História do Brasil/O governo de Venceslau Brás

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Venceslau Brás declara guerra contra a Alemanha, em 1917

Venceslau Brás assumiu a presidência em 15 de novembro de 1914, substituindo Hermes da Fonseca. O vice-presidente foi Urbano Santos. O novo governo logo de início teve de combater a Guerra do Contestado, então definiu em 1916 os atuais limites entre Paraná e Santa Catarina, que foram oficializadas em 1917. Também enfrentou a Revolta dos Sargentos em 1915.

No governo de Venceslau Brás ocorreram os chamados "3 G": a Gripe Espanhola, a Grande Guerra (como era chamada a Primeira Guerra Mundial) e as Greves de 1917.

Promulgou o primeiro Código Civil brasileiro, que foi a primeira lei a grafar o nome Brasil com a letra S.

O torpedeamento de navios brasileiros em 26 de outubro de 1917 por submarinos alemães levou o Brasil a entrar na Primeira Guerra Mundial. O Brasil participou no conflito com uma esquadra naval para colaborar na guerra anti-submarina e uma missão militar à frente ocidental, em 1918.

Venceslau Brás foi substituído em 15 de novembro de 1918 por Delfim Moreira, sem vice.