Guia dos Trouxas para Harry Potter/Magia/Bisbilhoscópio

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Bisbilhoscópio
  • tipo = Objeto Mágico.
  • características = Gira, pisca e apita para indicar uma ameaça.
  • Aparece pela Primeira Vez === O Prisioneiro de Azkaban ===

Visão Geral[editar | editar código-fonte]

O Bisbilhoscópio parece um pião de vidro que quando colocado sobre uma superfície, gira, apita e pisca luzes quando detecta algo suspeito.


Descrição Estendida[editar | editar código-fonte]

Spoiler[editar | editar código-fonte]

Aviso aos Iniciantes: Seguem detalhes que vocês podem não querer ler em seu nível atual de leitura.

Harry ganha um Bisbilhoscópio de bolso de Ron, em seu aniversário no livro três. Quase todas as vezes que nós o vemos no livro, ele está aceso e girando a grande velocidade; e todas as vezes ele é posto de lado como sendo rebate falso. Ron, acredita que ele não funciona direito porque, depois que ele resolveu enviá-lo para Harry, Bill disse que talvez não funcionasse direito porque foi barato e ficava o tempo todo com as luzes acesas; mas o que Bill não sabia era que Fred e George tinham colocado besouros na sopa dele. Ron sabia e, portanto sabia que havia alguém que não era confiável por perto.

O Professor Olho-Tonto Moody também tem um Bisbilhoscópio em seu escritório no livro quatro; ele diz que tem que desligá-lo porque é um modelo super sensível, e existem muitas pessoas não confiáveis em volta. O Bisbilhoscópio de Harry é mencionado de passagem nesse livro; Harry precisa de um presente para Dobby, então pega as meias que estavam embrulhando o Bisbilhoscópio desde que o ganhou. Também é mencionado no quinto livro que existem muitos Bisbilhoscópios na Sala Precisa, quando a Armada de Dumbledore se encontra lá, pela primeira vez.

Embora não tenha sido identificado diretamente, o velho Bisbilhoscópio quebrado, que Harry tira de seu malão no inicio do último livro, é, com certeza, aquele que Ron lhe deu de presente há quatro anos atrás. Em seu aniversário, quatro dias depois, Hermione lhe dá um novo de presente. É o novo Bisbilhoscópio, acreditamos, que Hermione enfia dentro da sua pequena bolsa e leva com o resto das coisas deles quando deixam a festa do casamento de Bill e Fleur, e depois, novamente, quando abandonam a casa de Grimmauld Place. O Bisbilhoscópio fica sempre sobre a mesa, e é usado como um indicador de possível perigo, enquanto o Trio acampa em vários lugares através da Inglaterra.

Análise[editar | editar código-fonte]

O Bisbilhoscópio apenas serve para a trama principal no livro três. Lá, ele é visto como uma forma de mostrar se alguém na vizinhança não é confiável. Quando ele funciona no Expresso de Hogwarts, as únicas pessoas que sabemos que estão presentes são, Harry, Ron, Hermione, Professor Lupin, Perebas, Hedwig e Bichento, embora presumivelmente Draco Malfoy poderia estar por perto. Quando ele funciona no dia de Natal, apenas Harry, Ron, Hermione, Perebas e Bichento está presentes. Olhando com atenção, imaginamos que ou Perebas, ou Bichento não merece confiança; no entanto, a maioria dos leitores iria descontá-los, uma vez que são animais e portanto não deveriam afetar o Bisbilhoscópio, então, eles concluem que o objeto não é confiável, coisa que Ron sempre diz. Vemos Bisbilhoscópios novamente, diversas vezes no último livro, lá eles são usados para mostrar que não há pessoas desleais por perto, uma vez que ficam parados, ao invés de girando e apitando. Por exemplo, quando Ron tenta se reunir a Harry e Hermione, vemos que o Bisbilhoscópio permanece quieto embora pareça haver alguém por perto. Isso indica que quem quer que esteja nas imediações é amigo. O Bisbilhoscópio avisa quando os Snatchers cercam a tenda alguns meses depois, mas o aviso chegou atrasado.

Perguntas[editar | editar código-fonte]

  1. Ron achava desde o princípio que o Bisbilhoscópio não era defeituoso; porque depois ele o rejeitou?
  2. O Bisbilhoscópio não deu sinal na Rua dos Alfeneiros. Isso indica que Vernon e Dudley são confiáveis? Pode ter outra explicação, talvez porque eles são Trouxas?

Aviso aos leitores de nível intermediário: Seguem detalhes que vocês podem não querer ler em seu nível atual de leitura.

Visão Completa[editar | editar código-fonte]

Eventualmente, descobrimos que Perebas é, na verdade, Peter Pettigrew, também conhecido como Rabicho, e que ele não é nada confiável, portanto o Bisbilhoscópio funcionando na presença dele já seria esperado, caso o objeto fosse perfeito. Perebas estava constantemente ao alcance do objeto, claro, no dormitório dos rapazes, portanto a pergunta é, se o Bisbilhoscópio funciona perfeitamente, porque não ficava sempre soando o alerta?

Da primeira vez que ele soou no Expresso de Hogwarts, o movimento do trem tinha feito com que ele saísse de dentro do bolo de meias em que Harry o empacotou para a viagem; no Natal, Ron, tentando intervir na briga repentina entre Perebas e Bichento, novamente tirou o Bisbilhoscópio do lugar. Com certeza, todas as outras vezes, ele estava seguramente empacotado dentro das meias e não podia dar sinal; a descrição dele girando e apitando, sugere que como os brinquedos de criança, ele apita porque está girando, se não puder girar, não pode apitar.

Harry o encontrou quebrado, dentro do seu malão e o jogou fora, no inicio do último livro. Ele era um objeto muito útil, a explicação do porque ele não deu sinal em determinadas situações nos outros livros é simples. Harry o tinha sempre embrulhado nas meias, dentro do malão, quando ele deu as meias para Dobby no Natal, no livro quatro, aquilo que mantinha o objeto quieto se foi; se alguém não confiável, se aproximasse do malão de Harry então, o Bisbilhoscópio apitaria, mas agora já sabemos que ele estava quebrado, e Harry simplesmente nunca limpava o malão. Por causa disso Hermione deu um novo Bisbilhoscópio, de aniversário para Harry.