Guia dos Trouxas para Harry Potter/Magia/Salgueiro Lutador

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Salgueiro Lutador
  • tipo = Planta
  • características = Árvore cujos galhos se movem e tem um péssimo temperamento.
  • Aparece pela Primeira Vez === A Câmara Secreta ===

Visão Geral[editar | editar código-fonte]

O Salgueiro Lutador é uma grande árvore que fica nos terrenos da escola. Ela parece ser única, certamente é muito rara; ela pode mover seus galhos, e o faz com grande velocidade e violência, quando se sente ameaçada.

Descrição Estendida[editar | editar código-fonte]

Spoiler[editar | editar código-fonte]

Aviso aos Iniciantes: Seguem detalhes que vocês podem não querer ler em seu nível atual de leitura.

O Salgueiro Lutador destrói o carro voador onde Harry e Ron chegam a Hogwarts no seu segundo ano; aparentemente o próprio Salgueiro fica um pouco machucado nessa confusão. A professora de Herbologia, Pomona Sprout parece estar cuidando dele. Ao mesmo tempo, aprendemos um pouco mais sobre o Professor Lockhart, que estava “aconselhando” a professora; a Professora Sprout estava carregando todas as ferramentas e equipamentos, havia sido ferida pela árvore e parecia aborrecida, enquanto o Professor Lockhart só falava e não tinha um fio de cabelo fora do lugar.

Mais tarde nesse livro, descobrimos que o Salgueiro Lutador foi plantado especificamente para guardar a entrada de uma passagem secreta. Ele foi trazido para Hogwarts quando Remus Lupin foi admitido na escola. A árvore escondia um túnel secreto que levava até a Casa dos Gritos em Hogsmeade; quando a lua cheia fazia com que Lupin se transformasse em lobisomem, ele podia se trancar na Casa dos Gritos e assim evitar causar danos em algum outro aluno. Esse salgueiro em particular, pode ser parado temporariamente apertando um nó especifico em sua base; essa é a técnica usada por Lupin (e os outros) para entrar no túnel secreto que fica escondido sob as raízes. Quem ensinou a presença desse nó para Harry e Hermione foi Bichento; mais tarde vimos Lupin e Snape usando também o nó. É possível que Sprout saiba sobre isso, mas não podia usá-la enquanto cuidava da árvore por causa da presença de Lockhart; isso explica, não apenas seus machucados, mas em parte, seu visível aborrecimento com ele. Ela estava muito amolada, porque ele ficava bem longe do alcance da árvore, gritando conselhos que não eram necessários e provavelmente errados, enquanto Sprout fazia o trabalho duro e perigoso.

No terceiro ano, a árvore destrói a vassoura Nimbus 2000 de Harry. Nunca soubemos se o Salgueiro tinha alguma antipatia em especial por vassouras, mas o fato é que ele reduz a amada vassoura de Harry a lascas.

Finalmente vemos que o Trio precisa passar pelo Salgueiro para chegar à Casa dos Gritos, onde Voldemort estabeleceu seu quartel general para o ataque a Hogwarts. Nesse caso é Ron quem aperta o nó que para a árvore. Como ele sabe sobre o nó e sua função não ficou explicado, uma vez que Sirius já havia arrastado ele para dentro do túnel, quando Bichento revelou o nó para Harry e Hermione.

Análise[editar | editar código-fonte]

Como muitos obstáculos que Harry enfrenta, o Salgueiro Lutador é impessoal; ele não gosta e nem desgosta de Harry, apenas defende seu segredo contra qualquer pessoa que se aproxime. Outro obstáculo similar é Fofo, o cão de três cabeças, e também muitas outras barreiras entre Harry e a Câmara onde está a Pedra Filosofal no primeiro livro. Suspeitamos que esses desafios pretendem mostrar ao leitor que nem todos os obstáculos são malignos; eles fariam, e fazem a mesma coisa, não importa quem os está desafiando. A reação de Harry, mostrando desespero, por exemplo, quando sua vassoura é destruída, sem se voltar para destruir o Salgueiro, mostra maturidade e com certeza é direcionada para ensinar o tipo de resposta madura para a adversidade. A autora tem o grande crédito de não fazer disso um tipo de lição, porque assim é muito mais fácil ser aceita.

Perguntas[editar | editar código-fonte]

Spoiler[editar | editar código-fonte]

Aviso aos leitores de nível intermediário: Seguem detalhes que vocês podem não querer ler em seu nível atual de leitura.

Visão Completa[editar | editar código-fonte]

No ultimo livro, Voldemort usa a Casa dos Gritos como posto de comando. Como ele freqüentou Hogwarts antes de Lupin, o túnel para a escola ainda não existia, e o Salgueiro Lutador muito menos. O Trio tem que passar pelo Salgueiro e atravessar o túnel para poder saber o que Voldemort está fazendo. Claramente, Voldemort não sabe do túnel, uma vez que o Trio não encontra nenhuma dificuldade, além do Salgueiro, para chegar ao local onde Voldemort está mantendo uma espécie de tribunal.

O esforço para passar pelo Salgueiro resulta numa recordação de um evento do primeiro livro, entre Ron e Hermione. Como foi mencionado na Descrição Estendida, não há explicação para Ron saber parar a árvore, uma vez que ele foi arrastado para dentro do túnel antes de Bichento mostrar onde apertar o nó. Suspeitamos que Ron parar a árvore, foi escrito especificamente para lembrar o primeiro livro, e ele nunca ter visto o nó ser usado, foi um equivoco da autora.