Guia dos Trouxas para Harry Potter/Magia/Veritaserum

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Veritaserum
  • tipo = Poção
  • características = Poção Avançada
  • Aparece pela Primeira Vez = O Cálice de Fogo

Visão Geral[editar | editar código-fonte]

Veritaserum é uma poção incolor e inodora que obriga quem a bebe, a dizer a verdade.

Descrição Estendida[editar | editar código-fonte]

Spoiler[editar | editar código-fonte]

Aviso aos Iniciantes: Seguem detalhes que vocês podem não querer ler em seu nível atual de leitura.

Uma vez que os bruxos têm acesso a um soro da verdade, infalível, alguns leitores já se perguntaram porque isso não pode ser usado no Wizengamot, para determiner se um suspeito é inocente ou não; e foi sugerido que poderia ter sido usado no Enigma do Príncipe para forçar o Professor Slughorn a contar o que sabia sobre o jovem Tom Riddle. No entanto, algo tão poderoso com certeza poderia ter contra poções e contra encantamentos, assim como os meios de editar as lembranças quando se criou a Penseira para poder vê-las; e a autora já havia avisado, primeiro, que Slughorn, sendo um bruxo tão poderoso e tão cuidadoso, certamente se preparou com poções para evitar o efeito do Veritaserum e de outras poções que fossem ruins para ele; e segundo, que a existência de encantamentos que evitem ou alterem a ação do Veritaserum em suspeitos, faria com que a evidência fossem invalida se induzida pelo Veritaserum no Wizengamot.

Na verdade, embora o Veritaserum seja mencionado diversas vezes nos livros, ele é administrado com sucesso apenas uma vez, numa vítima desavisada, despreparada e estuporada, no livro O Cálice de Fogo, capitulo 35.

Análise[editar | editar código-fonte]

Perguntas[editar | editar código-fonte]

Spoiler[editar | editar código-fonte]

Aviso aos leitores de nível intermediário: Seguem detalhes que vocês podem não querer ler em seu nível atual de leitura.

Visão Completa[editar | editar código-fonte]