História da Europa/Glossário

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Ir para: navegação, pesquisa


Glossário[editar | editar código-fonte]

Definição dos termos[editar | editar código-fonte]

  A   B   C   D   E   F   G   H   I   J   K   L   M   N   O   P   Q   R   S   T   U   V   W   X   Y   Z  


A[editar | editar código-fonte]

  • Absolutismo – Teoria política em que uma pessoa apenas detém todo poder; em alguns casos foi justificado pelo Direito Divino dos Reis.
  • Acordo de Munique (1938) – um acordo feito para debelar a crise de Munique; discutia o futuro da Checoslováquia e acabou entregando muito desse país para a Alemanha nazista, se tornou o maior exemplo de conciliação.
  • Adam Smith (1723-1790) - economista e filósofo escocês, autor de A Riqueza das Nações, visto como o pai do capitalismo econômico.
  • Albert Einstein (1879–1955) – físico que propôs a Teoria da Relatividade e fez grandes avanços na mecânica quântica e cosmologia.
  • Alexander Kerensky (1881-1970) – o segundo Primeiro Ministro do Governo Provisório Russo, imediatamente antes dos bolcheviques e Lenin chegarem ao poder.
  • Algeciras Conferência – aconteceu em 1906 em Algeciras, Espanha. O propósito da conferência foi intermediar a disputa do Marrocos entre a França e a Alemanha, e assegurar o pagamento de um grande empréstimo feito ao Sultão em 1904. A Entente Cordiale entre a França e o Reino Unido deu aos britânicos uma ajuda no Egito em troca de uma ajuda para a França no Marrocos. A França queria o Marrocos como seu protetorado, mas foi contestada pela Alemanha.
  • Anschluss (1938) – a inclusão da Áustria na Grande Alemanha, ao contrário de Ausschluss, a exclusão da Áustria da Alemanha Imperial em 1871.
  • Antigo Regime – o sistema político e social estabelecido na França sob a monarquia absolutista; terminou com a Revolução Francesa.
  • Arianos - no nazismo e no neo-nazismo, caucasiano não judeu, especialmente de tipo nórdico, que a doutrina presumia ser parte de uma raça superior.
  • Ato de Supremacia (1534) - Ato do Parlamento sob o Rei Henrique VIII da Inglaterra, declarando que o rei é o líder da Igreja da Inglaterra, tornando oficial a Reforma Inglesa; (1559) restabelecimento do ato original da Rainha Elizabeth I.
  • Autarky – uma política de não dependência, de auto-suficiência (não comercia com outros países).
  • Avant-garde – pessoas ou atos novos ou experimentais, particularmente com relação à arte ou a cultura.

B[editar | editar código-fonte]

  • Banalidades – taxas impostas por um senhor feudal sobre seus servos pelo uso de suas instalações.
  • Barroco – um movimento artístico cultural originário de 1600 em Roma; a arte destinada aos analfabetos ao invés de se destinar aos cultos(Reforma Protestante).
  • Bastilha ("Fortaleza") – em geral se refere à Bastilha Saint-Antoine, demolida na Tempestade da Bastilha no inicio da Revolução Francesa.
  • Batalha de Argonne (1918) – a maior operação e vitória da Força Expedicionária Americana (AEF) na I Guerra Mundial; no setor Verdun.
  • Batalha de Jutland (1916) – a maior batalha naval da I Guerra Mundial; ocorreu no Mar do Norte entre as frotas, britânica e alemã.
  • Batalha de Lepanto (1571) – a primeira grande vitória de uma força europeia sobre o Império Otomano; a destruição da maior parte dos navios do Império Otomano resultou na sua perda do controle do Mediterrâneo.
  • Batalha de Somme (1916) – tentativa das forças britânicas e francesas para furar as linhas alemãs, para empurrar as forças alemãs fora de Verdun.
  • Batalha de Verdun (Fev-Dec 1916) - a maior e possivelmente a mais longa batalha da história; resultou em mais de um milhão de mortos e 450000 entre feridos e desaparecidos.
  • Batalha of Gallipoli (1915) – tentativa fracassada dos Aliados de capturar a capital otomana de Constantinopla. (I Guerra Mundial)
  • Benjamin Disraeli (1804-1881) – autor britânico e Primeiro Ministro, mais conhecido pela defesa das Leis do Milho.
  • Bolcheviques – uma facção do movimento revolucionário russo formado em 1903 por seguidores de Vladimir Lênin, que acreditavam em um pequeno grupo de revolucionários com uma grande rede de apoiadores.
  • Burschenschaften – associações liberais germânicas de estudantes universitários; ajudaram a iniciar a Revolução de 1848 na Alemanha.



C[editar | editar código-fonte]

