Guia dos Trouxas para Harry Potter/Magia/História da Magia

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


História da Magia
  • tipo = Matéria
  • características = o estudo da história da magia.
  • Aparece pela Primeira Vez = A Pedra Filosofal

Visão Geral[editar | editar código-fonte]

História da Magia é a matéria em que os alunos de Hogwarts aprendem, de maneira muito apropriada, sobre a história da magia. É uma matéria básica e exigida de todos os alunos da primeira a quinta séries. Acreditamos que haja exames N.I.E.M. mas, como o nosso personagem principal não prossegue no curso depois da quinta série, não sabemos ao certo. A matéria é ensinada pelo Professor Binns, que é um fantasma.

Descrição Estendida[editar | editar código-fonte]

Spoiler[editar | editar código-fonte]

Aviso aos Iniciantes: Seguem detalhes que vocês podem não querer ler em seu nível atual de leitura.

Na verdade, tudo o que sabemos sobre essa matéria são os comentários de como é chata. Harry não é o único com dificuldade de ficar acordado durante essa aula; do Trio, parece que Hermione é a única a se manter acordada tempo suficiente para tomar notas, Harry comenta que alguns tópicos como (A Guerra dos Goblins) com outro professor, poderia ficar até emocionante.

Possivelmente, a razão principal para essa matéria aparecer nos livros, é que, na Câmara Secreta, capitulo 9, Hermione consegue descobrir a história da Câmara contada pelo Professor Binns. Além disso, houve uma ocasião em que Harry é despertado de uma letargia nessa aula, pela chegada de Hedwig, machucada, na janela. Todas as outras aulas dessa matéria são igualmente chatas e sem nada importante.

Análise[editar | editar código-fonte]

O que Harry vivencia nessa aula, com certeza é o que também passam outros alunos em uma ou outra matéria. É possível que essa matéria tenha sido incluída com o propósito fazer um equilíbrio, vamos dizer assim, que a magia e o aprendizado sobre a magia, podem ser divertidos, mas não totalmente, também há a parte chata, como em tudo. A escolha da matéria história, em questão foi provavelmente premeditada. Em todos os cursos que precisamos aprender, história talvez seja vista comumente como, não somente chata mas sem utilidade. Especialmente no nível adolescente, poucos alunos podem perceber o valor de se aprender coisas que aconteceram há muito tempo atrás. Fazer do professor um fantasma, enfatiza que a matéria que ele ensina é basicamente imutável, e permite que ele dê aulas também sempre iguais, pode-se fazer um trocadilho, assim como ele é fantasma, as aulas também são secas e mortas.

Há alguns pontos em história que tiveram grande influência em Harry e seus atos; ele não percebeu, e talvez Binns não tenha ensinado adequadamente, o pano de fundo que criou a separação entre os mundos Trouxa e Mágico, incluindo o Decreto de Restrição à Prática de Magia por Menores de Idade Esse decreto, com suas restrições sobre o que Harry pode ou não fazer fora da escola, e as conseqüências que ele sofre por isso, são parte de um quadro maior que Harry não percebe, embora seja decorrente de uma crítica conjuntura na História da Magia.

Perguntas[editar | editar código-fonte]

Spoiler[editar | editar código-fonte]

Aviso aos leitores de nível intermediário: Seguem detalhes que vocês podem não querer ler em seu nível atual de leitura.

Visão Completa[editar | editar código-fonte]