História do Brasil/A chegada dos colonizadores

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
< História do Brasil
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Tratado de Tordesilhas

Em 1494, foi assinado o Tratado de Tordesilhas, que dividia as terras desconhecidas na América para Portugal e a Coroa de Castela. Esse tratado surgiu por causa da contestações portuguesas com a Coroa de Castela, pois, quando Cristóvão Colombo chegou à América em uma viagem patrocinada pela rainha de Castela, reclamou as terras oficialmente para Isabel, a Católica.

Diversos historiadores defendem que foi o espanhol Vicente Yáñez Pinzón o descobridor das terras brasileiras, que teria descoberto em 26 de janeiro de 1500, quando chegou no atual Cabo de Santo Agostinho, em Pernambuco. Mas, oficialmente, o Brasil foi descoberto em 22 de abril de 1500 por Pedro Álvares Cabral, o capitão-mor de uma expedição portuguesa para chegar às Índias, contornando o litoral sul da África. Pedro Álvares Cabral chegou no litoral da atual cidade de Porto Seguro, no distrito de Coroa Vermelha.

A tribo que os portugueses fizeram contato no descobrimento foram os tupiniquins, os índios chamavam a terra de Pindorama, que significa "Terra das Palmeiras", e os portugueses deram o nome de Ilha de Vera Cruz (no início, achava-se que a terra descoberta era uma ilha) e posteriormente, Terra de Vera Cruz. Em 26 de abril, dia de páscoa, foi celebrada a primeira missa em solo brasileiro. As cartas do escrivão Pero Vaz de Caminha chegaram ao rei de Portugal semanas depois.

Expedições exploratórias e extração de pau-brasil[editar | editar código-fonte]

Em 1501, houve uma grande expedição exploratória, e acharam apenas um recurso explorável, o pau-brasil. O pau-brasil era muito usado na tinturaria europeia por sua cor vermelha. A expedição deu nomes a vários lugares de acordo com os nomes dos santos dos dias, como em 1 de novembro (dia de Todos os Santos) chegou à Baía de Todos-os-Santos, em 1 de janeiro chegou à Baía de Guanabara (por isso chama-se Rio de Janeiro), em 21 de dezembro (dia de São Tomé) chegou ao cabo de São Tomé.

A Coroa Portuguesa deu em geral aos cristãos-novos as concessões de exploração do pau-brasil, mediante certas condições. Então, os países inimigos de Portugal, principalmente franceses, iam à costa brasileira para contrabandear madeira e capturar índios. Os corsários frequentavam a Baía de Guanabara onde se aliaram aos índios tamoios. Por causa disso, Portugal criou as expedições guarda-costas, para proteger a costa brasileira dos corsários e inimigos de Portugal.

Derrubada do pau-brasil em 1575

A expedição foi chefiada por Martim Afonso de Sousa, e ele cria em 1532 a vila de São Vicente, a primeira vila do Brasil, onde foi realizada a primeira eleição do continente americano e instalada a primeira câmara municipal.