  • Cisma do Ocidente (1378) – divisão dentro da igreja católica no final do Papado de Avignon.
  • Coletivização – sistema de agricultura no qual os camponeses não recebiam salários, mas sim participavam da renda líquida das terras.
  • Calvinismo – religião protestante fundada por João Calvino, centralizada sobre a soberania de Deus (Reforma Protestante).
  • Canal de Suez (construído em 1854-1869) – canal no Egito entre o Mediterrâneo e Mar Vermelho, permitindo o acesso entre a Europa e Ásia.
  • Carbonários - grupos de sociedades secretas revolucionárias fundado no início do século 19 na Itália e instrumento na organização das revoluções na Itália em 1820 e 1848.
  • Carlos I (da Inglaterra, Escócia) (1600-1649) – brigou com o parlamento, era a favor do absolutismo, hostil aos esforços para reforma religiosa; foi executado ao final da Guerra Civil Inglesa.
  • Cartismo – um movimento direcionado à reforma política e social na Inglaterra, chamado assim por conta da Carta do Povo de 1838.
  • Cativeiro da Babilônia – termo que se refere ao Papado de Avignon e indica que os Papas eram cativos dos reis de França.
  • Cavalaria – código de ética aprovado pela igreja para cavaleiros, valorizando a bravura, lealdade e o próprio sacrifício.
  • Cavaleiros – partidários de Carlos I da Inglaterra na Guerra Civil Inglesa, também chamados Realistas (de real, realeza).
  • Cecil Rhodes - (1853-1902) imperialista britânico e o fundador efetivo do estado da Rodésia (desde 1980 chamado de Zimbabwe), cujo nome foi escolhido em sua homenagem. Ele se aproveitou por demais dos recursos naturais da África do sul, geralmente explorando os nativos, extremamente racista.
  • Cercamento – processo pós-feudal de cercar as terras, tornando-as propriedade privada; ocorreu com rapidez nos séculos 15 e 16, quando a criação de ovelhas se tornou cada vez mais rentável.
  • Cesare Beccaria (1735-1794) – filósofo e matemático italiano, autor de Sobre Crimes e Punições que resultou em reformas do código penal.
  • Charles Fourier (1772-1837) – pensador francês socialista utópico; apoiava o direito do homem de ter um mínimo padrão de vida.
  • Cheka (1917-1922) – a primeira das muitas organizações da policia secreta soviética.
  • Clássico – pertencente a cultura da Grécia e de Roma antigas.
  • Claude Henri de Saint-Simon (1760-1825) – o fundador do socialismo francês.
  • Código Napoleônico – código civil de leis, francês, estabelecido por Napoleão em 21 de março de 1804 para reformar o sistema legal da França de acordo com os princípios da Revolução Francesa.
  • Comintern - Internacional Comunista, organização fundada em março de 1919 por Lênin, pretendia a completa abolição do Estado.
  • Comitê de Segurança Pública – o governo executivo da França durante o Reinado do Terror da Revolução Francesa, estabelecido em 6 de abril de 1793.
  • Companhia das Índias Orientais Holandesas (1602-1798) – a primeira sociedade anônima; tinha o monopólio do comércio com a Ásia garantido pelo governo da Holanda.
  • Companhia de Jesus – ordem católica romana fundada em 1534 por Inácio de Loyola(Reforma Protestante).
  • Comuna de Paris (1871) – governo socialista que governou Paris brevemente, formado por revolucionários civis rebelados das guerras franco-prussianas.
  • Conciliação – política de Neville Chamberlain aceitando as condições impostas pela Alemanha nazista.
  • Concílio de Constance (1414-1418) – pedido para a abdicação dos três papas do Cisma do Ocidente; foi eleito então Martinho V como único papa, terminando assim o Cisma.
  • Concílio de Trento (1545-1563) – concílio da Igreja Católica para condenar o Protestantismo e para iniciar algumas reformas relacionadas com a corrupção na Igreja. (Reforma Protestante).
  • Concordata de 1801 – acordo entre Napoleão e o Papa Pio VII após Napoleão dar o golpe de estado na França.
  • Conde Cavour (1810-1861) – líder do movimento par unificação da Itália; foi o primeiro Primeiro Ministro do Reino da Itália.
  • Congo Belga – uma área central da África que esteve sob controle formal do parlamento belga de 1908 até 1960. A administração belga fazia parte do colonialismo paternalista onde o sistema político e educacional era dominado pela Igreja Católica Romana e Igrejas Protestantes.
  • Congresso de Berlim – solicitado em 1878 por Otto von Bismarck para revisar o Tratado de San Stefano. Propunha e ratificava o Tratado de Berlim.
  • Congresso de Viena (1814-1815) – uma conferência que ocorreu em Viena, Áustria para redesenhar o mapa político da Europa após a derrota da França Napoleônica.
  • Consubstanciação – fé Luterana que no sacramento da Eucarístia, o espírito de Cristo está presente no pão e no vinho, mas eles não são na realidade o corpo e sangue de Cristo. (Reforma Protestante).
  • Corrida Armamentista – competição entre dois ou mais países pela supremacia militar. Isso foi, talvez mais evidente durante a Guerra Fria entre os Estados Unidos e União Soviética.
  • Cortina de Ferro – fronteira que separava a Europa ocidental e oriental durante a Guerra Fria.
  • Corvéia – nas sociedades feudais, um imposto anual que um servo tinha que pagar com seu trabalho; usado para completar projetos reais, para manutenção de estradas e outros propósitos.
  • Crise de Berlim (1948-1949) – o bloqueio soviético de Berlim oriental durante a Guerra Fria, ocorrido porque a União Soviética não conseguiu parar o transporte de comida e outras provisões feitas pelos americanos, britânicos e franceses para os setores orientais de Berlim.
  • Crise dos Mísseis de Cuba (1962) – começou em 16 de outubro de 1962 quando um reconhecimento feito pelos Estados Unidos, revelou ao presidente John F. Kennedy, a evidência de instalações de mísseis nucleares na ilha. Durou 13 dias até, 28 de outubro de 1962 quando o líder soviético Nikita Khrushchev anunciou que as instalações seriam desmontadas.


D[editar | editar código-fonte]

