunto de dados sobre saúde

Medidas de tendência central

Medidas de variabilidade

Preparação e análise de gráficos sobre dados de saúde

Curvas de percentil e aplicações em saúde

Bibliografia utilizada[editar | editar código-fonte]

(1) MEDRONHO, Roberto de Andrade. Epidemiologia. 2ª ed. Rio de Janeiro: ATHENEU, 2008.

(2)Estatística descritiva. Consulta em https://sondagenseestudosdeopiniao.wordpress.com/estatistica/estatistica-descritiva/ . Acesso em 17/06. 2016

VOLTAR À PAGINA PRINCIPAL[editar | editar código-fonte]

  1. WHO Height-for-age (5-19 years). Acesso em 31/12/2015.[1]