Guia do Rugby/Introdução

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Embora algumas teorias se remontem à antiguidade Europeia e da China e Japão, em jogos não mais existentes como o Romano "Harpastum" ou o Grego "Episkyros", a verdade é que o jogo como é conhecido hoje começa mesmo na Inglaterra, mais especificamente na escola da cidade de Rugby. Reza a lenda mais conhecida que em 1923 um menino chamado William Webb Ellis estudava na Rugby School, um dia durante um jogo que não podia segurar a bola se cansou/irritou e pegou a bola com as mãos e atravessou o campo em direção ao gol do time contrário desviando dos jogadores até chegar a linha de fundo e colocou a bola no chão. Desta forma os jogadores tentam, através de todos os meios possíveis de impedir seu avanço, originando o esporte que na época era ainda conhecido por um nome mais extenso: Rugby Football, i.e. - "o futebol como jogado em Rugby". O nome do esporte é o mesmo da cidade onde foi criado, motivo pelo qual não tem tradução, sendo que "rúgbi", "ruguebi" ou "râgbi" não podem ser usados para dar nome a este esporte. A versão única e correta é "Rugby", com "R" maiúsculo. Mas veremos que na verdade o Rugby é fruto da normatização das regras sobre o esporte "futebol" que era praticado na Inglaterra durante o século XIX. Porém, a lenda e William Webb Ellis é cultivada até hoje, e a taça da Copa do Mundo de Rugby leva seu nome.

Mas o que realmente devemos saber é que hoje o Rugby é um esporte dinâmico, diferente de qualquer outro tipo de esporte coletivo, com regras um tanto diferentes que dão a este esporte o título de 'esporte para cavalheiros'. Além disto, o Rugby é também o segundo esporte coletivo mais praticado no planeta, logo atrás do futebol. O jogo é relativamente simples. A bola oval é o centro das atenções no campo de jogo. Seu peculiar formato surpreende jogadores e espectadores pois o seu percurso deixa de ser previsível. A bola não é passada pra frente, como no caso do futebol, mas pra trás com as mãos de jogador pra jogador. Ela pode também ser chutada pra frente, dependendo da estratégia do time. São 15 jogadores de cada lado, em algumas modalidades o jogo pode ter 7 ou 10 jogadores. Não existe um goleiro, uma grande vantagem, já que todos os jogadores entram em campo com o propósito de dar o melhor de si para levar o seu time à vitória. Os jogadores são todos amigos, se não existir um verdadeiro entrosamento entre os membros do time, o jogo não vai pra frente.

É um esporte violento? Não, o Rugby é na verdade um esporte de contato técnico e extremamente competitivo, requer paixão, espírito de equipe e boa disposição. Um jogador que tenha um bom conhecimento das particularidades do jogo não vai levar ossos quebrados pra casa. É verdade que o jogo exige contato físico para impedir o time contrário de levar a bola até o outro extremo do campo, a modo de defesa, mas não chega a ser um jogo onde alguém possa correr o risco de se machucar com gravidade toda vez que jogar, mesmo porque somente quem está com a bola pode ser derrubado. Dessa forma o jogador sabe em que momento ele pode entrar em contato direto com o adversário e estar preparado para o baque, ao contrário de muitos outros esportes onde este tipo de contato físico não é esperado e nem visual, quando pode vir de todas as direções, provocando graves lesões.

Uma grande vantagem do Rugby é que é um dos poucos esportes que chega a desenvolver todos os músculos do corpo através da diversidade de movimentos efetuados durante o jogo. A perda de calorias estimada no Rugby (para uma pessoa de 75 quilos) chega a 510Kcal por 40 minutos de jogo, sendo que no futebol o jogador perde apenas 340Kcal nos mesmos 40 minutos. O tipo físico do jogador de Rugby não é definido, cada tipo físico é bem aproveitado dentro do time na posição onde melhor possa se desempenhar. Dentro do time de Rugby tem que existir camaradagem, pois cada um dos jogadores funciona como uma importante peça dentro de uma finíssima máquina. Todos os jogadores são sempre amigos, requisito indispensável para um time competente. Isto cria também uma peculiaridade do Rugby, pois é o único esporte que, na maioria das vezes, tem um "terceiro tempo", onde todos os jogadores de ambos os times se reúnem para celebrar aquilo que o Rugby mais preza: a amizade, o respeito e a união.

O Rugby é atualmente jogado em mais de 150 países do mundo, sendo que Austrália, Nova Zelândia e Inglaterra são alguns dos países que mais praticam o esporte que também é praticado na África, França, Itália, Ilhas Fiji, entre outros. A Copa do Mundo de Rugby acontece a cada 4 anos sendo o terceiro maior evento esportivo do mundo, a próxima será em 2015, na Inglaterra. Na última Copa, realizada na Nova Zelândia em 2011, a mesma saiu como campeã.