  • Dante Alighieri (1265-1321) – autor de A Divina Comédia, um trabalho extremamente sarcástico criticando a igreja; um dos primeiros autores a escrever em vernáculo.
  • Darwinismo Social – a aplicação do Darwinismo ao estudo da sociedade humana, especificamente à teoria sociológica que postula que, grupos ou indivíduos adquirem vantagens sobre outros como resultado da superioridade genética ou biológica.
  • David Hume (1711-1776) – filósofo e historiador do Iluminismo Escocês.
  • Declaração de Direitos 1689 – um dos documentos fundamentais da Lei Inglesa; antes de Guilherme e sua mulher, Maria II serem coroados no trono inglês, eles aceitaram a Declaração de Direitos feita pelo Parlamento Inglês. Após eles aceitarem a Declaração, eles foram coroados monarcas conjuntos em abril de 1689.
  • Declaração de Pillnitz (1791) – uma declaração emitida pelo Imperador Leopoldo II e Frederick William II da Prussia, avisando aos revolucionários franceses para permitir a restauração do poder de Luís XVI.
  • Declaração de Queixas – documentos elaborados por eleitores dos Estados Gerais Franceses, desde 1484, listando as queixas para com o Estado.
  • Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão (1789) – documento da Revolução Francesa definindo uma série de direitos individuais, adotada pela Assembléia Nacional Constituinte como primeiro passo para uma constituição escrita.
  • Decretos de Carlsbad (1819) –uma série de restrições impostas aos alemães, sob influência de Metternich da Áustria; dissolveu o Burschenschaften (as fraternidades) , usava inspetores nas universidades e censores na imprensa.
  • Defenestração de Praga (Segunda) (1618) – ato de revolta da aristocracia da Boêmia contra a eleição de Ferdinand II, católico fanático, como governante do Sacro Império Romano.
  • Deísmo – crença em um Deus como criador, baseado na razão ao invés da fé (Iluminismo).
  • Denis Diderot (1713-1784) – escritor e filósofo francês que defendia o livre arbítrio, editor chefe da primeira enciclopédia, , Encyclopédie (Iluminismo).
  • Desestalinização – ações levadas a cabo por Khruschev na União Soviética para permitir uma maior discordância e para falar contra as ações do ex-presidente da URSS Stalin.
  • Détente – o relaxamento das tensões entre soviéticos e norte americanos.
  • Dezembristas – oficiais do exército russo lideraram 3 000 soldados na Revolta Dezembrista, uma tentativa de sublevação na Praça do Senado em dezembro de 1825.
  • Diggers – ou escavadores foi movimento de trabalhadores rurais pobres, liderados por Gerrard Winstanley em 1649 na Inglaterra; desejavam uma revolução social rumo a um estilo de vida agrário comunista baseado no Nacionalismo Cristão.
  • Diretório – um grupo de cinco homens que dominavam o poder executivo na França, de acordo com a constituição da Revolução Francesa de 1795.
  • Doutrina Truman (1947) – proposta por Harry S. Truman iniciou a política de contenção com relação à Russia.
  • Duque de Alba – comumente chamado por Fernando Álvarez de Toledo, o terceiro Duque de Alba.


E[editar | editar código-fonte]

  • Edito de Nantes (1598) – declaração feita por Henrique IV da França, garantindo direitos substanciais para os Huguenotes numa nação católica; introdução da tolerância religiosa (Reforma Protestante).
  • Edito de Worms (1521) – declaração feita pelo sacro imperador romano Carlos V ao final da Dieta de Worms, que Martinho Lutero era um herético e fora da lei (Reforma Protestante).
  • Edmund Burke (1729-1797) – filósofo irlandês, político Whig e fundador do moderno conservadorismo; criticou a Revolução Francesa.
  • Emigração – a ação ou fenômeno de deixar seu país nativo para se instalar em outro local. Um grande movimento de emigração ocorreu durante o final dos 1800 na Europa.
  • Erich Ludendorff (1865-1937) – general alemão responsável por capturar os fortes de Liège, críticos para o Plano Schlieffen.
  • Erich Maria Remarque (1898-1970) – soldado alemão no front da Primeira Guerra Mundial, ele escreveu “Nada de novo no front” (1929).
  • Escorial – grande palácio, monastério, museu e biblioteca próximo de Madri, Espanha; construído pelo rei Felipe II promovia estudos para auxiliar a contra-reforma.
  • Esfera de Influência – área territorial sob a influência política ou econômica de outra nação.
  • Estado Corporativo – sistema político no qual o poder legislativo é entregue às corporações que representam grupos econômicos, industriais e profissionais.
  • Estados-Gerais – assembléia das três classes ou estados, na França antes da Revolução Francesa.
  • Excomunhão – suspensão de um membro de uma comunidade religiosa; banimento da igreja.
  • Exército Novo – um exército de soldados profissionais comandado e treinado por generais; se tornou famoso pelo zelo religioso puritano(Guerra Civil Inglesa).


F[editar | editar código-fonte]

  • Fardo do Homem Branco – o conceito da obrigação das pessoas da raça branca, de governar e transmitir suas crenças aos não brancos; em geral usada para justificar o colonialismo europeu.
  • Fascismo – movimento político autoritário da direita.
  • Ferdinand Foch, General (1851-1929) – soldado francês fundamental em parar o avanço alemão durante a primavera de 1918 e a segunda batalha do Marne (julho 1918); começou o contra ataque que levou à derrota alemã.
  • Ferdinand Lassalle (1825-1864) – político alemão cujas ações levaram à formação do Partido Social

Democrata, que sofria forte oposição de Karl Marx.

  • Fernando Álvarez de Toledo (1508-1583) – general espanhol e governador da Holanda Espanhola, chamado de “Duque de Ferro” por sua crueldade; lutou contra os protestantes na Holanda “(Guerra dos oito Anos)”.
  • Feudalismo – sistema medieval que mantinha a terra como um feudo, fornecido pelo senhor para um vassalo.
  • Feudo – propriedade produtora de receita concedida por um senhor a um vassalo (feudalismo).
  • Flora Tristan (1803-1844) – uma das fundadoras do feminismo moderno, autora de muitos trabalhos feministas; avó de Paul Gauguin.
  • Forças Aliadas (I Guerra Mundial) - Rússia, França, Império Britânico, Itália e Estados Unidos.
  • Francesco Sforza (1401-1466) – fundador da dinastia Sforza em Milão, Itália; modernizou a cidade com sucesso, de modo que ela se tornou o centro do saber e cultura no Renascimento.
  • Francis Bacon (1561-1626) – filósofo inglês, defensor do dever absoluto do soberano e defensor da Revolução Científica.
  • Friedrich Engels (1820-1895) – filósofo socialista alemão que co-publicou o Manifesto Comunista com Karl Marx.


G[editar | editar código-fonte]

