GNU Health/Controle de Estoques

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
< GNU Health
Ir para: navegação, pesquisa

Fundamentos do Controle de Estoque[editar | editar código-fonte]

O Controle de Estoque contém todos os processos para rastrear produtos físicos dentro de uma empresa. Isso permite que uma empresa saber os produtos que tem em estoque e em que local eles podem ser encontrados. O módulo Inventário e Estoque do GNU Health permite documentar qualquer mudança no estoque, seja ele um carregamento de um fornecedor, a sua transferência para um cliente, ou simplesmente uma movimentação de um lugar para outro.

No contexto de uma instituição de saúde, o controle de estoque é especialmente útil para manter o controle de medicamentos disponíveis na farmácia.

Localização de Estoque[editar | editar código-fonte]

As localizações de estoque podem ser definidas, editadas e apagadas na seção Inventário e Estoque → Localização. Você pode ter quantas localizações precisar, e você pode criar estruturas hierárquicas, atribuindo uma localização pai para uma localização.

Existem seis tipos de localizações:

  • Armazenamento: Os lugares de armazenamento representam lugares reais onde os produtos são armazenados.
  • Armazém: Armazéns são utilizados para agrupar várias localizações de armazenamento.
  • Cliente: Localizações de cliente são locais virtuais para produtos que tenham sido enviados aos clientes.
  • Fornecedor: Localizações de fornecedores são locais virtuais para produtos que tenham sido recebidas de fornecedores.
  • Achados e Perdidos: Localizações de Achados e Perdidos são usados ​​para lacunas de inventário.

Movimentação de Estoque[editar | editar código-fonte]

Sempre que as mercadorias são transportadas de uma localização para outra, você cria um registro de movimentação na seção Inventário e Estoque → Movimentação. Lá você basicamente indica qual é a quantidade de um determinado produto que foi movido de uma localização para outra e em que data. Ao fazê-lo então é dito ao GNU Health para adaptar o inventário da localização afetada.

Uma movimentação tem um dos seguintes estados:

  • Esboço: Uma movimentação que está planejada para o futuro, mas ainda sujeita a modificações. Estado padrão para novos registros de movimentação.
  • Atribuído: Uma movimentação que não será modificada mais. Os produtos afetados pela movimentação serão reservados.
  • Feito: Uma movimentação que tem sido realizada no mundo real.
  • Cancelada: Uma movimentação que foi cancelada em Esboço ou marcado com estado Atribuída, mas nunca foi concretizada de fato.

Carregamento[editar | editar código-fonte]

Um carregamento é simplesmente um grupo de várias movimentações que ocorrem na mesma data e ao redor da mesma localização.

Carregamentos de Fornecedor[editar | editar código-fonte]

Um registro de carregamento de fornecedor é criado quando os produtos são recebidos de um fornecedor. Ele contém informações sobre o Fornecedor, o Armazém em que os produtos são provenientes, a Data prevista e a Data Efetiva da remessa. Além disso, um carregamento de fornecedor contém Movimentações de Entrada (movimentação entre a localização do fornecedor e a localização de entrada do armazém) e Movimentação de Saída (movimentação entre o local de entrada e o local de estoque do armazém).

Um carregamento de fornecedor tem um dos seguintes estados:

  • Esboço: Movimentação de entrada e movimentação de inventário estão em estado Esboço.
  • Recebido: Movimentação de entrada estão definidas no estado Feito, movimentações de inventário são criados, se necessário.
  • Feito: Movimentação de inventário e movimentação de entrada estão em estado Feito.
  • Cancelado: Todas as movimentações contidas são canceladas.

Devolução dos Carregamentos ao Fornecedor[editar | editar código-fonte]

((para ser adicionado))

Carregamentos de Clientes[editar | editar código-fonte]

Um registro do carregamento de cliente é criado quando os produtos são enviados a um cliente. Ele contém informações sobre o Cliente, o Armazém em que os produtos estão indo, a Data Prevista e a Data Efetiva da remessa. Além disso, um carregamento de cliente contém Movimentações de Inventário (movimenta-se entre a localização de armazenamento e a localização do armazém de saída) e Movimentação de Saída (movimentase entre a localização de saída do armazém e da localização do cliente).

Um carregamento de cliente tem um dos seguintes estados:

  • Esboço: Movimentação de saída e movimentoção de inventário estão em estado Esboço.
  • Espera: Movimentações de inventário são criados (ou concluído) para equilibrar as movimentações de saída. Este carregamento deve ser processado.
  • Atribuído: Os produtos têm sido atribuídos (ou reservados) a partir das localizações de armazenamento.
  • Embalado: Movimentações de inventário foram feitas, isto é, os produtos foram fisicamente movidos para as localizações de saída.
  • Feito: Movimentações de saída foram feitas, por exemplo, o caminhão deixou o armazém.
  • Cancelado: Carregamento foi cancelado antes de atingir o estado Feito. Todas as movimentações contidas são canceladas.


Devolução dos Carregamentos ao Cliente[editar | editar código-fonte]

((para ser adicionado))

Carregamentos Internos[editar | editar código-fonte]

Um registro de movimentação interna é criada quando os produtos são enviados em todos para outras localização dentro da empresa. Ele contém informações sobre o De qual Localização, Para qual Localização, Data Prevista e a Data Efetiva da remessa. Além disso, uma transferência interna contém uma lista de Movimetações.

Um carregamento interno tem um dos seguintes estados:

  • Esboço: As movimentações contidas estão em projeto.
  • Espera: O carregamento está à espera de ser processado.
  • Atribuído: Os produtos foram atribuídos.
  • Feito: As movimentações foram feitas.
  • Cancelado: O carregamento foi cancelado antes de atingir o estado de Feito. Todas as movimentações contidas são canceladas.

Inventários[editar | editar código-fonte]

Um inventário é basicamente uma lista de todos os itens em uma determinada localidade de estoque em um determinado momento. Ele permite controlar e atualizar as quantidades de produtos em estoque.

Para criar um inventário você insere uma Localização de Depósito, uma Localização de Achados e Perdidos e a Data. Ao clicar no botão Inventário Completo uma lista com as quantidades previstas para cada produto no local é criada. Se existe uma diferença entre as quantidades previstas e as quantidades no mundo real (isto é, o número de produtos em prateleiras), as quantidades reais podem ser inseridas. Ao clicar no botão Confirmar, registros de movimentação é criado para equilibrar as quantidades previstas e as reais.