Curso básico de LibreOffice/Dicas de utilização

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Ir para: navegação, pesquisa
  • O LibreOffice.org contém uma série de recursos que facilitam a digitação de textos longos. É recomendável "perder" algum tempo aprendendo sequências de teclas de atalho, pois o ganho em produtividade é remarcável.
  • Os atalhos para Negrito, Itálico e Sublinhado não estão traduzidos. Na barra de ferramentas Formatação é possível ver pelos seus ícones. Pelo contrário, eles mantém os seus nomes em inglês; assim, em se selecionando um trecho de documento, o qual se lhe deseja aplicar um negrito, o atalho não será CRTL + N, e sim CTLR + B (B de "Bold", Forte, Rombudo, em inglês); para aplicar sublinhado, não será CTRL +S, e sim CTRL + U ("Underline", literalmente sublinhado, em inglês); no caso do itálico, o atalho se mantém, pois Itálico (ptg) = Italic (english); então, continua CTRL + I;
  • procure sempre aprender atalhos de teclado pensando em ganho de produtividade;
  • use, sempre que necessário, por exemplo, em longas digitações, onde, via de regra, há muitos trechos repetitivos, o recurso do AutoTexto (F3);
  • a combinação CTRL + F3 permite controle total sobre o AutoTexto (criar, editar, excluir);
  • mais comum de acontecer em ambiente Windows, às vezes se enviam dados para a impressora e esta silenciosamente não processa a impressão, quer dizer, nenhuma mensagem de erro é retornada, mas também não imprime! A solução consiste em se abrir a caixa de diálogo "Configurações da Impressora" e selecionar a impressora padrão do Windows; este procedimento quase sempre resolve, mas, se ainda assim não funcionar, substitua a sua opção por "Impressora Genérica". Não se preocupe, isto não reduz em nada a qualidade da impressão. Apenas, com esta opção habilitada estamos instruindo o LibreOffice.org a "conversar" com o Sistema Operacional, repassando a fila de impressão ("Spool de Impressão") a este e não mais tentando "dialogar" com diretamente com o "Spool". Como resultado deste procedimento, você não poderá contar com os recursos de seleção de bandeja de papel e terá de definir corretamente as margens das páginas, mas somente se a impressão ainda não estiver disponível via impressora padrão, como quase sempre acontece. Se você estiver em ambiente Unix / Linux e estiver com problema de impressão, tente baixar um driver PPD (PostScript Printer Definition) adequado à sua impressora, mas, via de regra, não haverá problema de impressão, pois o diálogo impressora X micro se dá – em ambiente Unix / Linux – utilizando a linguagem universal PCL (PostScript Language Library). Alguns arquivos PPD estão instalados como arquivos padrão. Se não houver um arquivo PPD correspondente à sua impressora, tente localizar os próprios em http://www.adobe.com/products/printerdrivers/ ou os procure também no sítio do próprio fabricante da impressora (veja figura abaixo, tela de diálogo de configuração da impressora – diálogo de impressora no Linux);
  • se a sua empresa possui uma coleção de arquivos gerados em suítes proprietárias, procure convertê-los para o padrão do LibreOffice.org utilizando-se do Conversor de Documentos. Este recurso garante que os arquivos serão convertidos mantendo seus nomes (só mudam as extensões, para as respectivas extensões do ODF) e mantendo também os originais, para efeito de cópias de segurança.

Ficheiro:Tela de configuração de impressora.png