  • Galileo Galilei (1564-1642) – o primeiro a usar o telescópio na astronomia; provou a teoria heliocêntrica de Copérnico (Revolução Científica).
  • Geoffrey Chaucer (1340-1400) – autor de “Contos de Canterbury”, uma coleção de histórias que mostram o materialismo do povo inglês.
  • Gestapo – a policia secreta oficial da Alemanha Nazista, Geheime Staatspolizei.
  • Girolamo Savonarola (1452-1498) – governante passageiro de Florença conhecido por sua pregação religiosa anti Renascimento, por queimar livros e destruir obras de arte.
  • Giuseppe Garibaldi (1807-1885) – o mais famoso soldado italiano do Resurgimento.
  • Giuseppe Mazzini (1805–1872) – político e escritor italiano que ajudou a construir o Estado Italiano moderno e unificado.
  • Golpe de Estado – derrubada repentina de um governo, tipicamente feita por um grupo pequeno que, apenas substitui os mandatários anteriores.
  • Grande Cisma – termo usado para se referir tanto ao Cisma ocidental como oriental da igreja católica.
  • Grande Expurgo – campanhas de repressão contra grupos sociais, visto, em geral, como desejo de consolidar a autoridade de Joseph Stalin.
  • Grande Medo (1789) – evento ocorrido no inicio da Revolução Francesa; por causa dos rumores de que os nobres planejavam destruir as lavouras dos camponeses, estes saquearam os castelos dos nobres e queimaram os arquivos das obrigações feudais.
  • Guarda Vermelha (Russia) – a principal força de ataque dos bolcheviques, criada em março de 1917.
  • Guerra Civil Espanhola (1936–1939) – resultado da política complexa e do abismo cultural na Espanha.
  • Guerra Civil Inglesa (1642-1649) – uma guerra civil disputada entre os partidários de Carlos I, (rei da Inglaterra, Escócia e Irlanda) e o Parlamento Longo liderado por Oliver Cromwell.
  • Guerra Civil Russa (1918-1920) – conflito entre comunistas e monarquistas, após a Revolução Russa de 1917.
  • Guerra das Rosas (1455-1487) – guerra civil continua, disputada pelo trono da Inglaterra, entre a Casa de Lancaster e a Casa de York.
  • Guerra do Ópio (1834-1860) – duas guerras entre a Grã Bretanha e a China por causa de uma de eliminar o comercio do ópio e reduzir a influência estrangeira em suas fronteiras.
  • Guerra dos Boeres – duas guerras, uma em 1880-81 e a segunda de 11 de outubro 1899-1902 ambas entre britânicos e colonos de origem holandesa (chamados Boere, Afrikaners ou Voortrekkers) na África do Sul, isso colocou um fim às duas repúblicas independentes que eles haviam fundado.
  • Guerra dos Camponeses (1524-1526) – revoltas maciças, econômicas e religiosas na Alemanha (Reforma Protestante).
  • Guerra dos Cem Anos (1337-1453) – conflito que durou 116 anos entre a Inglaterra e a França.
  • Guerra dos Oito Anos (1568-1648) – guerra de secessão na qual a Holanda ganhou sua independência como República Holandesa.
  • Guerra dos Três Henriques (1584-1598) – uma série de três guerras civis na França, também chamadas de Guerras Huguenotes; ocorreram entre a Liga Católica e os Huguenotes.
  • Guerra dos Trinta Anos (1618-1648) – conflito que ocorreu principalmente no Sacro Império Romano, envolvendo conflitos entre protestantes e católicos, lutavam pela preservação da dinastia Habsburgo.
  • Guerra Franco-Prussiana (1870-1871) – guerra travada entre a França e Prussia por causa de uma possível exigência da Alemanha ao trono da Espanha.
  • Guerra Peninsular (1808-1814) – grande conflito durante as Guerras Napoleônicas, ocorreu na Península Ibérica; Espanha, Portugal e Grã Bretanha contra a França.
  • Gulag – o ramo da polícia soviética que operou campos de trabalhos forçados e prisões.


H[editar | editar código-fonte]

  • Heinrich Himmler (1900-1945) – o comandante da Schutzstaffel alemã e um dos homens mais poderosos da Alemanha nazista; uma das figuras chave na organização do Holocausto.
  • Henri-Phillippe Petain, General (1856-1951) – soldado francês e chefe do Estado de Vichy França. Ele se tornou herói francês por causa da sua liderança militar na Primeira Guerra Mundial.
  • Henrique V (1387-1422) – rei da Inglaterra(1413-1422); aceito pelos ingleses como herdeiro de Carlos VI e do trono francês, aumentando o conflito da Guerra dos Cem Anos.
  • Henry Palmerston (1784-1865) – Primeiro Ministro britânico e político liberal.
  • Heresia – manter crenças que são contrárias àquelas da religião organizada.
  • Hermann Goering (1893–1946) – membro proeminente e precoce do partido nazista, fundador da Gestapo e um dos principais arquitetos da Alemanha nazista.
  • Huguenote – membro da Igreja Protestante Reformada da França(Reforma Protestante).
  • Humanismo – ideologia secular centrada nos interesses humanos, sublinhando o valor do individuo (Renascimento).
  • Humanitarianismo – a crença de que a única obrigação moral da humanidade é a melhoria do bem-estar humano.

I[editar | editar código-fonte]

  • Idade do Iluminismo – movimento intelectual do século 18 na Europa, marcado pelo pensamento racional, em contraste com as superstições da Idade das Trevas.
  • Imperialismo – a política de estender a autoridade de uma nação através de conquistas territoriais ou pelo estabelecimento de hegemonia política e econômica sobre outras nações.
  • Impressionismo – movimento artístico focado em criar uma impressão visual imediata, usando cores primárias e pinceladas pequenas para simular a luz refletida. (Século 19)
  • Inácio de Loyola (1491-1556) – fundador da Companhia de Jesus, para fortalecer a igreja contra o Protestantismo (Reforma Protestante).
  • Incidente da Manchúria (1931) – o exército japonês acusou os dissidentes chineses de explodir uma parte da ferrovia japonesa na Manchúria, isso se tornou a desculpa para a anexação da Manchúria pelo Japão.
  • Incidente de Fashoda – o clímax da disputa colonial entre a Grã Bretanha imperial e a França da África oriental; levou os dois países a beira da guerra mas terminou com a vitória diplomática da Grã Bretanha.
  • Individualismo – ênfase no individual em oposição ao grupo; humanismo (Renascimento).
  • Inocêncio III – papa que organizou a 5ª Cruzada (1217); foi ele quem começou a interferência do papado nos negócios europeus.
  • Isaac Newton (1643-1727) – físico, matemático, astrônomo e filósofo inglês; a ele é creditada a gravitação universal, leis do movimento e cálculo(Revolução Científica).

