Galaico-português/Lição II

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Uma edição com algumas explicações a respeito dos verbos no português arcaico, que não são muito diferentes dos de hoje. Poucas diferenças podem ser citadas sobre essa classe gramatical, mas que vale a pena serem vistas, pois verbos são de extrema importância a uma língua.

-ER[editar | editar código-fonte]

  • Alguns verbos que hoje terminam em -ir antes terminavam em -er. Caer, saer, traer, confonder...

Particípio Passado[editar | editar código-fonte]

  • Verbos de 2a conjugação com e duplo tinham uma forma diferente, em vez de terminar em -ido, terminavam em -udo. Leer > ludo, teer > teudo, seer > sudo, conheceer > conheçudo...

Pretérito mais-que-perfeito[editar | editar código-fonte]

  • No galaico-português havia uma forma para diferenciar as formas em pretérito mais-que-perfeito do futuro, pois não terminavam em -am. No singular acrescentava-se acento agudo na tônica; no plural acrescentava-se acento circunflexo:
Pretérito mais-que-perfeito (sing.) Futuro Pretérito mais-que-perfeito (plural) Futuro
amára amarâ amârão amarão
leéra leerâ leêrão leerão
cantára cantarâ cantârão cantarão
ouvíra ouvirâ ouvîrão ouvirão
fallára fallarâ fallârão fallarão