Guia dos Trouxas para Harry Potter/Magia/Sangue puro

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Sangue Puro
  • tipo = Status - Posição
  • características = pessoas de linhagem totalmente mágica.
  • Aparece pela Primeira Vez === A Câmara Secreta ===

Visão Geral[editar | editar código-fonte]

Um Sangue Puro é uma bruxa ou um bruxo que descende apenas de outras bruxas e bruxos (não de Trouxas).

Descrição Estendida[editar | editar código-fonte]

Spoiler[editar | editar código-fonte]

Aviso aos Iniciantes: Seguem detalhes que vocês podem não querer ler em seu nível atual de leitura.

Os seguidores de Lord Voldemort acreditam que existe uma diferença entre aqueles que descendem totalmente de bruxos capazes de fazer magia, e aqueles que possuem sangue não mágico em sua linhagem. Usando o ponto de vista de Salazar Slytherin, um dos fundadores de Hogwarts, Voldemort acredita que ancestrais não mágicos de alguma forma sujam a linhagem. Apenas aqueles sem essa mancha na linhagem podem ser chamados de Sangue Puro, e apenas os que são Sangue Puro merecem aprender magia.

É bastante interessante ver que o próprio Voldemort não é Sangue Puro; enquanto sua mãe Merope Gaunt, era membro de uma das mais antigas famílias bruxas, seu pai era um Trouxa. A despeito disso, ele ainda é considerado o herdeiro de Salazar Slytherin.

O termo Sangue Puro aparece pela primeira vez no livro dois, mas a aversão de Draco por Hermione, claramente é gerada por preconceito e fica evidente desde o inicio da série.

Análise[editar | editar código-fonte]

A idéia de “pureza racial” permeia a série toda. Enquanto a história principal é o retorno de Voldemort ao poder, e a luta de Harry para impedir isso, é preciso que os seguidores de Voldemort quebrem as leis dos bruxos, para conseguir restaurá-lo ao poder. A única maneira que eles têm de justificar isso para si mesmos é demonizar a comunidade mágica, como sendo de algum modo sub-mágica por causa de sua linhagem Trouxa. Isso é trazido a tona no episódio da família Gaunt, como visto na Penseira de Dumbledore no livro seis. A família Gaunt aparentemente prefere viver na solidão e na miséria com seu orgulho em Sangue Puro, do que se juntar à comunidade mágica e aceitar o fato que seu status não é mais alto do que bruxos com parentes Trouxas. Já foi mencionado nas discussões, que Lord Voldemort, que enfatiza a pureza racial é muito semelhante às idéias dos alemães nazistas de pura linhagem ariana – e existe um paralelo interessante de que o próprio Hitler não era puramente ariano, ele tinha ancestrais judeus. Isso também é mencionado num tópico sobre mestiços, que de fato muitos mestiços, incluindo o próprio Lord Voldemort, são bruxos mais poderosos do que muitos Sangue Puro.

Perguntas[editar | editar código-fonte]

Spoiler[editar | editar código-fonte]

Aviso aos leitores de nível intermediário: Seguem detalhes que vocês podem não querer ler em seu nível atual de leitura.

Visão Completa[editar | editar código-fonte]

Há inúmeros paralelos entre o primeiro periodo de Trevas, quando Grindelwald estava no poder, e a Segunda Guerra Mundial; a autora colocou a batalha decisiva com Grindelwald em 1945, e depois o aprisionou sozinho em Nurmengard, uma prisão que ele construiu para seus inimigos, numa clara alusão ao aprisionamento de Rudolf Hess sozinho na Prisão de Spandau.

A autora também observou, uma semelhança interessante, entre os eventos no mundo mágico com a negação de Fudge sobre a volta de Voldemort e a aparição do próprio Voldemort para testemunhas no Ministério, um ano depois, com os eventos na Inglaterra sob Chamberlain enquanto o Terceiro Reich estava consolidando sua base de poder. Enquanto o último foi aparentemente acidental, o primeiro não foi; e portanto não deveríamos nos surpreender pelas semelhanças entre a Solução Final de Hitler e a de Voldemort.