J[editar | editar código-fonte]

  • James Hargreaves (1720-1778) – inventor inglês da máquina de fiar em 1764.
  • James Watt (1736-1819) – engenheiro escocês que aperfeiçoou o motor a vapor, o catalisador da Revolução Industrial.
  • Jan Hus (1369-1415) – fundador dos Hussitas, com metas reformistas similares às de John Wyclif; autor de “Na Igreja”, criticando a Igreja; foi queimado na fogueira.
  • Jean-Jacques Rousseau (1712-1778) – filósofo e teórico politico suiço-francês; "noble savage" a idéia de que o homem é bom por natureza mas é corrompido pela sociedade.
  • Jesuitas - ver Companhia de Jesus
  • Joana d´Arc (1412-1431) – camponesa que manteve um cerco inglês em Orléans durante a Guerra dos Cem Anos, foi capturada e queimada como herege.
  • João Calvino (1509-1564) – fundador do Calvinismo em Genebra, Suiça (Reforma Protestante).
  • Johann Tetzel (1465-1519) – padre dominicano conhecido por vender indulgências (Reforma Protestante).
  • John Kay (1704-1780) – inventor britânico que desenvolveu o “flying shuttle” para máquinas têxteis, uma das invenções chaves para o desenvolvimento da Revolução Industrial. Ele inventou uma máquina que possuía um dispositivo chamado Flying Shuttle, que substituía o acabamento manual da peça e com uma produção muito maior.
  • John Knox (1505-1572) – reformador protestante que fundou o Presbiterianismo na Escócia (Reforma Protestante).
  • John Locke (1632-1704) – filósofo inglês do Iluminismo que escreveu sobre “o governo com o consentimento dos governados” e os direitos naturais dos homens; forneceu justificativas para a Revolução Gloriosa.
  • John Wyclif (1328-1384) – foi quem começou a primeira tradução da Bíblia para o inglês, um passo importante para a Reforma Protestante.
  • Joseph Joffre, General (1852-1931) – general catalão francês; ajudou a combater o Plano Schlieffen através de recuo e contra-ataque na primeira batalha do Marne.
  • Stalin, Joseph (1879-1953) – revolucionário bolchevique que governou a União Soviética após a morte de Lênin; responsável pelo Grande Expurgo e o plano dos cinco anos.
  • Juramento do Jogo da Péla (1789) – pedido dos membros do Terceiro Estado francês para continuarem a se reunir até dotarem a França de uma Constituição; foi considerado o nascimento da Revolução Francesa.

K[editar | editar código-fonte]

  • Karl Marx (1818-1883) – um teórico político alemão influente, cujos escritos sobre o conflito de classes formou a base do comunismo e socialismo.
  • Khruschev - ver Nikita Khrushchev
  • Kristallnacht (1938) – “A Noite dos Cristais” foi um massacre que ocorreu na noite de 9 de novembro de 1938 em diversos locais da Alemanha e da Áustria sob domínio nazista, contra os judeus.
  • Kulturkampf (Luta Cultural) – tentativa do chanceler Otto von Bismarck de reduzir a influência católica no inicio dos anos 1871 no Império Alemão.


L[editar | editar código-fonte]

  • Laissez-Faire – filosofia libertária do capitalismo puro, sem regulamentação do comércio (Iluminismo).
  • Lei Fabril (1833) – tentativa de estabelecer horas de trabalho normais para os funcionários da indústria têxtil.
  • Leigo – no catolicismo, todos os não-clérigos.
  • Leis do Milho (1815-1846) – tarifas de importação britânicas, destinadas a proteger os fazendeiros e donos de terras contra competição estrangeira.
  • Leonardo da Vinci (1452-1519) – arquiteto, inventor, engenheiro, escultor e pintor do Renascimento italiano; mais conhecido pela “Última Ceia” e a “Mona Lisa”; o arquétipo do “Homem Renascentista”.
  • Leopoldo III (1835–1909) – rei da Bélgica; fundador do Estado Livre do Congo, um projeto privado para extrair borracha e marfim.
  • Levante Sepoy (1857–1858) – rebeliões contra o governo colonial britânico na Índia; causou o fim do comando da Companhia Britânica das Índias Orientais na Índia, e levou a um século de governo direto da Índia pela Grã Bretanha.
  • Levée en masse – expressão francesa para levantar das massas, usado para mobilizar exércitos durante as guerras dos revolucionários franceses.
  • Liberalismo Clássico – uma filosofia política e econômica, originalmente fundamentada nas tradições do Iluminismo, que tenta circunscrever os limites do poder político e definir e apoiar os direitos individuais.
  • Livro de Orações Comum – é o livro de orações da Igreja da Inglaterra; foi publicado pela primeira vez em 1544 e passou por muitas revisões.
  • Lorenzo de' Medici (1449-1492) – governante da Republica Florentina durante a Renascença; defensor cristão do platonismo e do humanismo.
  • Louis Napoleon Bonaparte (1808-1873) – sobrinho do Imperador Napoleão I de França; membro dos Carbonários em sua juventude; eleito presidente da Segunda República de França em 1848; reinou como Imperador Napoleão III do Segundo Império Francês de 1852 a 1870.


M[editar | editar código-fonte]

  • Maneirismo – gênero de arte que surgiu após a Renascença, usando o exagero ou distorção ao invés de harmonia e proporção.
  • Manifesto Comunista – documento que expõe os propósitos da Liga Comunista, publicado pela primeira vez em 21 de fevereiro de 1848, por Karl Marx e Friedrich Engels.
  • Maquiavélico – o que tem as qualidades vistas por Nicolau Maquiavel como ideais para um governante; usando táticas implacáveis e autoritárias para manter o poder.
  • Marquês de Condorcet (1743-1794) – filósofo e matemático francês, inventor do método Condorcet, um sistema de votação.
  • Martinho Lutero (1483-1546) – teólogo alemão e monge augustiniano que criou o Luteranismo e começou a Reforma Protestante.
  • Massacre da Noite de São Bartolomeu (1572) – uma onda de mobilização católica de violência contra os Huguenotes, durou diversos meses.
  • Materialismo Dialético – as bases filosóficas do Marxismo como definidas mais tarde pelos comunistas; usa os conceitos de tese, antítese e síntese para explicar o crescimento e desenvolvimento da história humana.
  • Mencheviques – uma facção do movimento revolucionário russo formado em 1903 por seguidores de Julius Martov, que acreditava num grande grupo de ativistas.
  • Mercado Comum – união alfandegária com políticas comuns em regulamentação de produtos e liberdade de movimentos para os quatro fatores da produção (bens, serviços, capitais e trabalho). Está estabelecida na maioria das nações modernas da Europa.
  • Mercantilismo – a teoria econômica que postula que a prosperidade econômica de um país depende do suprimento de ouro e prata que possui, e que um país deve exportar mais do que importar.
  • Metternich (1773-1858) – ministro do exterior da Áustria durante e após da Era de Napoleão.
  • Michelangelo (1475-1564) – pintor, escritor, poeta e arquiteto do Renascimento; mais conhecido pelo afresco do teto da Capela Sistina.
  • Minha Luta - um livro escrito por Adolf Hitler, combinando elementos de autobiografia com a exposição da ideologia política de Hitler, o nazismo.
  • Monasticismo – completa devoção ao trabalho espiritual.
  • Morte Negra – a praga que matou um terço da população da Europa no século 14.

