Curso básico de LibreOffice/O importante é ter estilo(s)!

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Ir para: navegação, pesquisa

O que são estilos? São conjuntos pré-definidos de formatação. Estes se aplicam a qualquer contexto, desde uma lista numerada a um modelo de documento oficial. O conceito de estilo é, para o LibreOffice.org, algo bem próximo do conceito de Seção para outras suítes, tendo o estilo, porém, no LibreOffice.org, muito mais recursos e flexibilidade.

Ficheiro:Opções de estilo e formatação no LibreOffice Writer.png

Enquanto em outros processadores de texto o recurso "estilo", genericamente falando, é utilizado para definição de parágrafos e fontes, no Writer, o conceito vai bem além: pode-se, com o recurso estilo, manipular a orientação da página, o tipo (espelhada, somente à esquerda, somente à direita, por exemplo). É um recurso muito útil e coerente. As planilhas do Calc, por exemplo, se valem do conceito de estilo para a aplicação do recurso "Formatação Condicional".

Ali se aplica um estilo ao resultado lógico e pronto. Para invocar, de modo rotativo e rapidamente a "Caixa de Estilos", aponta-se para Formatar... Estilos e Formatação ou pressiona-se F11. O último ícone no Estlista, como mostrado na imagem acima, tem três funções: a primeira permite que nominemos uma região selecionada do texto e lhe atribuamos um nome, criando-se assim um novo estilo a partir da seleção; a vantagem não óbvia disto é que, quando quisermos aplicar aqueles atributos ali contidos, que podem ser vários, não precisaremos fazê-lo passo a passo e nem tampouco conhecer a sequência extata da sua formatação; a segunda nos permite atualizar um estilo a partir de uma seleção. Digamos que você criou um estilo de parágrafos chamado "EstParaDestaque". No decorrer do seu trabalho, você formata um parágrafo convenientemente e resolve que esta formatação é aquela a que se deveria chamar "EstParaDestaque", bem como deveria ser aplicada em determinados trechos do seu trabalho. Clique em qualquer lugar em "EstParaDestaque"; abra o Estilista e selecione, com um (1) clique, o estilo "EstParaDestaque". Clique no botão trifunção e acione "Atualizar estilo". Pronto. Estilo atualizado. O raciocínio para estilos de caracteres, de quadros, de listas, etc., é o mesmo. A terceira função deste versátil ícone é a de acrregar estilos a partir de modelos ou documentos existentes. Aquele documento que você acaba de receber via internet, por exemplo, rico em formatação, e que você encontrou muitas coisas a serem copiadas, como os estilos das páginas, de alguns parágrafos, de quadros, por exemplo, você pode carregá-los para um outro documento sem se preocupar com a sequência da criação destes estilos. Você pode, inclusive, selecionar os estilos a serem importados e sobreescrever ou não estilos com o mesmo nome, casa haja coincidência de nomes entre os estilos atuais e aqueles sendo importados. Na caixa de diálogo de importação de estilos você pode escolher, claro, se deseja importar estilos a partir de modelos, por aplicação e também a partir de um aquivo, como se mencionou.

Clique em "Do Arquivo..." para habilitar a importação a partir do seu documento-base dos estilos a serem importados.

A figura que se segue demonstra a caixa de diálogo de importação de estilos. Observe como é possível importar seletivamente os objetos por categoria.

Estas caixas de seleção permitem que escolhamos os tipos de objetos que queremos importar. A opção Sobrescrever permite que um estilo existente no documento-origem substitua um estilo com o mesmo nome (respeitando a caixa do texto) no documento-destino.


Criando um novo estilo utilizando Arrastar-e-Soltar[editar | editar código-fonte]

Um recurso bem pouco conhecido por usuários do LibreOffice.org, mesmo usuários avançados, é o de criar um estilo utilizando o método do Arrastar-e-Soltar.

É bem simples: você escolhe a categoria de estilos, na janela do Estilista, formata um trecho no contexto do estilo a ser criado, digamos, um estilo de caracteres, clica sobre o objeto (no exemplo, sobre o parágrafo selecionado) e o arrasta até a área em branco do Estilista. Um ícone com o símbolo de proibido vai alertá-lo, caso a criação do estilo não seja possível. No caso de estilos de página, por exemplo, não é possível criar um estilo com o Arrastar-e-Soltar, pelo contexto das propriedades que o estilo de páginas manipula.

O Estilista pedirá um nome para o estilo, ao mesmo tempo em que exibe, quando possível, os nomes dos estilos personalizados naquela categoria. Dê um nome e confirme. Pronto. Temos um novo estilo, no capricho.