Filosofia da mente/Ética

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A ética (do latim aethîca, e esse do grego) tem sua origem na filosofia clássica da Grécia antiga. É o ramo da filosofia que trata da moral e das obrigações do homem: "moral" e "ética" no mínimo se confundem como sinônimos no uso cotidiano, mas se pode dizer que a moral é o objeto de estudo da ética. Da mesma maneira que "cremos" em certo espectro de valores sobre o que é o bem ou o mal, também "cremos" que há ações boas que devemos realizar e ações ruins que devemos evitar. Alguns juízos de valor podem ser elaborados conscientemente em torno a um sistema total de valores ou uma cosmogonia (por exemplo, uma religião, uma ideologia) ou livres de juízos de uma situação específica. A reflexão filosófica a respeito de estas questões é conhecida como ética.

Ao largo da história do pensamento humano, a ética se ocupou com a reflexão sobre distintas questões, dado que surgem novas perguntas sobre o que é certo e errado no caminho da evolução cultural e tecnológica da humanidade. Por exemplo, a ética contemporânea está discutindo a respeito dos limites que devem ter a ciência e por muitas vezes intimamente ligada às questões sociais.

Fontes[editar | editar código-fonte]