N[editar | editar código-fonte]

  • Nacionalismo – ideologia que define uma nação como um conceito de identidade comum entre grupos de pessoas.
  • Napoleão Bonaparte (1769-1821) – general e politico da França que governou como Primeiro Consul (1779-1804) e depois como Imperador (1804-1814).
  • NATO (North Atlantic Treaty Organization) (1769-1821) – Organização do Tratado do Atlântico Norte, uma organização internacional para segurança coletiva, estabelecida em 1949 para apoiar o Tratado do Atlântico Norte assinado em Washington DC, em 4 de abril de 1949.
  • Neo-platonismo – filosofia baseada nos ensinamentos de Platão, que resurgiu durante o Renascimento.
  • Neville Chamberlain (1869-1940) – Primeiro Ministro britânico que manteve a política de abrandamento frente a Alemanha nazista.
  • Nicolau Copernico (1473-1543) – astrônomo e matemático que desenvolveu a teoria heliocêntrica do sistema solar (Revolução Científica).
  • Nietzsche o Superhomem (Übermensch) - conceito que postula que o mais forte e privilegiado deve dominar o mais fraco.
  • Niilismo – filosofia que vê o mundo e a existência humana sem significado ou propósito.
  • Nikita Khrushchev – líder da União Soviética após a morte de Stalin, de 1953 até 1964.
  • NKVD – agência mais conhecida pela sua função de polícia secreta da União Soviética; também cuidava de outros propósitos, como transportes, bombeiros, tropas de fronteira, etc.
  • Noite das Facas Longas (1934) - foi um expurgo que aconteceu na Alemanha Nazista na noite do dia 30 de junho para 1 de julho de 1934, ordenado por Adolf Hitler para eliminar possíveis rivais políticos.
  • Nova Política Econômica (1921) – sistema de reformas econômicas de Lenin, que restaurava a propriedade privada em algumas partes da economia.
  • Novas Monarquias – os estados cujos governantes no século 15 começaram a governar de modo autoritário usando as táticas de Maquiavel.

O[editar | editar código-fonte]

  • O duce (O Líder) – nome adotado pelo Primeiro Ministro italiano Benito Mussolini em 1923 para se posicionar como supremo líder da nação.
  • Oliver Cromwell (1599-1658) – líder político e militar que liderou a derrubada da monarquia britânica na Guerra Civil Inglesa; estabeleceu o Protetorado sobre o qual governou como Lorde Protetor.
  • Otto von Bismarck (1815-1898) – Primeiro Ministro da Prússia que unificou a Alemanha e se tornou Chanceler do Império Alemão.

P[editar | editar código-fonte]

  • Papado de Avignon (1305-1378) – período durante o qual o Papa foi removido de Roma para Avignon, França.
  • Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães – o partido nazista que levou Adolf Hitler ao poder em 1933 na Alemanha.
  • Plano Marshall – o primeiro plano dos Estados Unidos para reconstruir os países aliados da Europa e repelir o comunismo, após a Segunda Guerra Mundial.
  • Pablo Picasso (1881-1973) – junto com Georges Braque, foi fundador do Cubismo.
  • Pacto de Não Agressão Nazi-Soviético (1939) – um tratado de não agressão feito entre os primeiros ministros Ribbentrop da Alemanha (Terceiro Reich) e Molotov da Russia (União Soviética).
  • Pacto de Varsóvia (1455-1487) – Uma organização de Estados comunistas da Europa Central e Oriental. Foi estabelecido em 1955 para fazer frente a ameaça aliança NATO.
  • Rasputin, Pai Grigori (1872-1916) – místico russo que possuía grande influência sobre a esposa do Tzar Nicolau II, Alexandra, com isso, acabou levando à queda da dinastia Romanov e à Revolução Bolchevique.
  • Parlamentares – qualquer coisa associada com o parlamento; algumas vezes se referem a eles como Roundheads (Guerra Civil Inglesa)
  • Parlamentos – cortes legais do antigo regime na França.
  • Paul von Hindenburg, General (1847-1934) – general alemão; Presidente do Reich da Alemanha.
  • Paz da Westphalia (1648) – uma série de tratados que fecharam a Guerra dos Trinta Anos.
  • Perspectiva – técnica artística usada para dar à pintura aparência de 3 dimensões, retratando em primeiro plano objetos maiores do que os do fundo (Renascimento).
  • Pierre-Joseph Proudhon (1809-1865) – anarquista francês, mais famoso pela afirmação “propriedade é um roubo.”
  • Plano dos Primeiros Cinco Anos – demarcava os objetivos da burocracia soviética, focando na indústria pesada.
  • Poderes Centrais ( I Guerra Mundial) - dupla aliança da Alemanha, Áustria-Hungria, Império Otomano e Bulgária.
  • Politburo (Escritório Político) – a organização executiva dos Partidos Comunistas.
  • Política de Portas Abertas – manutenção dos direitos comerciais e industriais iguais para todas as nações na China depois da Guerra do Ópio.
  • Popolo – os pobres, a classe trabalhadora da Itália (Renascimento).
  • Predestinação – uma ideia religiosa que afirma que as decisões de Deus determinam o destino; particularmente predominante no Calvinismo (Reforma Protestante).
  • Presbiterianismo – igreja protestante baseada nos ensinamentos de João Calvino e estabelecida na Escócia por John Knox (Reforma Protestante).
  • Proletariado – a classe social mais baixa; termo usado por Karl Marx para identificar a classe trabalhadora.
  • Protetorado – relacionamento de proteção e controle parcial assumido por um poder superior sobre um país ou região dependente; o país ou região protegido.
  • Putsch da Cervejaria (1923)

um golpe mal sucedido dado por Adolf Hitler e outros líderes, em Munique, Bavária, Alemanha.

Q[editar | editar código-fonte]

  • Quatorze Pontos – contornos do plano do presidente dos Estados Unidos, Woodrow Wilson para reconstruir a Europa após a I Guerra Mundial.
  • Queda das Águias – se refere ao colapso da Russia tzarista.


R[editar | editar código-fonte]

  • Rafael (1483-1520) – pintor e arquiteto florentino da Alta Renascença Italiana.
  • Rainha Vitória (1819–1901) – rainha do Reino Unido, governou de 1837 até sua morte, mais tempo do que qualquer outro monarca britânico. Além de ser a rainha do Reino Unido da Grã Bretanha e Irlanda, ela foi também a primeira monarca a usar o título de Imperatriz da Índia. O reinado de Vitória foi marcado pela grande expansão do Império Britânico. A Era Vitoriana se deu no auge da Revolução Industrial, um período de grandes mudanças sociais, econômicas e tecnológicas no Reino Unido.
  • Realismo (século 19) – movimento artístico que se originou na França como reação ao “Romantismo”; representação de lugares comuns ao invés de temas idealizados.
  • Realistas – aqueles que apoiavam o monarca ou a família real; algumas vezes são chamados “Cavaleiros”(Guerra Civil Inglesa).
  • Realpolitick (Politica da realidade) – termo cunhado por Otto von Bismarck e se refere à política externa baseada em conceitos práticos ao invés de teoria ou ética.
  • Rebelião dos Boxers – levante contra a influência do ocidente na China.
  • Rebelião Irlandesa da Páscoa (Domingo de Páscoa, 1916) – uma rebelião sem sucesso contra o governo britânico na Irlanda.
  • Reconquista – a “reconquista” espanhola que resultou na remoção dos judeus e muçulmanos do país, e a unificação da Espanha sob o catolicismo.
  • Reichstag – parlamento alemão entre 1871 e 1945.
  • Reis Católicos – os governantes hispânicos rainha Isabel de Castela e rei Fernando II de Aragão, cujo casamento marcou o início do domínio da religião católica na Espanha.
  • Rembrandt van Rijn (1606-1669) – pintor e gravador barroco da Holanda durante a Idade do Ouro Holandesa.
  • Renascença – movimento cultural que começou na Itália no século 14 e foi marcado pelo renascimento da arte clássica e estudos científicos das antigas Grécia e Roma.
  • René Descartes (1596-1650) – matemático (inventor do sistema coordenado cartesiano) e filósofo racionalista (“Penso, logo existo”).
  • República Weimar (1919-1933) – a primeira tentativa de democracia liberal na Alemanha; assim chamada por causa da cidade de Weimar, onde a nova constituição foi escrita.
  • Restauração Meiji (1866-1869) – revolução no Japão; substituiu o shogunato Tokugawa com um governo imperial, e modernizou o país feudal; ocorreu por causa da abertura dos portos do Japão ao ocidente.
  • Revolta Holandesa – se refere à “Guerra dos Oito Anos”.
  • Revolução de Fevereiro (1917) - o primeiro estágio da Revolução Russa de 1917, consistiu nos levantes de Petrogrado que resultaram na abdicação do Tsar Nicolau II.
  • Revolução de Outubro (1917) – a segunda parte da Revolução Russa de 1917, liderada por Leon Trotsky; a primeira revolução comunista oficial, também conhecida por Revolução Bolchevique.
  • Revolução Gloriosa (1688-1689) – a remoção do rei James Stuart II dos tronos da Inglaterra, Escócia e Irlanda; substituído por William and Mary; muitas vezes chamada de “Revolução Sem Sangue”.
  • Revolução sem Sangue – um termo usado para se referir à Revolução Gloriosa; a descrição é em grande parte exata com relação a sucessão de Guilherme ao trono inglês, embora suas tentativas de tomar os tronos da Escócia e Irlanda tenham passado longe de ser sem sangue.
  • Risorgimento - a unificação gradual da Itália, culminando com a declaração do Reino da Itália (1861) e a conquista de Roma (1870).
  • Robert Owen (1771-1858) – reformador social galês, pai do movimento cooperativo.
  • Robespierre (1758-1794) – um dos mais conhecidos revolucionários franceses; conhecido como “o Incorruptível”; líder do Comitê de Segurança Pública.
  • Romantismo (18th century) – movimento artistico e intellectual, após o período do Iluminismo, dando ênfase às emoções fortes, imaginação, libertação das formas clássicas e rebelião contra as convenções sociais.
  • Roundheads – puritanos sob Oliver Cromwell na Guerra Civil Inglesa; assim chamados por causa dos capacetes redondos que usavam; também chamados “Parlamentares”
  • Royal Society of London (1660) – instituição de estudos voltada para o conteúdo aberto, a liberdade de escolhas e informação livre.

Racionalismo – a ideia filosófica de que a verdade deriva da razão e da análise, ao invés da fé e do dogma religioso (Renascença).

S[editar | editar código-fonte]

  • Sans-culottes – têrmo que se refere aos mal ajambrados e mal equipados voluntaries do exército revolucionário francês.
  • Schleswig-Holstein – região do norte da Alemanha que a Dinamarca entregou para Otto von Bismarck em 1865.
  • Schutzstaffel (SS) – grande organização paramilitary que pertencia ao partido nazista.
  • Secularismo – conceito baseado em idéias universais, como ciência e racionalismo, ao invés da religião e superstição (Renascença).
  • Senhor – o dono das terras que garante um feudo para um vassalo (sistema feudal)
  • Sigmund Freud (1856-1939) – neurologista austríaco a quem se credita a psicanálise e a teoria dos motivos inconscientes.
  • Simonia – crime eclesiástico de se pagar por postos ou posições na hierarquia da igreja “(Reforma Protestante).
  • Sir Richard Arkwright (1732-1792) – inventor inglês da Water Frame. Essa máquina usava a força da água para trabalhar e produzia um linho muito mais forte que qualquer outra máquina da época.
  • Sir Thomas More – autor da “Utopia” uma novela na qual exalta uma hipotética sociedade ideal, pelos ideais da Renascença, do humanismo e do cristianismo.
  • Sistema Continental – política de negócios estrangeiros de Napoleão, guerra econômica, consistia num embargo contra a Grã Bretanha, que falhou.
  • Socialismo Utópico – os ideais socialistas de criar uma sociedade comunista perfeita. Escritores como Charles Fourier, Henri de Saint-Simon e Robert Owen foram importantes socialistas utópicos.
  • Solar – também pode ser chamado Feudo. a jurisdição local de um Senhor, sobre a qual ele possui poderes legais e econômicos.(feudalismo).
  • Subsistência – produção de alimentos em quantidade suficiente apenas para sobrevivência, sem a criação de estoques.
  • Sudetos – a região habitada por alemães dos sudetos em vários lugares como a Boêmia, Moravia e Silésia; se tornou parte da Checoslováquia em 1945.

T[editar | editar código-fonte]

  • T.E. Lawrence (1888-1935) – também conhecido como Lawrence da Árabia; um oficial de ligação britânico durante a Revolta Árabe de 1916-1918.
  • Tábula rasa – teoria de John Locke de que, os humanos nascem sem ideias inatas e a identidade se define pelos eventos após o nascimento.
  • Taille (Talha) – imposto direto da terra sobre os camponeses franceses no ancient régime, França.
  • Telegrama Ems (1870) – documento criado por Otto von Bismarck para provocar a guerra franco-prussiana.
  • Telegrama Zimmermann (1917) – mensagem enviada pelo alemão Arthur Zimmermann, propondo que o México se aliasse à Alemanha contra os Estados Unidos; antecipou a entrada dos USA na I Guerra Mundial.
  • Terra de Ninguém (I Guerra Mundial) – na guerra de trincheiras, a terra entre duas trincheiras opostas que fornece nenhuma cobertura é assim chamada.
  • Teses de Abril (1917) – escritos de Lenin a respeito de como a Rússia deveria ser governada e o futuro dos bolcheviques.
  • Thomas Hobbes (1588-1679) – filósofo politico inglês que advogava uma versão autoritária do contrato social (absolutismo).
  • Thomas Malthus (1766–1834) – economista inglês que no “Ensaio Sobre o Princípio da População” previu que um aumento do crescimento populacional iria causar uma diminuição bárbara de alimentos.
  • Thomas Newcomen (1664-1729) inventor inglês da máquina Newcomen, uma máquina a vapor para tirar água de dentro das minas.
  • Tory – membro do partido conservador.
  • Totalitarismo – forma de governo na qual a autoridade política exerce controle absoluto e centralizado de todos os aspectos da vida.
  • Tratado Cobden Chevalier (1860) – tratado entre a Grã Bretanha e a França que diminuía os impostos, marcando uma cooperação crescente entre as duas nações.
  • Tratado de Brest-Litovsk (1918) – tratado de paz que marcou a saída da Russia da I Guerra Mundial.
  • Tratado de Versailles (1919) – tratado de paz criado pela Conferência de Paz de Paris; foi o fim oficial da I Guerra Mundial.
  • Tratados de Tilsit (1807) – tratados que puseram fim na guerra entre a Russia e a França; começaram um aliança poderosa e secreta entre os dois países.
  • Trotsky, Leon (1879-1940) – revolucionário bolchevique, político do início da União Soviética e membro fundador do Politburo; foi expulso do partido comunista após uma disputa com Stalin pelo poder.

U[editar | editar código-fonte]

  • Ulrich Zwingli (1484-1531) – fundador do Zwinglianismo em Zurique, Suiça; lider da Reforma suiça(Reforma Protestante).
  • Usura – cobrança de uma taxa, geralmente na forma de juros sobre empréstimos; proibida pela maioria das doutrinas religiosas (Reforma Protestante). A usura era proibida pela igreja católica, portanto os judeus se tornaram ricos e bem sucedidos comerciantes.

V[editar | editar código-fonte]

  • Vassalo – o inquilino da terra, que recebe um feudo em troca de servir ao rei (feudalismo).
  • Vento Protestante – termo usado para se referir a um dos dois incidentes em que o clima favoreceu aos protestantes numa batalha: 1) o temporal que destruiu a Armada Espanhola, impedindo a invasão da Inglaterra (1588); 2) os ventos favoráveis que permitiram a Guilherme III aportar na Inglaterra e depor o rei católico James II (1688).
  • Vernacular – a linguagem comum, nativa de uma região (geralmente diferente do latim).
  • Virtude – valor humanista do Renascimento enfatizando uma nobreza de espírito e ação, salientando a dignidade e o valor de um indivíduo; na cavalaria medieval era a ideia de humildade.
  • Vladimir Lênin (1870-1924) – o líder do partido bolchevique e primeiro Premier da União Soviética; promulgou a Nova Política Econômica.
  • Voltaire (1694-1778) – filósofo francês, autor de “Candido” que ataca de maneira sarcástica o otimismo religioso e filosófico (Iluminismo).

W[editar | editar código-fonte]

  • Whig – membro do partido Liberal Democrata Britânico.
  • White-collar – classe de trabalhadores que chamamos “colarinhos brancos”, trabalham menos e são mais bem pagos do que os blue-collar (colarinhos azuis) trabalhadores menos qualificados.
  • William e Mary – rei William III e a rainha Mary II; governaram juntos a Inglaterra e Escócia após a Revolução Gloriosa de 1688; eles substituíram o absolutista James II e governaram como monarcas constitucionais.
  • William Gladstone (1809-1898) - politico britânico liberal e Primeiro Ministro (1868-1874, 1880-1885, 1886 e 1892-1894), notável reformador político, conhecido por seus discursos populistas, ele foi durante muitos anos o principal rival político de Benjamin Disraeli.

Y[editar | editar código-fonte]

  • Yekaterinburg – Ecaterimburgo, o local onde a família do Tzar Nicolau II foi morta pelos bolcheviques.